Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Além de embelezar os ambientes, a flor de hibisco pode ser usada como auxiliar em tratamentos para emagrecer; entre outros usos

O hibisco é uma flor que pode ser consumida na forma de chá, extrato, cápsulas e utilizada de forma decorativa. O uso de hibisco de forma correta e nas quantidades adequadas pode ajudar a aliviar dor de estômago, pressão alta, infecções bacterianas e febre.

As flores de hibisco podem ser vermelhas, amarelas, brancas ou pêssego. A variedade mais popular é o Hibiscus sabdariffa.

O chá de hibisco é feito de uma mistura de flores secas de hibisco, folhas e cálices vermelho-escuros. Depois que a flor termina de desabrochar, as pétalas caem e os cálices se transformam em vagens. Eles contêm as sementes da planta. Os cálices costumam ser os principais ingredientes das bebidas à base de ervas que contêm hibisco.

O hibisco tem sido usado por diferentes culturas como remédio para várias doenças. Os egípcios usavam o chá de hibisco para baixar a temperatura corporal, tratar doenças cardíacas e nervosas e como diurético para aumentar a produção de urina.

Na África, o chá era usado para tratar constipação, câncer, doenças do fígado e sintomas de resfriado. A polpa feita com as folhas era aplicada na pele para curar feridas

No Irã, beber chá de hibisco o ainda é um tratamento comum para pressão alta.

Hoje, o hibisco é popular por seu potencial de reduzir a pressão arterial elevada. Estudos mostram que o chá e o extrato da planta de hibisco reduzem a pressão arterial e os níveis de colesterol. Embora mais pesquisas ainda sejam necessárias, isso pode ser uma boa notícia para o futuro do tratamento de doenças cardíacas.

O hibisco apresenta potencial para o tratamento do câncer e como auxiliar na perda de peso, juntamente com outros usos. Não há muitos estudos nessas áreas, mas algumas pesquisa sugerem que as antocianinas podem ser a chave para as propriedades anticâncer do hibisco.

Outro estudo revelou que o extrato de hibisco pode ter um efeito no metabolismo, prevenindo a obesidade e o acúmulo de gordura no fígado. A planta tropical já foi usada até como parte de uma mistura de extratos de ervas para tratar piolhos.

O hibisco é capaz de reduzir reduz os sintomas de depressão e ansiedade, por possuir diversas vitaminas e minerais, relaxando a mente e o corpo.

Ele contém antioxidantes que atuam reduzindo os níveis de colesterol ruim do corpo e protegem o organismo de doenças cardíacas e nos vasos sanguíneos. A flor também alivia os sintomas menstruais e da TPM.

E não para por aí: o hibisco controla a pressão arterial e auxilia na digestão, fazendo com que o organismo seja capaz de digerir alimentos e eliminar resíduos rapidamente, fator que auxilia na perda de peso. Saiba mais sobre o chá de hibisco e conheça outros 20 alimentos para emagrecer com saúde.

Hibisco emagrece?

O hibisco auxilia no emagrecimento, mas para isso é preciso ter uma alimentação saudável e balanceada e praticar exercícios físicos regularmente, caso contrário não será possível ter um emagrecimento proveitoso para o seu corpo.

Um estudo mostrou que o consumo de hibisco resultou em um menor índice de massa corporal (IMC), peso e gordura. Outro estudo concluiu que o extrato de hibisco é capaz de reduzir o colesterol e os níveis de triglicérides, o que pode ajudar a evitar o risco de obesidade.

No entanto, deve-se notar que esses estudos usaram doses concentradas, e mais pesquisas são necessárias para confirmar os benefícios do chá de hibisco.

Se você já consultou sua médica ou médico e sabe que não tem nenhuma contraindicação, uma dica para emagrecer é tomar de três a quatro xícaras de chá de hibisco por dia, sempre meia hora antes das principais refeições. Mas cuidado para não exagerar!

Como fazer chá de hibisco

Ingredientes

  • Pétalas secas de hibisco
  • Água

Modo de preparo

Leve a água ao fogo. Quando começar a ferver, desligue, junte o hibisco e abafe por 3 a 5 minutos (não deixe mais do que 10 minutos). Coe e beba. Se quiser você também pode beber gelado.

Proporção

1 colher de chá de pétalas secas de hibisco rende 200 ml de água e, para uma quantidade maior, use 2 colheres de sopa da flor para 1 litro de água.

Outras propriedades

A flor funciona também como um anti-inflamatório e antibacteriano. O uso balanceado deste chá previne gripes e resfriados, pois contém vitamina C, sendo um ótimo estimulante do sistema imunológico.

Devido aos antioxidantes, o chá de hibisco ajuda a proteger o fígado e também pode ser utilizado no tratamento de doenças nesse órgão. Ele é um ótimo calmante e funciona até como anticaspas, sendo usado inclusive em shampoos naturais.

O hibisco também auxilia na saúde da pele, dos ossos e dos cabelos e combate o envelhecimento precoce da pele e a formação de células cancerígenas, além de ajudar o cérebro a manter suas funções em harmonia. O chá é rico em fibras, proteínas, ferro, carboidratos, magnésio, fósforo, ácido fólico, potássio, cálcio, sódio, vitamina C, vitamina B1 e B2 e vitamina A.

Efeitos colaterais e contraindicações

Gestantes devem evitar o consumo de chá de hibisco, pois ele pode provocar alterações hormonais e causar aborto espontâneo. Para as mulheres que desejam engravidar, o chá pode afetar a fertilidade.

É recomendado não exagerar no consumo desse chá, já que ele pode causar intoxicação, além da eliminação excessiva de eletrólitos importantes, como sódio e potássio.

A flor é contraindicada para pessoas que tenham pressão baixa, pois pode causar tontura, fraqueza e sonolência.

Recomenda-se sempre consultar um/a profissional da saúde antes de começar a tomar o chá com frequência, pois somente eles vão poder indicar a quantidade ideal de hibisco que você poderá consumir de forma benéfica para seu organismo.