Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Entenda por que jogar sua cartela de remédios no lixo comum, pia ou privada pode prejudicar a saúde e o meio ambiente e evite o descarte incorreto de medicamentos

O descarte incorreto de medicamentos é um perigo para a saúde humana e para o meio ambiente. Ele é causado pela falta de informação sobre como fazer o descarte correto de medicamentos. A falta de orientação do poder público à população e a criação de ações de sensibilização da pauta são outras causas do descarte inadequado de medicamentos.

Quais as consequências do descarte incorreto de medicamentos?

Um dos impactos socioambientais mais comuns do descarte incorreto de medicamentos é o contato acidental de catadores de lixo reciclável com os fármacos. Quando isso acontece, os profissionais podem acabar se infectando, seja pelo contato direto ou pelo reaproveitamento para consumo próprio.

Quais as consequências para o meio ambiente do descarte incorreto dos medicamentos?

A contaminação ambiental por medicamentos se dá principalmente pela presença de fármacos nas excretas de seres humanos e animais. Entretanto, o descarte incorreto de medicamentos também tem sua parcela de contaminação, podendo gerar problemas sérios para a fauna e flora.

A contaminação do solo por medicamentos afeta os micro-organismos terrestres, principalmente quando ela é derivada do descarte incorreto de agentes mutagênicos, que estão presentes nos antineoplásicos e imunossupressores que são utilizados em tratamentos quimioterápicos

Essa combinação causa problemas ao solo, tornando ele infertil. Além disso, o descarte do medicamento no lixo inadequado é um dos causadores da contaminação dos recursos hídricos. Nesse caso, os mais atingidos são os animais. Um exemplo comum de impacto dos medicamentos na natureza é a feminização de peixes, que ocorre devido ao contato com anticoncepcionais ou outros remédios de ação hormonal. 

Por fim, quando a pessoa que for fazer o descarte, não tomar cuidado com os medicamentos, ela pode estar ajudando na criação de superbactérias. Isso porque o despejo incorreto de antibióticos contribui para o fortalecimento de micro-organismos causadores de doenças, que infectam o ser humano e não são tão fáceis de se combater ao adquirirem resistência a antibióticos.

O que diz a legislação sobre o descarte de medicamentos?

A legislação, determinada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em Resolução, Resolução nº306, de 7 de dezembro de 2004, regulamenta o gerenciamento de resíduos de serviços de saúde. Segundo a resolução, todo e qualquer serviço relacionado ao atendimento à saúde humana ou animal deve elaborar um Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS).

O descarte de medicamentos, previsto pela Anvisa, precisa garantir o manejo e a destinação ambientalmente correta dos resíduos. No Brasil, o Decreto nº 10.388, de 5 de junho de 2020, também regulamenta o sistema de logística reversa que coleta a embalagem de medicamentos e os remédios, com a participação e a responsabilidade dos fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes e consumidores. 

Como deve ser feito o descarte dos medicamentos?

Agora que você sabe mais sobre descarte de medicamentos e seus impactos socioambientais, é hora de colocar a mão na massa. Em vez de jogar seu medicamento no lixo, pia ou privada, que tal aprender como descartar remédios? Para fazer o descarte correto de medicamentos você tem de separar os vencidos dos que ainda estão dentro do prazo, e em bom estado. 

Onde jogar remédio vencido?

O descarte de medicamentos vencidos pode ser feito em diversas farmácias, drogarias e unidades básicas de saúde (UBS). Segundo o regulamento da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), todos os serviços relacionados ao atendimento à saúde devem ter um Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS) que garanta que as pessoas tenham onde jogar medicamento fora depois de seu uso. 

Se você tem na sua gaveta um medicamento vencido há 2 meses — ou menos, tomar remédio vencido não é indicado em nenhuma situação — talvez seja melhor encontrar um ponto de descarte de medicamentos fora da validade.

Onde doar remédios?

Outra alternativa é encontrar onde entregar medicamentos dentro do prazo. Se sua cartela de remédios ainda estiver dentro do prazo de validade, você pode entrar em contato com instituições ou farmácias solidárias. Esses locais fazem a coleta de medicamentos dentro da validade e repassam para outras pessoas que precisam.

Alguns dos pontos de coleta são:

O que fazer com a caixa de remédio?

A embalagem de remédio, os frascos e as bulas são partes que não entram em contato com o produto em si. Por isso, você pode descartar sua caixa de medicamentos no lixo reciclável, mas evite cortá-la para que não perca seu valor de reciclagem. 

Como fazer sua parte?

Você já sabe como funciona a coleta de medicamentos vencidos e dentro do prazo de validade, e como se livrar das embalagens de medicamentos, portanto, pode passar isso adiante. Ao levar essas informações para os seus parentes, amigos e conhecidos, você pode ajudar o planeta na luta contra problemas como aquecimento global, extinção de espécies e destruição da fauna e flora.

Com um ato simples como ensinar alguém a como descartar remédio vencido, você se torna um apoiador das causas ambientais. Outra forma de ajudar é se filiando a instituições voluntárias que fazem coleta deste tipo de resíduo sólido.