Loja
Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo

Meio ambiente abrange os elementos físicos, químicos, biológicos e sociais que impactam seres vivos e atividades humanas

Meio ambiente é um “conjunto de condições, leis, influências e interações de ordem física, química e biológica que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas”, de acordo com a Política Nacional do Meio Ambiente.

Assim, o termo apresenta diferentes conotações, podendo ser analisado sob diversas perspectivas. Elas incluem: aspectos naturais, espaço urbano, locais onde as pessoas exercem suas atividades e patrimônios cultural, nacional e genético.

amazônia
Preservar 80% da Amazônia custa 7 vezes menos do que Europa gasta com suas áreas de proteção

A composição do meio ambiente envolve elementos bióticos, como plantas, animais e microrganismos. Mas também fazem parte do meio ambiente os elementos abióticos, como a atmosfera, os corpos hídricos, as rochas e solos e os fenômenos climatológicos.

O que é conservação e preservação do meio ambiente?

Os termos “preservação” e “conservação” ambiental têm significados diferentes, embora sejam frequentemente utilizados como sinônimos em conceitos relacionados ao meio ambiente.

Preservar o meio ambiente refere-se à proteção integral, sem interferência humana. Ela se faz necessária quando há risco de perda de biodiversidade, importante para a manutenção da vida no planeta. Essa perda pode ser de uma espécie, um ecossistema ou de um bioma como um todo.

Local de preservação e conservação
Entenda a diferença entre preservação e conservação

Por outro lado, a conservação ambiental está relacionada com o uso racional e sustentável dos recursos naturais. Dessa forma, garante-se sua existência para as gerações futuras. Na prática, esse conceito prevê a relação harmônica entre os seres humanos e a natureza.

As Áreas de Proteção Permanente (APP’s) podem ser entendidas como um exemplo de preservação, já que são áreas que possuem a finalidade de preservar os recursos naturais. Por isso, a exploração humana é estritamente proibida. Já as Unidades de Conservação (UC’s) podem ser consideradas como um exemplo de conservação. Isso porque estabelecem o uso sustentável ou indireto de áreas naturais.

Qual é a importância do meio ambiente?

Meio ambiente e sustentabilidade

De acordo com o artigo 225 da Constituição Federal, “todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações”.

Para que isso ocorra, é essencial a sua preservação e manejo de forma sustentável, em que os recursos possam ser utilizados de forma a não acarretar seu esgotamento, podendo ser usufruídos pelas gerações futuras. Esse é um dos princípios do desenvolvimento sustentável, que pretende unir desenvolvimento econômico e preservação ambiental.

Meio ambiente no Brasil

No Brasil, a Lei n° 6.938/81 dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente e institui o Sistema Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formação e aplicação. Essa é a mais relevante norma ambiental depois da Constituição Federal de 1988. Isso porque ela traçou toda a sistemática de políticas públicas brasileiras para o meio ambiente.

oceano
Preservar oceanos é fundamental para a manutenção da vida em todo o planeta, destaca chefe da ONU

Ela tem como objetivo a preservação, melhoria e recuperação da qualidade ambiental propícia à vida. Além disso, a Política Nacional do Meio Ambiente também busca assegurar condições ao desenvolvimento socioeconômico, aos interesses da segurança nacional e à proteção da dignidade da vida humana.

Vale ressaltar que o Ministério do Meio Ambiente é o órgão responsável pelas ações e políticas públicas ambientais no Brasil. Criado em novembro de 1992, ele tem como missão formular e implementar políticas públicas ambientais nacionais de forma articulada e pactuada com os atores públicos e a sociedade para o desenvolvimento sustentável.

árvores
Abricó-de-macaco e cambuci: novos conhecimentos sobre cultivo ajudam a preservar árvores da extinção

A visão de futuro do MMA é ser reconhecido pela sociedade e pelo conjunto de atores públicos por sua excelência, credibilidade e eficiência na proteção do meio ambiente.

Outras leis ambientais que podem ser citadas são:

  • Lei dos Crimes Ambientais – Lei n° 9.605 de 12 de fevereiro de 1998;
  • Lei de Recursos Hídricos – Lei n° 9.433 de 8 de janeiro de 1997;
  • Novo Código Florestal Brasileiro – Lei n° 12.651 de 25 de maio de 2012;
  • Política Nacional de Educação Ambiental – Lei n.º 9.795 de 27 de abril de 1999.

Acordos Internacionais relacionados ao meio ambiente

As questões ambientais vêm sendo abordadas no âmbito internacional desde a realização da Conferência de Estocolmo, em 1972. Após isso, elas também ganharam destaque na Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio-92 ou Eco-92), com a aprovação da Agenda 21. Esse instrumento é conhecido por conciliar métodos de proteção ambiental, justiça social e eficiência econômica.

Outros importantes acordos internacionais relacionados ao assunto são:

  • Protocolo de Montreal;
  • Protocolo de Kyoto;
  • Rio +10 – Cúpula Mundial sobre o Desenvolvimento Sustentável;
  • Rio +20 – Conferência da Organização das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável;
  • Acordo de Paris.
30 anos do Protocolo de Montreal: camada de ozônio deve voltar aos níveis de 1980 até 2050

Educação Ambiental

A Educação Ambiental pode ser entendida como “os processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade”, de acordo com a Política Nacional de Educação Ambiental.

Ela é um componente essencial e permanente da educação nacional, devendo estar presente, cada vez mais de forma articulada, em todos os níveis e modalidades do processo educativo, em caráter formal e não formal.

Ela ajuda na compreensão de conceitos ambientais, sustentabilidade, preservação e conservação. Além disso, constrói novos valores sociais para a conquista e a manutenção do direito ao meio ambiente equilibrado.

educação ambiental
Educação Ambiental: o que é e como surgiu

Problemas relacionados ao meio ambiente

Apesar de todos terem direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, ele vem sofrendo diversas intervenções humanas que causam prejuízo. Como essas alterações nem sempre são harmônicas e sustentáveis, elas geram problemas ambientais, como:

  • Poluição;
  • Queimadas;
  • Chuva ácida;
  • Efeito Estufa;
  • Desertificação;
  • Desmatamentos;
  • Extinção de espécies;
  • Mudanças climáticas;
  • Aquecimento Global;
  • Destruição da camada de Ozônio.

Por isso, preservar a natureza e o planeta Terra é extremamente importante.

Dia do Meio Ambiente

meio-ambiente
Foto de Matthew Smith na Unsplash

A Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu o dia 5 de junho como o Dia Mundial do Meio Ambiente (WED – sigla de World Environment Day) em 1972, dando início à Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, também conhecida como Conferência de Estocolmo.

O evento foi a primeira grande reunião de chefes de estado organizada pelas Nações Unidas para tratar das questões ambientais. Desde então, o Dia do Meio Ambiente é celebrado todos os anos, tendo sempre um tema e um país sede diferentes.  A data tornou-se a principal plataforma global para sensibilizar pessoas, organizações e países para a importância de proteger a natureza.

O dia é celebrado de inúmeras maneiras, em mais de 100 países, incluindo desde ações de limpeza de praias e plantio de árvores até a convocação de funcionários e parceiros para se envolverem e fazerem a sua parte. É também um ótimo momento para mostrar sua contribuição para a sociedade. Saiba mais sobre esse tema, acesse a matéria:

Dia-do-meio-ambiente
Dia do Meio Ambiente: o que é e importância

Como preservar o meio ambiente?

Aplique os 5 Rs da sustentabilidade

Ao buscar repensar seus hábitos, recusar o que pode se transformar em desperdício, reduzir o que for excessivo, reutilizar o que for possível e reciclar os resíduos produzidos, é possível contribuir para o alcance dos objetivos da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), em específico a:

“não geração, redução, reutilização, reciclagem e tratamento dos resíduos sólidos, bem como disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos”

Compartilhe informação

Ao melhorar seus conhecimentos sobre meio ambiente, você também pode ajudar outras pessoas a compreender sua importância e o valor dos recursos naturais. Isso também ajuda a aumentar o número de pessoas envolvidas na promoção de um meio ambiente mais saudável.

Engaje-se com sua comunidade

Entenda as demandas locais de onde habita e busque se conectar com outras pessoas para buscar soluções. Um exemplo de como a ação local pode ter um grande efeito quando replicada por várias comunidades é o Dia Mundial da Limpeza, que, por meio de ações voluntárias, mobiliza milhões de pessoas em centenas de países, removendo centenas de toneladas de “lixo” de ambientes naturais.

Conserve água e energia

Ao economizar energia elétrica e água, além de ajudar o meio ambiente, economiza dinheiro. Considere investir em uma cisterna, ainda que pequena, e tenha água para regar as plantas, lavar o carro e o quintal. Outro investimento que faz muito bem para o bolso e para o meio ambiente é em energia solar, a partir da aquisição de um aquecedor solar e/ou de um sistema de energia fotovoltaica.

É importante lembrar que o consumo de água e eletricidade doméstica é muito menor que o da agricultura e o da indústria, o que nos leva ao próximo ponto.

Energia fotovoltaica: como funciona e importância

Consuma de forma consciente

O consumo consciente engloba todos os tópicos anteriores. Tente criar o hábito de, antes de decidir consumir algum produto ou serviço, pensar em sua cadeia produtiva, considerando questões como:

  • Extração de recursos – quais são os recursos utilizados, como sua extração é feita e em qual dimensão
  • Produção – quais são os processos produtivos e suas consequências
  • Transporte – desde a extração dos recursos, quantas vezes um produto é transportado até chegar ao consumidor final e como isso é feito
  • Pessoas – quem são as pessoas envolvidas na cadeia produtiva e como elas são tratadas

Considerar esses pontos ajuda a tomar decisões conscientes e com maior potencial de redução de impactos socioambientais.


Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais