Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Cálculo do IMC é igual para todos, mas sua interpretação é diferente para crianças e adultos. Entenda

O IMC (Índice de Massa Corporal) é uma estimativa da gordura corporal com base na altura e no peso. Apesar de não medir a gordura corporal diretamente, a equação do IMC faz uma aproximação, indicando se a pessoa está com um peso insalubre ou saudável.

Um IMC elevado pode ser um sinal de excesso de gordura no corpo, enquanto um IMC baixo pode ser um sinal de pouca gordura no corpo. Quanto maior o IMC de uma pessoa, maiores são as chances de desenvolver certas condições graves, como doenças cardíacas, pressão alta e diabetes. Mas um IMC muito baixo também pode causar problemas de saúde, incluindo perda óssea, diminuição da função imunológica e anemia.

Embora o IMC possa ser útil no rastreamento de crianças e adultos para problemas de peso corporal, ele também tem vulnerabilidades. Por exemplo, o cálculo pode superestimar a quantidade de gordura corporal em atletas e outras pessoas com corpos muito musculosos. Além disso, pode subestimar a quantidade de gordura corporal em adultos mais velhos e outras pessoas que perderam massa muscular.

Cálculo IMC

O IMC é calculado dividindo o peso (em quilos) de uma pessoa pelo quadrado de sua altura (em centímetros). Apesar dele ser calculado da mesma forma para pessoas de todas as idades, o índice de massa corporal é interpretado de forma diferente para adultos e crianças.

IMC para adultos

Adultos homens e mulheres com 20 anos ou mais podem interpretar seu IMC com base nas seguintes categorias de status de peso padrão:

IMCStatus de peso
Abaixo de 18,5Abaixo do peso
18,5 – 24,9Normal
25,0 – 29,9Excesso de peso
30,0 e acimaObeso

IMC para pessoas com menos de 20 anos

O IMC é interpretado de forma diferente para pessoas com menos de 20 anos. Embora a mesma fórmula seja usada para determinar o IMC em todas as faixas etárias, as implicações para crianças e adolescentes podem variar dependendo da idade e do sexo.

A quantidade de gordura corporal muda com a idade. Também é diferente em meninos e meninas jovens. As meninas geralmente adquirem uma quantidade maior de gordura corporal e a desenvolvem mais cedo do que os meninos.

Para crianças e adolescentes há um ranking percentil. Cada percentil expressa o IMC de uma criança em relação a outras crianças da mesma idade e sexo.

Por exemplo, uma criança seria considerada obesa se tivesse um IMC que atingisse ou estivesse acima do percentil 95. Isso significa que eles têm mais gordura corporal do que 95% das crianças na mesma faixa etária e sexo.

A tabela a seguir mostra o intervalo de percentil para cada status de peso:

PercentilStatus de peso
Abaixo do quintoAbaixo do peso
5 a 85Peso normal ou saudável
85 a 95Excesso de peso
95 e acimaObeso

Consulte aqui um gráfico de percentil

IMC e saúde

As pessoas ganham peso como resultado de um desequilíbrio energético. O corpo precisa de uma certa quantidade de energia dos alimentos para funcionar. Essa energia é obtida na forma de calorias. O seu peso geralmente permanecerá o mesmo quando você consome o mesmo número de calorias que o seu corpo usa ou “queima” a cada dia. Se você ingerir mais calorias do que queima, ganhará peso com o tempo.

Desequilíbrio energético é certamente um dos maiores contribuintes para o ganho de peso. No entanto, o seu peso ideal é determinado principalmente pela genética, bem como pelos tipos de alimentos que você come e quanto você se exercita.

Se você tem um IMC alto, é importante abaixá-lo para que você tenha um status de peso saudável. Acredita-se que um IMC elevado está relacionado a um risco maior de desenvolver condições graves de saúde, tais como:

  • doenças cardíacas
  • pressão alta
  • doenças hepáticas
  • osteoartrite
  • diabetes
  • acidente vascular encefálico
  • cálculos biliares
  • certos tipos de câncer, incluindo câncer de mama, cólon e rim

Há controvérsias

Um estudo, no entanto, indicou que a gordura corporal, e não o IMC, está associada aos riscos à saúde acima. Você pode diminuir a gordura corporal e chegar a um peso saudável deixando de comer alimentos processados e se exercitando no mínimo três vezes por semana, por exemplo.

Adotar bons hábitos alimentares, como comer apenas quando estiver com fome e escolher uma alimentos saudáveis também pode ajudar. Outra dica é procurar aconselhamento nutricional: profissionais da nutrição podem ajudar você a compor um plano alimentar adaptado à sua realidade, às suas preferências e às suas necessidades individuais.

IMC muito baixo também prejudica a saúde

Assim como um IMC elevado pode causar problemas de saúde, o IMC baixo pode ser bastante problemático. A falta de gordura corporal suficiente pode levar a:

  • perda óssea
  • função imunitária diminuída
  • problemas cardíacos
  • anemia por deficiência de ferro

Se você tem um IMC abaixo do recomendado, procure ajuda médica e nutricional. O seu índice de massa corporal pode refletir algum problema de saúde ou metabolismo muito acelerado.

Além disso, transtornos alimentares, como anorexia e bulimia, também podem estar envolvidos. Nesse caso, é fundamental buscar auxílio psicológico e/ou psiquiátrico para complementar o tratamento clínico e nutricional.