Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Aprenda a cuidar bem da saúde do seu rim, um órgão com funções muito importantes para o corpo humano

Imagem de Robina Weermeijer em Unsplash

O rim é um órgão do tamanho um punho, localizado na parte inferior das costelas. A maioria das pessoas possui dois rins, de ambos os lados da coluna, mas é possível levar uma vida normal com apenas um rim. Os rins desempenham várias funções no corpo, filtrando produtos residuais, excesso de água e outras impurezas do sangue. Esses resíduos são armazenados na bexiga e, posteriormente, expelidos pela urina.

Os rins também regulam os níveis de pH, sal e potássio no corpo e são responsáveis pela produção de hormônios que regulam a pressão arterial e controlam a produção de glóbulos vermelhos. Além disso, eles ativam uma forma de vitamina D, que ajuda o corpo a absorver cálcio para construir ossos e regular a função muscular.

Pressão alta, diabetes ou histórico familiar de insuficiência renal aumentam o risco de desenvolver doenças renais. No entanto, mesmo que você não se encaixe em nenhuma dessas categorias de risco, é fundamental cuidar da saúde dos seus rins.

Tipos de doença renal

Doença renal crônica

A forma mais comum de doença renal é a crônica, cuja principal causa é a hipertensão. Como seus rins estão constantemente processando o sangue do seu corpo, eles são expostos a cerca de 20% do seu volume total de sangue a cada minuto.

A pressão alta é perigosa para os rins porque pode levar ao aumento da pressão nos glomérulos, as unidades funcionais dos rins. Com o tempo, essa pressão alta compromete o aparelho de filtragem dos rins e seu funcionamento diminui.

Eventualmente, a função renal se deteriorará a ponto de eles não conseguirem mais realizar seu trabalho adequadamente, e você terá que fazer diálise. A diálise filtra fluidos e resíduos de seu sangue, mas não é uma solução de longo prazo. Eventualmente, você pode precisar de um transplante de rim, mas isso depende da sua situação particular.

O diabetes é outra causa importante de doença renal crônica. Com o tempo, os níveis descontrolados de açúcar no sangue danificam as unidades funcionais do rim, levando também à insuficiência renal.

Pedras nos rins

Outro problema renal comum são as pedras nos rins. Minerais e outras substâncias no sangue podem se cristalizar nos rins, formando cálculos ou pedras, que geralmente são eliminados do corpo na urina. A passagem do cálculo renal pode causar dor, mas raramente provoca problemas significativos.

Glomerulonefrite

A glomerulonefrite é uma inflamação dos glomérulos, estruturas microscópicas dentro dos rins que realizam a filtração do sangue. A glomerulonefrite pode ser causada por infecções, medicamentos, anomalias congênitas e doenças autoimunes. Essa condição pode melhorar por conta própria ou exigir medicamentos imunossupressores.

Doença renal policística

Os cistos renais individuais são bastante comuns e geralmente inofensivos, mas a doença renal policística é uma doença separada e mais séria. A doença renal policística é uma doença genética que faz com que muitos cistos, sacos redondos de líquido, cresçam dentro e na superfície dos rins, interferindo na função renal.

Infecções do trato urinário

A infecção urinária é a infecção bacteriana de qualquer parte do sistema urinário. As infecções na bexiga e na uretra são mais comuns. Elas costumam ser facilmente tratáveis ​​e ter poucas consequências de longo prazo. No entanto, se não forem tratadas, essas infecções podem se espalhar para os rins e levar à insuficiência renal.

Como manter a saúde dos rins

Pratique exercícios físicos regularmente

O exercício físico regular ajuda a diminuir o risco de doença renal crônica e também pode reduzir a pressão arterial e melhorar a saúde do coração, fatores importantes para prevenir danos aos rins. Assim como uma dieta balanceada, a atividade física regular pode evitar o ganho de peso e a hipertensão. 

Controle o nível de açúcar no sangue

Pessoas com diabetes, ou uma condição que causa alto nível de açúcar no sangue, podem desenvolver danos aos rins. Quando as células do seu corpo não podem usar a glicose (açúcar) do sangue, os rins são forçados a trabalhar mais para filtrar o sangue. Ao longo de anos de esforço, isso pode levar a danos fatais.

Monitore a pressão arterial

A hipertensão pode causar danos aos rins. Se a hipertensão arterial ocorre com outros problemas de saúde, como diabetes, doenças cardíacas ou colesterol alto, o impacto em seu corpo pode ser significativo.

Hidrate-se

Não há mágica por trás do conselho clichê de beber oito copos de água por dia, mas é um bom objetivo precisamente porque o incentiva a se manter hidratado. A ingestão regular e consistente de água é saudável, porque ajuda seu corpo o sódio e as toxinas dos rins, além de reduzir o risco de doença renal crônica.

Livre-se do tabagismo

Fumar danifica os vasos sanguíneos do seu corpo, o que diminui o fluxo de sangue nos rins. Quando os rins não têm fluxo sanguíneo adequado, eles não podem funcionar em níveis ideais. Fumar também aumenta o risco de hipertensão, bem como o risco de câncer renal.

Cuidado com medicamentos e suplementos à base de ervas

Tenha cuidado com suplementos e remédios à base de ervas. Quantidades excessivas de certos suplementos vitamínicos e alguns extratos de ervas podem ser prejudiciais para os rins. Além disso, as pílulas comuns sem receita, como ibuprofeno e naproxeno, podem causar danos aos rins se ingeridas com regularidade por um período prolongado.

Busque orientação médica em caso de dúvidas.

Se você pertence a um dos seguintes grupos de risco, fazer um teste de função renal periodicamente pode ser uma boa ideia para prevenir problemas futuros:

  • Está na faixa etária acima dos 60 anos
  • Nasceu com baixo peso
  • Têm histórico familiar de doenças cardiovasculares ou hipertensão
  • Apresenta obesidade
  • Tem pressão alta ou diabetes

Mantenha uma dieta equilibrada

Uma dieta equilibrada, rica em frutas e alimentos com alto teor de água, é ideal tanto para quem sofre com problemas nos rins, como para quem simplesmente deseja cuidar bem deles para preservá-los saudáveis ao longo da vida. Invista em muita água, frutas como cranberry, maçã, melancia e toranja, pimentão vermelho, cogumelos e farinha de aveia.

As dietas ricas em proteínas devem ser evitadas, especialmente se forem provenientes de alimentos de origem animal. Também é aconselhável reduzir a ingestão de alimentos ricos em fósforo se você tiver doença renal.

Os alimentos de origem animal contribuem para a inflamação, enquanto os alimentos com alto teor de fósforo podem causar cálculos renais. Se você não tem doença renal crônica nem problemas para urinar, adicione mais alguns alimentos ricos em potássio às suas refeições. O potássio é rico em frutas, vegetais e até mesmo alguns grãos inteiros, nozes e sementes.


Fontes: One Green Planet, Healthline e Cleveland Clinic


Veja também: