Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Descubra os benefícios da shantala, técnica de massagem indiana desenvolvida para ser aplicada em bebês

Shantala é uma técnica de massagem de origem indiana, inspirada na Medicina Ayurvédica, desenvolvida para ser aplicada em bebês. Entre os inúmeros benefícios da shantala, ela proporciona alívio das cólicas, promove bem-estar e fortalece o vínculo afetivo de mãe e pai com o bebê. A técnica é ancestral e foi trazida para o ocidente na década de 1970 pelo obstetra francês Dr. Frédérick Leboyer, que ficou fascinado ao ver uma mulher em Calcutá massageando seu filho.

A shantala é definida pela simplicidade, belos movimentos rítmicos e grandes benefícios para bebês e crianças. É uma forma de massagem aplicada em todo o corpo do bebê, que na Índia faz parte da rotina diária de cuidados. As experiências no primeiro ano de vida têm um impacto substancial no desenvolvimento físico, emocional e psicológico de uma criança. Por isso, fazer massagem no seu bebê pode fazer toda a diferença nesse período.

Além disso, a shantala é uma maneira de os pais se comunicarem com os bebês sem a necessidade de palavras. Afinal, a linguagem do corpo é a única que o bebê é capaz de entender. A partir do primeiro mês de vida, a criança já está apta a receber a massagem.

Benefícios da shantala

  • Alivia cólicas
  • Aumenta a imunidade
  • Promove consciência corporal
  • Auxilia no desenvolvimento de bebês prematuros
  • Transmite segurança para o bebê
  • Traz confiança para o bebê
  • Fortalece o vínculo afetivo e a intimidade
  • Auxilia no processo de digestão

Como aplicar a shantala no seu bebê: passo a passo

A shantala é uma massagem que consiste em aplicar movimentos lentos e harmônicos ao longo do corpo do bebê. Através do toque, a mãe ou o pai estabelecem uma conexão com a criança, e a presença do outro é sentida de forma mais intensa. Esse contato proporciona essencialmente segurança, aconchego e conforto. A shantala, além de ser uma massagem preventiva, restaura o calor do útero e a ligação direta com a mãe.

Face

  1. Comece pelas sobrancelhas. Junte os dedos indicadores e médios e posicione-os acima de uma das sobrancelhas do bebê, fazendo um movimento circular na testa. Depois, repita na outra sobrancelha.
  2. Passe pelas pálpebras e deslize até as bochechas, com os dedos polegares. Em seguida, contorne o rosto do bebê, com os polegares das duas mãos, suavemente, ao longo das laterais.
  3. Posicione os polegares das duas mãos no centro da testa do bebê e deslize repetidas vezes para os lados, como que contornando as sobrancelhas.

Braços, mãos e tronco

  1. Com as duas mãos no peito do bebê, faça movimentos suaves e circulares, do centro do tronco até as laterais.
  2. Com uma mão, toque no ombro do seu filho e faça movimentos diagonais cruzando seu tronco, de cima para baixo. Repita no outro ombro.
  3. De cima para baixo, deslize uma mão, com movimentos suaves, desde o início do abdômen do bebê até o final. Repita, em seguida, com a outra mão.
  4. Com uma das mãos, segure o braço do bebê, próximo do ombro. Enquanto isso, deslize até o pulso a outra mão, em movimentos gentis. Vá alternando as mãos. Repita o processo no outro braço. Ao final, repita os movimentos com as duas mãos, dirigindo os movimentos do ombro até o pulso do bebê.
  5. Massageie a palma das mãos do bebê, indo do centro em direção aos dedos. Faça os movimentos lentamente, em um dedo de cada vez.

Costas e pernas

  1. Segure o pé do bebê e levante gentilmente uma das pernas, com uma única mão. Com a outra mão, deslize da coxa até o tornozelo, em movimentos suaves e repetidas vezes. Vá alternando as mãos. Faça o processo nas duas pernas, uma de cada vez.
  2. Massageie os pés. Comece pela planta, fazendo movimentos do centro para as laterais, e depois um dedinho de cada vez.
  3. Vire seu filho de lado, gentilmente. Coloque uma das mãos sobre o bumbum, para sustentar o corpo do bebê na posição correta. Com a outra mão, massageie as costas, a partir da nuca, passando pela coluna até o bumbum, em movimentos suaves.
  4. Ponha o bebê na posição de bruços. Massageie dos pés até a nuca, em movimentos de vaivém, gentilmente.
  5. Posicione as mãos nas costas do bebê e faça movimentos circulares por toda a região, repetidas vezes.
  6. Vire o bebê de barriga para cima. Segure as mãozinhas e cruze seus braços, de modo que eles se encontrem na região do peito. Alongue os membros com gentileza e cuidado; então, cruze-os novamente. Repita o procedimento com as perninhas do bebê.

Dicas para fazer shantala

Para deixar o bebê mais confortável, evite mantê-lo vestido com alguma peça de roupa durante a massagem. Escolha um local aquecido, para evitar que ele sinta frio. Se preferir, enquanto se concentra em uma região do corpo, mantenha outra coberta com um lençol suave.

Caso queira usar óleos essenciais para facilitar o deslizamento das mãos, dê preferência a produtos vegetais, naturais, atóxicos e sem aromas muito fortes, para não causar alergia no bebê. Finalize a massagem com um banho quente.

A shantala não é recomendada se o bebê estiver com sintomas de febre, diarreia ou resfriado. Evite aplicar a massagem logo após a amamentação, pois pode causar refluxo. Higienize bem as mãos antes de começar a massagear o corpo do bebê.

Confira mais dicas no vídeo abaixo, disponível no canal do Ministério da Saúde: