Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Chá verde ajuda a emagrecer, previne doenças cardiovasculares e mal de Alzheimer, entre outros benefícios

O chá verde é uma bebida feita a partir da planta Camellia sinensis, que também dá origem a outros tipos de chá, como o chá preto, o chá branco e o oolong. O que difere todos esses tipos é o processo de preparação de cada um, que garante distintas propriedades medicinais, de textura, aroma e sabor.

Além de ser considerado um anti-inflamatório natural, o chá verde é carregado de compostos com ação antioxidante. Por isso, ele proporciona diversos benefícios para a saúde. Confira:

Chá verde
Imagem de Verena Böttcher em Unsplash

Benefícios do chá verde

1. Melhora saúde

Muitos dos compostos vegetais existentes nas folhas da Camellia sinensis ainda estão presentes no chá verde, conferindo significativa quantidade de polifenóis, substâncias que reduzem a inflamação e o risco de câncer.

Cerca de 30% do peso do chá verde é composto por polifenóis, incluindo grandes quantidades de uma catequina chamada EGCG, um antioxidante natural que ajuda a prevenir danos às células, entre outros benefícios.

Essas substâncias podem reduzir a formação de radicais livres no organismo, protegendo as células e moléculas de danos, envelhecimento precoce e todos os tipos de doenças.

O EGCG (Epigalocatequina Gallate) é um dos compostos mais poderosos presentes no chá verde. Ele tem sido estudado para tratar várias doenças e pode ser uma das principais razões pelas quais o chá verde tem propriedades medicinais tão poderosas.

O chá verde também possui minerais importantes para a saúde.

2. Melhora função cerebral

Além de manter a pessoa acordada, o chá verde melhora a função cerebral. Seu principal ingrediente ativo é a cafeína, um estimulante. Entretanto, o chá verde não contém tanta cafeína quanto o café, o que confere uma melhor resposta do organismo, sem causar agitação e ansiedade.

O chá verde também contém L-teanina, um aminoácido que proporciona efeitos anti-ansiedade, aumenta os níveis de dopamina e a produção de ondas alfa no cérebro.

Estudos mostraram que a cafeína em combinação com a L-teanina possui efeitos sinérgicos, melhorando a função cerebral (confira aqui os estudos: 1, 2).

3. Queima gordura e melhora o desempenho físico

Se você buscar por uma lista de alimentos que ajudam a emagrecer, certamente encontrará o chá verde entre os ingredientes.

Dois estudos mostraram que o chá verde pode aumentar a queima de gordura e acelerar o metabolismo de humanos.

Outro estudo, realizado com dez homens, concluiu que o chá verde aumenta o gasto de energia em 4%. Outra pesquisa mostrou que o chá verde aumenta a oxidação da gordura em 17%.

4. Diminui o risco de câncer

O câncer é causado pelo crescimento descontrolado de células. O dano oxidativo contribui para o desenvolvimento de câncer; os antioxidantes, por outro lado, exercem um efeito protetor contra o câncer. E o chá verde é uma excelente fonte de antioxidantes.

Um estudo mostrou que mulheres que consumiram chá verde apresentaram de 20% a 30% menos riscos de desenvolvimento de câncer de mama. No caso dos homens, uma pesquisa mostrou que os que consumiram chá verde apresentaram 48% menos chance de desenvolver câncer de próstata, o câncer mais comum na população masculina.

Uma análise de 29 estudos concluiu que pessoas que consomem chá verde têm 42% menos chance de desenvolver câncer colorretal.

Porém, não coloque leite no seu chá, pois, de acordo com um estudo, ele reduz a quantidade de antioxidantes.

Outro estudo publicado na Nature Communications descobriu que a molécula de EGCG encontrada no chá verde pode aumentar os níveis de p53, uma proteína anticâncer natural, também conhecida por sua capacidade de reparar danos ao DNA ou destruir células cancerosas. O p53 interrompe o crescimento celular para permitir e ativar o reparo do DNA e iniciar a morte celular programada se o dano ao DNA não puder ser reparado, um processo chamado apoptose.

Normalmente depois de ser produzido no corpo, o p53 é rapidamente degradado, mantendo os níveis da proteína constantemente baixos. Mas a molécula de EGCG do chá verde, por outro lado, pode preservar a proteína da degradação. Assim, a pesquisa abre portas para o desenvolvimentos de medicamentos com compostos semelhantes a EGCG.

5. Diminui risco de Alzheimer e Parkinson

A doença de Alzheimer é a doença neurodegenerativa crônica mais comum em humanos e lidera as causas de demência. O mal de Parkinson vem em segundo lugar, e está relacionado à morte de neurônios produtores de dopamina no cérebro.

Alguns estudos mostraram que os compostos de catequina presentes no chá verde proporcionam efeitos protetores sobre os neurônios de animais, o que indica um potencial de redução do risco de desenvolvimento das doenças de Alzheimer e de Parkinson em humanos (confira aqui os estudos: 3, 4, 5).

6. Diminui risco de infecções

As catequinas presentes no chá verde têm a propriedades de matar bactérias e inibir o crescimento de vírus como a da influenza, diminuindo o risco de infecções (confira aqui estudos sobre: 6, 7, 8, 9).

7. Melhora saúde bucal

Estudos concluíram que o consumo de chá verde em conjunto de uma boa higiene bucal está associado à melhora da saúde bucal e ao menor risco de desenvolvimento de cáries (confira aqui os estudos: 10, 11, 12, 13).

Outros estudos concluíram ainda que o consumo de chá verde reduz o mau hálito.

8. Diminui risco de diabetes tipo 2

A diabetes tipo 2 está relacionada a elevadas taxas de açúcar no sangue, causadas por resistência à insulina ou incapacidade do organismo de produzir insulina.

Um estudo concluiu que o chá verde melhora a sensibilidade à insulina e reduz as taxas de açúcar no sangue. Outra pesquisa concluiu que pessoas que consumiram chá verde tinham 42% menos risco de desenvolvimento de diabetes tipo 2.

Um terceiro estudo constatou que o chá verde previne a perda acentuada de albumina por pacientes diabéticos, podendo ser usado como aliado no tratamento da doença renal associada à diabetes.

9. Reduz risco de doenças cardiovasculares

Um estudo concluiu que o chá verde pode melhorar os níveis de colesterol e triglicérides. Outros dois estudos concluíram que o chá verde melhora a capacidade antioxidante do sangue. Esses fatores estão relacionados e, em conjunto, promovem a saúde cardiovascular.

10. Previne inflamações

O chá verde também pode ser considerado um alimento anti-inflamatório. De acordo com a dietista Sharon Palmer, ele desenvolveu resistência anti-inflamatória através de processos evolutivos. Por isso, o chá verde previne diversas doenças relacionadas à inflamação crônica.

Segredos para preparar um bom chá verde

Use boas folhas de chá e na quantidade certa

As folhas de chá mais frescas geralmente produzem um sabor melhor e mais autêntico do que os sachês comercializados. Além disso, é importante levar em consideração a porção. Normalmente, uma boa quantidade são 2 gramas de folhas de chá para aproximadamente 170 ml de água. Mais folhas de chá por ml produzirão sabores distintos. Meça e acerte de acordo com sua preferência.

Use água com a temperatura certa

A água fervendo pode ser muito quente para preparar o chá verde, fazendo com que ele fique com o gosto mais amargo. Por outro lado, se a água estiver muito fria, o sabor total não será extraído. Desligue o fogo pouco antes da água ferver, quando está quente e algumas bolhas começam a se formar no fundo da panela. .

Faça a infusão por até 3 minutos

O chá verde é delicado, por isso, é importante deixá-lo em infusão por um período de 2 a 3 minutos. Menos que 2 minutos impedirá que as folhas liberem todo o seu sabor. Mais que 3 minutos acumulará amargor. Se ainda assim o sabor te incomodar, você pode adicionar um adoçante.

O tempo também influencia as propriedades da substância. Um estudo publicado no Journal of Food Science mostrou que a atividade antioxidante é significativamente afetada pelo tempo e temperatura da preparação do chá. Para o chá verde, a atividade mais elevada é observada na infusão prolongada a frio.

Adicione suco de hortelã ou limão

Hortelã ou limão podem realçar o sabor do chá. Experimente inseri-los separadamente e também juntos, podem ser boas combinações!