Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Usada comumente para evitar a retenção de líquidos, a bétula é uma planta medicinal nativa da Europa e da Ásia

A bétula é um gênero de árvores da família Betulaceae, nativas do hemisfério norte do planeta — principalmente na Ásia, Europa e América do Norte — , ela é comumente conhecida por s eu efeito diurético. Para obter os benefícios da planta, as pessoas consomem as folhas em chá, como composto de medicamentos ou em cremes para a pele.

Como identificar a bétula? 

Apesar de não ser encontrada no Brasil, a bétula tem aparência única e fácil de ser reconhecida. A árvore desse gênero pode alcançar 20 ou 15 metros de altura, e viver cerca de 100 anos. No caso da árvore de bétula, a madeira é branca, e sua casca é repleta de manchas escuras. 

Já a sua copa tem um formato cônico-piramidal, a forma e a cor das folhas variam de acordo com a espécie da árvore. Uma das mais conhecidas é a Betula pendula, que tem folhas de formato triangular irregular, com pontas dentadas e acuminadas de cerca de 3 centímetros. 

A bétula também é uma espécie de árvore monóica, o que significa que ela tem características sexuais femininas e masculinas. Isso permite que ela pratique a própria fecundação através do vento, quando as sementes viajam das flores masculinas para as femininas. O nascimento dos frutos acontece com frequência durante o mês de julho e de setembro, depois que a árvore completa dez anos de vida.  

A bétula é uma árvore de crescimento rápido, e por ser rústica, ela consegue se adaptar a praticamente todo solo, até mesmo aqueles que são pobres em nutrientes, ácidos e arenosos.

Para o que serve a bétula? 

Por serem ricas em flavonoides, as folhas de bétula são usadas como diuréticos. Elas podem ser adicionadas em receitas, como em saladas, ou em chás. 

A seiva obtida do tronco da bétula, um pouco antes do surgimento das folhas, também é diurética, antirreumática e faz bem para a pele. Isso faz com que ela seja usada pela medicina tradicional para tratar condições como inflamação do sistema urinário, psoríase e eczemas. Para o tratamento dessas duas últimas condições, é feito o uso de pomadas da seiva.

Outros quadros de saúde que podem ser tratados com as folhas, ou a seiva, de bétula são:

Por fim, a seiva de bétula também pode ser transformada em cerveja ou vinho, produtos comumente encontrados no norte da Europa.

Quais os riscos do uso?

A bétula é geralmente segura quando consumida por meio oral ou aplicada na pele. No entanto, ela pode causar reações alérgicas em algumas pessoas, e também não é recomendada para crianças e grávidas. Isso porque não existem muitos estudos ou dados a respeito do uso da planta medicinal nessas pessoas, ou seja, ainda não se tem conhecimento dos efeitos colaterais dela nesses casos. 

Outro ponto importante é que a bétula pode causar perda de líquido excessiva quando ingerida com “pílulas de água”, medicamentos usados para causar efeito diurético. Por isso, o consumo em conjunto é contraindicado. 

Chá de bétula 

Ingredientes

  • 200 mL de água 
  • 2 folhas jovens e frescas de bétula ou um pedaço da casca

Modo de preparo

  1. Coloque a água para ferver;
  2. Adicione a casca ou as folhas;
  3. Deixe cozinhar por cerca de 10 minutos;
  4. Espere esfriar e sirva!