Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Guariroba, pitanga, caju e maracujá são algumas frutas nativas do Brasil. Saiba mais sobre elas

As frutas nativas do Brasil são bastante diversas, sendo encontradas em diferentes regiões do país. Por causa de toda essa diversidade, as árvores frutíferas do Brasil podem ser classificadas de acordo com os biomas brasileiros. Saiba mais sobre algumas dessas frutas e seus benefícios a seguir.

Frutas nativas da Mata Atlântica

Na Mata Atlântica, é comum encontrar ameixa-da-mata, araçá, cabeludinha, cambuci, cambucá, grumixama, guariroba, pitanga, pitangatuba, jabuticaba, uvaia, entre outras.

Guariroba

A guariroba é uma palmeira nativa do Brasil também conhecida como gueiroba, gueroba ou gariroba. A palmeira dá origem a um tipo de palmito amargo, amplamente utilizado na culinária do cerrado. Além do palmito, a planta dá origem à fruta de mesmo nome que é repleta de benefícios.

A guariroba possui poucas calorias e é fonte de vitaminas do complexo B, que exercem diversas funções no organismo. Ela também possui minerais essenciais e pode ajudar no controle da pressão arterial.

Pitanga

A pitanga é outra fruta nativa do Brasil rica em nutrientes. Ela possui vitamina C e A, magnésio e proteínas. Por ser rica em vitaminas, a fruta pode ajudar em resfriados comuns, prevenção de acne, saúde da pele e saúde ocular. Ela vai bem em muitas receitas e pode ser usada para um chá de pitanga com propriedades medicinais.

Jabuticaba

A jabuticaba é a fruta da jabuticabeira, árvore nativa do Brasil. Ela é fonte de vitaminas do complexo B, vitamina C, fibras, ferro, potássio e selênio. Além disso, tem ação antioxidante e contém poucas calorias. A jabuticaba pode oferecer diversos benefícios para a saúde, como aliviar a dor de garganta, promover a saúde digestiva e manter os ossos e dentes fortes.

Frutas nativas do Cerrado

No Cerrado, algumas das frutas nativas são: buriti, araticum, murici, pequi, baru, cajuzinho do Cerrado, bocaiuva, guavira, baru, mangaba.

Araticum

Araticum é uma fruta da família das anonáceas, que inclui araticum do mato, araticum do brejo e fruta-do-conde. Essa última é comum em algumas regiões do Brasil e possui diversos benefícios à saúde. Ela tem efeito analgésico, anti-inflamatório, propriedades antioxidantes e também pode ajudar no tratamento da diabetes.

Pequi

O pequi é uma das frutas nativas do Brasil com propriedades medicinais, como evitar problemas cardiovasculares, bronquites, tosse e resfriados. Ele é fonte de cobre, zinco, magnésio, fósforo, potássio, vitaminas e minerais. No entanto, seu consumo in natura requer alguns cuidados, porque a fruta possui minúsculos e numerosos espinhos abaixo da polpa que podem acabar machucando a boca.

Frutas nativas da Floresta Amazônica

Maracujá, açaí, cupuaçu, camu-camu, cubiu, abiu, inajá, bacuripari e guaraná são algumas das frutas da Floresta Amazônica.

Maracujá

O maracujá é uma fruta nativa do Brasil bastante conhecida, apreciada e versátil. Ela é fonte de nutrientes, vitaminas e antioxidantes e pode ajudar a reduzir a ansiedade e o estresse. Sua casca e sementes concentram diversas propriedades que podem ser benéficas à saúde, ajudando, por exemplo, a aliviar dores das articulações e contribuindo para a diminuição da pressão arterial.

Açaí

O açaí contém aminoácidos essenciais, ácido oléico, ácidos graxos ômega 3, magnésio, potássio, fósforo, manganês, ferro, cálcio, cobre, zinco e vitaminas A, B1, B2, B3 e C. Além disso, o açaí é muito rico em antioxidantes, que ajudam a combater a fadiga mental e a melhorar a memória.

Camu-camu

Camu-camu é a fruta com o mais alto teor de vitamina C. Ela é conhecida por sua ação anti-inflamatória, antiobesidade, hipolipidêmica, anti-hipertensiva e antidiabética e de combate ao envelhecimento precoce, além de proteger contra danos ao DNA e contra diversos tipos de câncer.

Frutas nativas da Caatinga

Algumas das frutas nativas da Caatinga brasileira são: licuri, umbu, caju e maracujá da Caatinga.

Licuri

O licuri é uma ótima fonte nutricional, contendo cobre, ferro, manganês, zinco, cálcio e magnésio. Do licuri, é extraído o óleo de licuri que, além de ser conhecido por seu sabor, tem propriedades benéficas, como ajudar no bom funcionamento do sistema nervoso e imunológico, prevenir a osteoporose e fortalecer os ossos, além de prevenir aterosclerose, problemas cardíacos, artrite reumatoide, infecções, hipoglicemia, inflamações e lúpus.

Caju

O caju acompanha a castanha de caju que nasce no cajueiro. Ele favorece a saúde, pois é rico em cálcio, fósforo, potássio, cobre, ferro e vitaminas C e B1. Com isso, o caju também ajuda a prevenir e combater a anemia, fortalecer os ossos, melhorar o funcionamento intestinal e fortalecer o sistema imunológico.

Frutas nativas dos Campos Sulinos

A feijoa, também conhecida como goiaba serrana, é uma das frutas nativas dos Campos Sulinos.

Feijoa

A feijoa ou goiaba serrana é rica em iodo, um mineral que participa da síntese de hormônios importantes para a maioria dos órgãos e funções do organismo, como o sistema cardiovascular e o nervoso. Além disso, ela também possui vitamina C e E, magnésio, fósforo e cálcio. Entre seus benefícios, a feijoa pode auxiliar na perda de peso, tem ação antialérgica, fortalece a imunidade, previne o envelhecimento precoce e melhora a saúde da pele.