Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

O aumento da imunidade pode contar com variantes, porém existem alimentos que podem ajudar a fortalecê-la

Como nos alimentamos é um fator essencial para a saúde, por isso existem comidas que aumentam a imunidade. A ingestão de alimentos benéficos pode fortalecer o sistema imunológico e nos ajudar a manter a saúde e o corpo em dia. É possível que algumas dessas comidas consigam aumentar a resposta imunológica do organismo em casos de gripe, resfriado e até da Covid-19. 

É importante lembrar que, embora possam funcionar, a ingestão desses alimentos não substituem nenhuma vacina. As vacinas são essenciais para a saúde geral e ajudam a proteger não só um indivíduo, como toda uma população, de doenças perigosas.

Porém, de vacina tomada, nada nos impede de querer fortalecer a imunidade. Micronutrientes como a vitamina C e o zinco podem exercer essa função no organismo, mas o exagero na ingestão desses componentes não vai fazer grande diferença.

Uma combinação de nutrientes em uma dieta balanceada é a resposta para o fortalecimento da imunidade do jeito correto. 

Quais alimentos podem aumentar a imunidade?

As comidas que aumentam a imunidade vão de vegetais a temperos e até chás. Uma pesquisa realizada em 2017 comprovou que a ingestão de dez porções de frutas e vegetais por dia reduz os riscos de ataques cardíacos, AVCs e alguns casos de câncer.  

Frutas cítricas

A vitamina C é um agente ativo no fortalecimento da imunidade. Ela é muitas vezes usada como medicação em casos de resfriados e gripes. Seu consumo pode aumentar a produção de glóbulos brancos no organismo — agentes essenciais para a liberação de anticorpos. O corpo não produz nem armazena essa vitamina, portanto seu consumo diário é recomendado. É estimado que mulheres consumam por volta de 75 mg e homens 90 mg. 

Frutas ricas em vitamina C são laranjas, limões e mexericas. 

Brócolis

Além de ser rico em vitamina C, o brócolis também contém as vitaminas A e E, fibras e antioxidantes. Os antioxidantes são responsáveis pela proteção das células sadias do organismo. 

Alho

O alho é rico em alicina, uma substância que consegue afastar agentes causadores de doenças como vírus e bactérias. Além disso, os seus efeitos estão relacionados a diminuição da pressão arterial, colesterol e do nível de açúcar no sangue. O alho também já foi ligado a prevenção de doenças cardíacas e alguns tipos de câncer. 

Gengibre

O gengibre é um alimento com propriedades anti-inflamatórias e que pode ajudar em casos de infecções. Profissionais da medicina tradicional chinesa acreditam que a raiz possa ser usada no tratamento de gripes e resfriados, aquecendo o corpo de forma segura. Ele também pode tratar dores de garganta e tem agentes descongestionantes. 

Açafrão

O açafrão é uma especiaria muito usada por ter ações anti-inflamatórias e também pode ajudar a regular e manter o sistema imunológico. 

Chá verde

Por ser rico em epigalocatequina-galato, um antioxidante que impulsiona a resposta imunológica, o chá verde também pode ser usado para fortalecer a imunidade. Foi comprovado que ele também pode ajudar na prevenção de inflamações e na produção do aminoácido L-teanina, que ajuda o organismo a produzir compostos que combatem os germes. 

Nozes

As nozes, castanhas e amendoins são ricos em zinco. A falta de zinco foi relacionada com a prevalência da pneumonia e suscetibilidade para contrair a condição. Pastilhas de zinco podem ser usadas nos sintomas iniciais de gripes e resfriados para impulsionar o sistema imunológico. 

As comidas que aumentam a imunidade podem auxiliar na prevenção de doenças, porém, é necessário levar em consideração a quantidade desses alimentos. Para que eles possam atuar no sistema imunológico, é necessário um aumento substancial no seu consumo. Também é importante levar em conta que apenas um nutriente não vai conseguir trabalhar sozinho na proteção do organismo. A combinação de nutrientes e vitaminas agem juntos para fortalecer a imunidade.