Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Cogumelo é versátil e proporciona muitos benefícios à saúde, mas seu uso na indústria vai além da alimentação

O cogumelo é a estrutura reprodutiva produzida por fungos. É mais ou menos como o fruto de uma planta, mas as “sementes” que produz são, na verdade, milhões de esporos microscópicos que se formam nas guelras ou poros abaixo da tampa do cogumelo. Os esporos são levados pelo vento ou disseminados por outros meios, como alimentação de animais.

Se pousarem em um substrato adequado (como madeira ou solo), os esporos germinarão para formar uma rede de fios microscópicos de enraizamento (micélio) que penetram em sua nova fonte de alimento. Ao contrário do cogumelo, que surge e desaparece rapidamente, o micélio persiste, muitas vezes por muitos anos, extraindo nutrientes e enviando sua safra anual de cogumelos.

Tipos e usos do cogumelo

Cogumelo é o nome comum dado às frutificações de alguns fungos dos filos Basidiomycota e Ascomycota, pertencentes ao Reino Fungi. Os fungos diferem das plantas e animais na maneira como obtêm seus nutrientes. Geralmente, as plantas produzem seus alimentos usando a energia do sol (fotossíntese), enquanto os animais comem e digerem internamente seus alimentos. Já os fungos obtêm alimento decompondo a matéria orgânica do corpo de organismos mortos, promovendo reciclagem de nutrientes de forma natural no meio ambiente.

Existem vários tipos de cogumelos, dos venenosos aos alucinógenos (como o Amanita muscaria). Os comestíveis, no entanto, têm ganhado cada vez mais espaço na mesa do brasileiro, graças às suas impressionantes propriedades nutricionais. Com o aumento da procura por alternativas proteicas a alimentos de origem animal, o consumo de cogumelos – como shiitake, shimeji, paris, funghi secchi e portobello – vem crescendo a olhos vistos no Brasil.

E não é para menos: eles contêm grande quantidade de proteínas, vitaminas do complexo B, ácido fólico e antioxidantes benéficos à saúde. De produção sustentável, o cogumelo também pode ser usado com uma série de outros fins. Muitas pessoas, cientistas, empresas e start-ups estão aproveitando o poder do micélio para criar alternativas sustentáveis ​​para itens de uso diário ou como soluções para muitos problemas ambientais que enfrentamos atualmente.

Por exemplo, cogumelos têm sido alternativas sustentáveis ​​para fabricação de embalagens plásticas, limpar derramamentos de óleo e remover resíduos tóxicos após incêndios florestais severos. Outros usos incluem a produção de tijolos, isopor, carne e até roupas veganas. Na verdade, é um produto tão versátil que tem sido considerado por muitos o “salvador do planeta”.

Benefícios do cogumelo para a saúde

Os cogumelos são um alimento de baixa caloria, carregados com muitas vitaminas, minerais e antioxidantes que proporcionam bem-estar geral. Por exemplo, aqueles criados com exposição à luz ultravioleta são uma boa fonte de vitamina D, um componente importante para a saúde óssea e imunológica.

Eles também são ótimas fontes de selênio, cobre, tiamina, magnésio e fósforo. Uma xícara de cogumelos picados, com cerca de 300 gramas, é considerada a porção típica. Graças à sua textura e quantidade de proteínas, os cogumelos podem ser usados ​​como substitutos de carne em muitos pratos. Conheça seis benefícios do cogumelo para a sua saúde.

1. Mantém a pele jovem

Os cogumelos contêm uma concentração superelevada de dois antioxidantes, ergotioneína e glutationa. Quando esses antioxidantes estão presentes juntos, eles trabalham muito para proteger o corpo do estresse fisiológico que causa os sinais visíveis de envelhecimento, como as rugas.

2. Protege o cérebro

A ergotioneína e a glutationa também podem ajudar a prevenir o Parkinson e o Alzheimer, além de preservar a memória.

4. Auxilia na saúde do coração

Os cogumelos contêm ribonucleotídeos de glutamato, que proporcionam um sabor intenso, dispensando o excesso de sal. Uma xícara inteira de cogumelos contém apenas 5 mg de sódio!

Os cogumelos também são um substituto excelente e satisfatório para a carne vermelha em qualquer prato, eliminando calorias, gordura e colesterol da equação.

5. Ajuda a fortalecer os ossos

Os cogumelos marcados com UVB foram expostos à luz solar durante o período de crescimento (ao contrário dos cogumelos que são cultivados no escuro). Nesse processo, converteram um composto chamado ergosterol diretamente em vitamina D. Isso significa que, se você comer apenas 85 gramas de exposição aos raios UVB cogumelos, você atendeu às suas necessidades diárias de vitamina D e deu uma vantagem à saúde dos seus ossos.

6. Melhora os níveis de energia

Os cogumelos são ricos em vitaminas B: riboflavina [B2], folato [B9], tiamina [B1], ácido pantotênico [B5] e niacina [B3]. Isso ajuda o corpo a utilizar a energia dos alimentos que consumimos e a produzir glóbulos vermelhos, que transportam oxigênio por todo o corpo.

7. Aumenta a imunidade

Todos os tipos de cogumelos comestíveis contêm vários graus de proteína e fibra. Além disso, eles também contêm vitaminas B, bem como um poderoso antioxidante chamado selênio, que ajuda a apoiar o sistema imunológico e prevenir danos às células e tecidos.

Como adicionar o cogumelo à dieta?

  • Adicione cogumelos frescos na pizza caseira
  • Polvilhe na saladas
  • Cozinhe com alho e manteiga e consuma como acompanhamento
  • Use como ingrediente no molho de macarrão
  • Misture na carne cozida, frango ou peru
  • Faça sopa ou creme
  • Adicione em um refogado junto com outros vegetais
  • Consuma com ovos mexidos pela manhã

Riscos e precauções

Os cogumelos comestíveis não causam problemas à saúde, exceto se você apresentar reação alérgica ao alimento. No geral, eles podem ser consumidos à vontade. O importante é evitar o consumo de cogumelos silvestres, que podem ser venenosos e potencialmente mortais, bem como de cogumelos alucinógenos, que podem trazer prejuízos à saúde.