Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

O brócolis protege o coração, melhora o intestino e fortalece a imunidade

Brócolis é um vegetal crucífero da espécie Brassica oleracea e de cor verde-escura. Ele é fonte de ácido fólico, antioxidantes, fibras, cálcio e vitaminas A e C. De origem européia, o brócolis é cultivado desde a época do Império Romano, sendo considerado um valioso alimento até os dias atuais. Saiba mais sobre esse vegetal e veja bons motivos para incluí-lo em sua dieta.

Benefícios do brócolis

O brócolis é rico em fenóis, flavonoides, selênio e vitamina C, elementos que lhe confere as propriedades de aumentar a atividade enzimática, favorecendo a absorção de nutrientes e inibindo as nitrosaminas (substâncias carcinogênicas). Além disso, esse alimento combate os radicais livres, protege contra doenças cardíacas e circulatórias, melhora a imunidade celular e tem propriedade antioxidante. É também rico em fibras, favorecendo a regulação da função intestinal.

  • Ajuda no emagrecimento;
  • Tem ação desintoxicante;
  • Ajuda no combate ao câncer;
  • Ajuda a controlar o colesterol e as doenças cardíacas;
  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Combate radicais livres;
  • Ajuda a regular o intestino.
Brócolis
Imagem de  Louis Hansel em Unsplash

Como consumir brócolis?

A melhor forma de consumir o brócolis é por meio das suas folhas e talos cozidos ao vapor durante cerca de 20 minutos para evitar a perda de vitamina C. Também é possível ingeri-lo cru em saladas e em sucos.

Como dito anteriormente, o consumo desse vegetal ajuda a melhorar o sistema imunológico e aliviar a prisão de ventre.

Brócolis pode ajudar a combater câncer de pele, segundo pesquisa

De acordo com Sally Dickinson, professora assistente de pesquisa no Departamento de Farmacologia e membro do Centro de Câncer da Universidade do Arizona, o brócolis pode auxiliar na prevenção ao câncer de pele. O foco de sua pesquisa esteve em como o sulforafano, um composto produzido naturalmente em certos vegetais, como o brócolis, e que possui propriedades quimiopreventivas estabelecidas, poderia ser usado para ajudar os pacientes a reduzir o risco de câncer de pele.

Durante a execução de seu estudo, a doutora aplicou pequenas doses de sulforafano à pele dos seus pacientes, como se fosse um protetor solar. Segundo ela, a busca por melhores métodos de prevenção do câncer de pele em formatos acessíveis e gerenciáveis para uso público é intensa porque, mesmo com a maior consciência sobre a exposição solar limitada e o uso de protetores solares, ainda estão aparecendo muitos casos de câncer de pele. Sua pesquisa revelou que o sulforafano é altamente eficaz na inibição dos caminhos cancerígenos enquanto ativa genes quimioprotetores.

Além de ajudar a combater câncer de pele, o brócolis pode ajudar a prevenir o aparecimento de tumores malignos no organismo humano e ainda auxiliar pacientes que tratam outros tipos de câncer a driblar os efeitos dos tratamentos quimioterápico e radioterápico.

Chamados de alimentos quimiopreventivos, o brócolis, assim como os alimentos da cadeia das crucíferas (couve, rúcula, agrião, couve de bruxelas, couve-flor, mostarda) é um vegetal rico em glucosinolatos, substância que após passar pelo processo de hidrólise enzimática (no caso da ingestão, a mastigação promove esse processo), se transforma em sulforafano, que já se provou ser um dos agentes quimiopreventivos mais potentes que agem dentro das células, e em Indol 3 Carbinol, fitonutriente que age como antitumoral, anti-inflamatório, antineoplásica e antioxidante.

Dessa maneira, incluir o brócolis na dieta pode trazer inúmeros benefícios para o organismo.