Conheça cinco alimentos naturais com propriedades anti-inflamatórias

eCycle

Especialistas explicam a importância de alimentos anti-inflamatórios no nosso dia a dia

Acrescentar alimentos anti-inflamatórios na dieta fortalece o corpo e a imunidade

Pode ser que você não saiba, mas existem alimentos naturais com funções anti-inflamatórias e que podem ser primordiais para nossa saúde. Eles que adquiriram tais propriedades devido à evolução.

Certos vegetais e fungos desenvolveram, ao longo do tempo, um sistema de defesa natural que ajuda na proteção contra os predadores. Sharon Palmer, a autora de The Plant Powered Diet afirma que, como a planta não pode simplesmente se levantar e sair correndo para fugir de insetos, raios solares e vírus, o meio selecionou os exemplares que desenvolveram resistência anti-inflamatória. E o mais legal disso é que essas propriedades são passadas para o corpo humano por meio de ingestão de tais vegetais.

O que é inflamação?

Em qualquer infecção ou lesão, nosso organismo desenvolve a inflamação como um mecanismo de defesa que faz parte do processo de cura. Por exemplo, se você torce seu tornozelo e ele incha, isso é um sinal para alertá-lo sobre a lesão no local. Em princípio, ele te ajuda a proteger contra traumas piores. Mas ele pode se tornar um problema quando o agente infeccioso real não foi eliminado - então o corpo sozinho não consegue encerrar a resposta inflamatória. Desse modo, de acordo com Julie Daniluk, nutricionista e apresentadora do programa The Healthy Gourmet, uma inflamação benéfica pode se tornar crônica, o que é um problema.

Certas doenças, como diabetes, estão ligadas à inflamação crônica. Doenças cardíacas e inflação também têm ligação, assim como, possivelmente, certos tipos de câncer, novamente segundo Daniluk.

Mas mesmo, que você não apresente nenhum tipo de problema, seguir uma dieta com alimentos anti-inflamatórios só vai te fazer bem. Conheça cinco deles:

Couve

A couve foi eleita como o “alimento mais rico em nutrientes do planeta”, diz Daniluk. O vegetal tem muitas vitaminas - uma porção contém 121 miligramas de ômega-3, ácidos graxos e 94,2 miligramas de ômega-6. Você pode consumir a couve como comida (saladas, farofas, refogadas e outras formas) e até como bebida (confira aqui uma dica).

Cogumelos

Os cogumelos shiitakes contêm uma propriedade que aumenta e contribui com a imunidade na hora de combater uma infecção. Eles também possuem características antimicrobianas e atualmente são utilizados para tratamentos de cancro. Esse tipo de cogumelo é muito mais forte do que os cogumelos tradicionais. Julie diz que “os polissacarídeos encontrados nesse tipo de cogumelos podem reduzir os efeitos de comprometimento do sistema imunológico”.

Gergelim e sementes de cânhamo

Muitas vezes, nosso próprio sistema imunológico ataca o nosso tecido, como nos casos da artrite reumatoide ou do lúpus. Isso é um excesso de resposta do sistema imunológico e a evidencia que precisamos de um “controlador imunológico” para manter as coisas normais. “Essas duas sementes contêm esteróis vegetais que contribuem a modular o sistema imunológico a reduzir uma reação exagerada”, diz Julie. As sementes são extremamentes ricas em vitaminas B1, B3 e E, sem contar que cálcio, ferro, magnésio, manganês, zinco também presentes ajudam o equilíbrio imunológico.

Abóbora

Abóboras são ricas em carotenoides, que são os antioxidantes - funcionam como uma proteção contra o excesso de radicais livres no organismo, que podem causar envelhecimento precoce e até câncer. O composto betacaroteno é preventivo contra condições inflamatórias da pele e dos pulmões.

Bluberries (Mirtilos)

A fruta contém polifenóis também encontrados em uvas, vinho tinto e repolho roxo. Quanto mais escura a cor do fruto ou vegetal, maior o teor antioxidante e anti-inflamatório.

No entanto, não basta apenas que você direcione uma dieta a base de alimentos anti-inflamatórios, é necessário que sua alimentação seja balanceada e saudável. Se você deseja incluir mais alimentos anti-inflamatórios além dos apresentados, tomate, nozes, peixes de água fria, chocolate escuro, linho, sementes de chia e chá verde são boas opções, que sempre devem ser acompanhadas por atividades físicas regulares para manter seu organismo saudável.


Veja mais:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail