Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Confira as propriedades do gérmen de trigo e quais seus benefícios para a saúde

A parte comestível do grão de trigo possui três partes: o farelo, o gérmen e o endosperma. O farelo é a parte externa do grão e o endosperma, a interna. Já o gérmen de trigo é a parte do grão de trigo responsável pela reprodução da planta, o que corresponde apenas a 3% do grão no total. Na maioria das vezes, ele é removido durante o processo de produção e comercialização do trigo em suas diversas formas. 

Porém, mesmo pequeno, é um grande componente nutricional do alimento. Acredita-se que gérmen de trigo é a parte mais saudável da planta, e que ele possui diversos benefícios à saúde. 

Comumente encontrado em granolas, cereais e pães, ele pode ser consumido quente ou frio, e adicionado em diversas receitas diferentes. Em receitas mais saudáveis, ele pode substituir a farinha de pão. Muitas vezes é consumido em formato de grão, mas também é comercializado em forma líquida ou cápsulas de gel. Pode ser um aditivo de alimentos ou suplemento nutricional. 

Informações nutricionais

O gérmen de trigo é uma fonte de energia, além de ser rico em fibra, proteína e carboidratos complexos. Entre suas vitaminas, estão a vitamina E, folato e vitamina B6. O alimento também possui ferro, zinco, potássio, magnésio, cálcio, fósforo, riboflavina e outros minerais, além de ser uma fonte vegetal de ômega 3.

Benefícios 

Esse alimento possui diversos benefícios à saúde, mesmo não sendo comido em sua forma natural. Quando incorporado na dieta, ele pode: 

Fazer a manutenção das funções naturais do corpo

A variedade de minerais do gérmen de trigo auxilia o organismo a exercer diversas funções. Enquanto o zinco é responsável pelo fortalecimento do sistema imunológico, por exemplo, o fósforo e o cálcio trabalham na reparação e crescimento de tecidos do corpo. 

O seu alto perfil nutricional pode ajudar áreas diferentes do organismo, beneficiando quase o corpo todo com suas propriedades. 

Melhorar a digestão 

Como todo alimento rico em fibra, o gérmen de trigo é ótimo para regular o sistema digestivo. As fibras alimentares são responsáveis por manter movimentos intestinais regulares e saudáveis, além de ajudar a regular os níveis de colesterol do sangue. 

Agir como antioxidante

A vitamina E presente no gérmen de trigo possui diversas propriedades antioxidantes. Pesquisas indicam que os antioxidantes são responsáveis pela diminuição da presença de radicais livres no organismo. Contudo, fontes naturais dessa propriedade, como o trigo, são melhores na prevenção de doenças. 

Retardar o envelhecimento 

Embora muitas vezes consumido como alimento, alguns cosméticos utilizam o gérmen do trigo como ingrediente principal em fórmulas anti-envelhecimento. As proteínas e vitaminas desse grão ajudam a pele e podem ser usados no tratamento de diversas condições, como eczema, psoríase e até mesmo queimaduras de Sol. 

Se consumido regularmente, ele pode ajudar a combater o aparecimento de rugas e a queda de cabelo. 

Ser uma fonte de energia

As vitaminas B que compõem o gérmen de trigo, como o folato, tiamina e B6 ajudam a converter carboidratos e gorduras em energia.

Reduzir os riscos de doenças cardiovasculares 

O gérmen de trigo possui fitoesteróis, substâncias que ajudam a diminuir a absorção de colesterol. Eles funcionam bloqueando os receptores de colesterol LDL (colesterol ruim) no intestino. Além disso, o octacosanol, presente no alimento, também ajuda a diminuir os níveis de colesterol LDL do sangue, contribuindo para a saúde do coração.

Como consumir

Como já mencionado, o gérmen de trigo possui diversas utilidades. Ele pode ser incorporado em diversas receitas tradicionais, como vitaminas e pães, ou até como cobertura de iogurtes, sucos e saladas. Não existe um modo certo ou específico para o seu consumo, podendo ser ingerido quente ou frio, as possibilidades são infinitas! 

Efeitos adversos e contraindicações

O alimento não é indicado para pessoas com intolerância ou alergia ao glúten, uma vez que é derivado do trigo. Ele também deve ser evitado para pessoas com dietas com baixo teor de carboidratos. O óleo de gérmen de trigo é rico em triglicerídeos, que estão associados a efeitos adversos em pessoas com doenças cardiovasculares. Portanto, também deve ser evitado. 

Seu consumo constante pode resultar no desenvolvimento de pedras nos rins, por conta de seus altos níveis de oxalato. 

Por outro lado, seus possíveis efeitos adversos incluem: diarreia, gases, náusea e tontura.

Dosagem

Afinal, quanto de gérmen de trigo consumir por dia?

Acredita-se que uma colher de sopa (cerca de 10 gramas) por dia já seja o necessário para usufruir de seus benefícios. Enquanto não existe uma dosagem específica, especialistas acreditam que essa quantidade oferece ótimos resultados.