Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Afasia é um problema na fala causado por danos em partes do cérebro que controlam a habilidade de falar e de entender a linguagem. A afasia pode aparecer de um dia para o outro, sendo causada por derrames ou lesões cerebrais, ou se desenvolver com o tempo, devido a um tumor ou doença neurológica progressiva.

Pessoas que têm afasia desenvolvem dificuldade em se expressar pela fala, entender a linguagem e ler. Este tipo de condição também pode coexistir com outros transtornos de fala, como disartria (fraqueza dos músculos da fala) e apraxia da fala (disfunção cerebral que impede que a pessoa faça alguns movimentos), que também são resultados de danos cerebrais. 

A maior parte dos indivíduos que desenvolvem afasia é de meia idade, ou um pouco mais velha. No entanto, qualquer pessoa pode apresentar o transtorno, desde crianças até jovens e adultos. 

Dependendo da área afetada no cérebro, o indivíduo com afasia pode ter diferentes níveis de habilidade quando se trata de falar e entender a linguagem dos outros. 

Principais tipos de afasia

Afasia expressiva: também conhecida como afasia de broca ou não fluente. Quem sofre de afasia expressiva entende melhor a fala dos outros, e tem mais dificuldades de se comunicar.  Esses indivíduos não conseguem externalizar as palavras, e acabam emitindo frases curtas com omissões de palavras;

Afasia compreensiva: também chamada de afasia fluente ou afasia de Wernicke. Este padrão da condição faz com que a pessoa fale de forma mais fácil e fluente frases complexas. No entanto, essas frases não fazem sentido e costumam ter palavras irreconhecíveis, incorretas e desnecessárias. Essas pessoas não entendem os outros muito bem, e não percebem que os outros não a entendem facilmente;

Afasia global: este tipo de afasia é caracterizado pela baixa compreensão e a dificuldade de formar palavras e frases. A afasia global é resultado de danos sérios na área do cérebro responsável pela linguagem. Indivíduos que sofrem de afasia global também desenvolvem problemas de expressão e compreensão.

Sintomas da afasia 

Existe uma lista de sintomas que pode apontar que uma pessoa está desenvolvendo afasia ou tendo um derrame, que pode resultar na condição. Uma pessoa com afasia costuma:

  • Falar frases curtas e incompletas;
  • Falar frases que não fazem sentido;
  • Substituir uma palavra com outra, ou um som por outro;
  • Falar palavras irreconhecíveis;
  • Não entender a conversa dos outros;
  • Escrever frases que não fazem sentido.

 Causa da afasia 

A afasia se desenvolve devido a um dano em uma ou mais áreas da linguagem no cérebro. A maior parte dos quadros de afasia é em decorrência de derrames, que acontecem quando um coágulo de sangue, uma veia com vazamento, ou que estourou, corta o fluxo sanguíneo em parte do cérebro.  

Quando as células cerebrais deixam de receber o sangue necessário para carregar nutrientes e oxigênio, elas morrem. Além do derrame, golpes graves na cabeça, ferimentos de bala, infecções cerebrais e doenças neurológicas progressivas, como o Alzheimer, podem causar afasia

Diagnóstico da afasia 

Quem costuma diagnosticar a afasia é o médico responsável por tratar o dano cerebral que a pessoa sofreu. A maior parte dos indivíduos precisa passar por uma ressonância magnética, ou tomografia computada, que possa escanear o cérebro e confirmar a presença de uma lesão para identificar o local correto do dano. 

Além disso, o médico precisa fazer com que o indivíduo passe por testes para descobrir a habilidade dele em entender a linguagem e falar. É comum que ele receba comandos para responder questões, nomear objetos, e tentar manter uma conversa. 

No caso do profissional de saúde suspeitar de um caso de afasia, ele irá transferir o paciente para um especialista de patologia da fala-língua. Esse profissional vai realizar um exame sobre todas as habilidades de comunicação do paciente. A capacidade de falar, expressar ideias, conversar socialmente, entender a linguagem, ler e escrever são levadas em conta. 

Tratamento de afasia 

Em pessoas com algum tipo de dano cerebral, o tratamento da afasia começa com o tratamento da lesão. Esses indivíduos conseguem desenvolver sua fala e compreensão da linguagem com o passar do tempo. No entanto, além das técnicas para tratar a lesão cerebral, são aplicadas outras terapias.

As mais conhecidas e usadas são a terapia da fala e da língua, de comunicação não verbal – utilizando de computadores e imagens – e terapias em grupo, com os pacientes e seus entes queridos. Todos esses métodos têm o intuito de melhorar a vivência do indivíduo com afasia e reduzir os seus sintomas.

Papel da família 

Muitas vezes, a afasia acaba deixando as pessoas solitárias. Isso porque, devido à sua dificuldade de se comunicar e compreender os outros, elas encontram obstáculos para formar laços. Por esse motivo, é muito importante que a família ofereça apoio para que esse indivíduo não acabe isolado, sempre fazendo o possível para o incluir no dia a dia. Confira a seguir algumas atitudes que podem ser tomadas por entes queridos de quem sofre com afasia:

  • Inclua a pessoa com afasia nas conversas;
  • Simplifique a linguagem, usando frases curtas;
  • Repita palavras chaves, e escreva elas, esclarecendo seu significado se for preciso;
  • Converse de forma natural, deixando claro que vocês dois estão no mesmo patamar de compreensão;
  • Encoraje todos os tipos de comunicação, incluindo a fala, gestos e desenhos;
  • Não corrija a fala da pessoa;
  • Dê à pessoa tempo o suficiente para ela se expressar;
  • Ajude o indivíduo a ter relações fora de casa, visitando grupos de apoio ou encontrando amigos.