Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Numerosos estudos mostraram que a dieta mediterrânea pode ser benéfica para a saúde

A dieta mediterrânea é um Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade que compõe o conjunto de conhecimentos, práticas, rituais, tradições e símbolos relacionados com as culturas agrícolas, pecuárias e culinárias dos países que circundam o mar mediterrâneo, principalmente a Itália e a Grécia, na década de 1960.

Numerosos estudos mostraram que a dieta mediterrânea pode ser muito benéfica para a saúde, contribuindo para a perda de peso, prevenção de ataques cardíacos, derrames, diabetes tipo 2 e morte prematura.

Benefícios da dieta mediterrânea

Diversas pesquisas científicas evidenciaram os benefícios da dieta mediterrânea. Um estudo que acompanhou 7.447 pessoas descobriu que aquelas que aderiram à dieta apresentaram significativamente menos problemas cardiovasculares do que as que não aderiram.

Além disso, a dieta mediterrânea está associada a um melhor desempenho cognitivo e menores taxas de demência em idosos. Em um estudo, a adesão rigorosa à dieta mediterrânea ou à dieta MIND também coincidiu com o início tardio de Parkinson em até oito anos.

Outra pesquisa observou que adultos que seguiam a dieta tiveram pontuações mais altas em uma série de testes de memória e raciocínio. A maior ingestão de folhas verdes e menor ingestão de carne vermelha são os componentes que parecem estar mais associados a melhores habilidades de raciocínio.

A dieta mediterrânea implica um estilo de vida mais saudável, com alimentos frescos e ricos em fibras, tais como vegetais e leguminosas. A ingestão de fibras, por sua vez, promove, uma digestão saudável e pode reduzir o risco de câncer de intestino e doenças cardiovasculares.

Diante desse cenário, esse tipo de dieta se tornou um meio de melhorar a saúde. Entretanto, não há um caminho único para segui-la, pois há muitos países ao redor do mar mediterrâneo e as pessoas em diferentes regiões podem ter desenvolvido modos distintos de se alimentar. Por isso, a concepção de dieta mediterrânea é composta por diretrizes gerais, que podem se adaptar às necessidades individuais de cada pessoa.

Basicamente, a dieta mediterrânea não inclui alimentos como:

  • Açúcar refinado: que pode ser encontrado em refrigerantes, doces, sorvetes, biscoitos, etc;
  • Grãos refinados: pão branco, massa feita com trigo refinado, bolachas, bolos;
  • Gorduras trans: encontradas na margarina e outros alimentos processados.
  • Óleos refinados: óleo de soja, óleo de canola, óleo de semente de algodão, etc;
  • Carne processada: salsichas processadas, presunto, hambúrguer, linguiça;
  • Alimentos altamente processados.

Esse tipo de dieta inclui:

O que beber na dieta mediterrânea

A água e o vinho tinto (uma taça por dia) são as bebidas mais consumidas na dieta mediterrânea.

No entanto, isso é completamente opcional, e o vinho deve ser evitado por qualquer pessoa que sofra de alcoolismo ou que tenha problemas com álcool.

Café e chá também são completamente aceitáveis, mas sem açúcar.

Para dar início a uma dieta mediterrânea tente mudar sua forma de fazer compras. Escolha a opção menos processada possível, que seja orgânica e feita de trigo sarraceno.

As opções animais, além de não serem sustentáveis, no mundo de hoje, não são tão saudáveis quanto as opções vegetais. Por isso, se você puder evitá-las é melhor. Entenda melhor esse tema nas matérias:

É melhor limpar todas as tentações não saudáveis de sua casa, incluindo refrigerantes, sorvetes, doces, pão branco, biscoitos e outros alimentos processados.

Embora não exista uma dieta mediterrânea definida, esta forma de alimentação é geralmente rica em alimentos vegetais saudáveis ​​e relativamente baixa em alimentos de origem animal, apesar de conter raramente peixes e frutos do mar.

Você encontra um mundo inteiro de informações sobre a dieta mediterrânea na internet, e muitos livros a respeito. Mas lembre-se de manter uma dieta saudável a longo prazo e de alimentar-se com prazer.

Se você está em busca de emagrecer, procure a ajuda profissional de um nutricionista e tente alternar seus hábitos aos poucos, sem restrições exageradas e incluindo a práticas de exercícios físicos e autocuidado natural.