Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

O pó de pérola é um aditivo utilizado para produtos de cuidado com a pele que é usado desde a antiguidade

O pó de pérola é um ingrediente bastante encontrado em produtos de beleza. Ele pode ser encontrado como parte da composição de um produto ou ser vendido em uma embalagem separada. Para a produção deste tipo de pó, são usadas pérolas de ostras comumente rejeitadas pela indústria das joias. 

Aquelas pérolas que não têm a aparência boa para se tornarem colares e brincos, são moídas e transformadas em pó. Para obter o pó de pérola, é preciso ferver a pedra preciosa em água, depois disso, ela é moída e transformada em um pó fino de consistência parecida com a farinha de trigo.

O uso do pó de pérola para cuidados com a aparência não é um costume novo. Na antiguidade, em sociedades do Egito, China e Índia, os povos utilizavam o produto para manter uma pele brilhante. Para a medicina chinesa, o pó de pérola funciona como um desintoxicante com propriedades anti-inflamatórias e relaxantes.

Já na medicina Ayurveda, o pó de pérola é usado como um antídoto para intoxicação e para o envelhecimento precoce. A crença antiga de que o pó de pérola é um bom produto de beleza pode se dar por sua composição nutricional. Ela é rica em diversos nutrientes essenciais para o corpo humano. 

Valor nutricional do pó de pérola 

Aminoácidos: os aminoácidos são essenciais para o funcionamento do organismo. Eles estimulam a produção de colágeno pelas células da pele, promovem reparo e hidratação celular, protegem a pele da poluição e outros elementos externos.

Minerais: O pó de pérola contém cerca de 30 resíduos de minerais, incluindo magnésio e potássio. Ambos os minerais ajudam a manter a pele saudável.

Níveis altos de cálcio: A presença de cálcio no pó de pérola promove a regeneração da pele e a umidifica. Quando o pó de pérola é consumido oralmente, o cálcio  também ajuda a fortificar os ossos e luta contra a osteoporose.

Reforços antioxidantes: O pó de pérola reforça dois antioxidantes mais presentes no corpo humano: superóxido dismutase (SOD) e glutationa. Juntos, esses antioxidantes conseguem evitar doenças e aumentar a expectativa de vida de uma pessoa.  

Como usar pó de pérola 

O uso do pó de pérola pode ser feito de duas maneiras, por meio da ingestão ou do uso tópico. 

Uso tópico 

As propriedades luminescentes do pó de pérola permitem que ele seja usado em diversos produtos de beleza, principalmente base de pele, pó de fixação, blush e sombra. Ele também é adicionado em loções e primers, assim como máscaras faciais e esfoliantes. Se o produto não vier com o adicional do pó de pérola é possível adicioná-lo depois em casa.

O pó de pérola puro não é um produto tão fácil de se achar em mercados ou lojas físicas. No entanto, é possível encontrá-lo facilmente em algum site de vendas online. 

Uso oral 

A ingestão do pó de pérola também pode gerar alguns benefícios. Já que o pó não tem um sabor forte — quase não dá pra sentir o gosto —  é possível adicioná-lo em qualquer receita. Alguns estudos apontam que o seu consumo oral ajuda na produção de antioxidantes.  Não existem limites para qual a receita você acha melhor adicionar o pó de pérola. Porém, algumas pessoas preferem consumir o pó junto de um smoothie ou um shake

O pó de pérola também está presente na composição de produtos diários como a pasta de dente, apesar de não existirem muitos estudos a respeito de sua efetividade nos dentes. O consumo do pó de pérola por meio de comprimidos de suplementos também é algo possível. 

Cuidados com o pó de pérola

O uso do pó de pérola é considerado seguro em grande parte. No entanto, alguns indivíduos apresentam alergia ao cálcio presente em sua composição. Antes de ingerir ou usar o pó de pérola, é ideal fazer um teste de alergia. Para ter certeza que você não apresentará nada grave.

Para fazer isso, basta colocar uma pequena quantidade de pó de pérola em seu braço e esperar por algum sinal de reação alérgica. Os sintomas comumente são vermelhidão, coceira ou inchaço.

Pó de pérola e o veganismo 

Nem todo mundo considera o pó de pérola um produto vegano. Uma parte da comunidade não tem problema em consumir ostras ou derivados da criatura marinha, pois ela não tem sistema nervoso e, logo, não sente dor.

No entanto, algumas pessoas acreditam que apesar de não sentir dor da mesma forma que humanos, elas passam por um processo de estresse com a retirada da pérola. Desta forma, existem pessoas veganas que preferem não consumir ou utilizar o pó de pérola. Para quem decide evitar esse produto, é preciso ficar de olho na composição de maquiagens e outros produtos de beleza. 

A produção do pó de pérola e suas problemáticas

Para a produção do pó de pérola são usadas – em alguns casos – ostras que foram descartadas pela indústria das joias. Neste cenário, a produção do pó de pérola se aproveita de um produto que seria jogado fora, sendo uma forma benéfica de aproveitar resíduos orgânicos das produções de joias.

Em outros casos, o pó de pérola é feito com ostras criadas em fazendas de ostras. Esses animais são criados exatamente para a comercialização do pó de pérola e de joias. Segundo estudo do United Nations Sustainable Development Partnership Platform, a criação de ostras nessas fazendas não é nociva ao meio ambiente.

Na verdade, se feita de maneira ambientalmente correta, essa produção pode até ser  benéfica para a biodiversidade marinha. Afinal, elas ajudam na filtração da água e na remoção do nitrogenada e dos metais pesados presentes nos locais onde elas habitam. Mas também cabe o questionamento: será que o pó de pérola não está contaminado com esses metais pesados?