Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Confira seis hábitos que você pode adotar para se manter livre de resfriado o ano todo, inclusive no inverno

O resfriado é uma das infecções virais mais recorrentes entre as pessoas, especialmente em estações mais frias, como o outono e o inverno. Mais de duzentos tipos de vírus diferentes, todos de transmissão respiratória, podem ser causadores dos resfriados comuns. Por isso, o contágio é fácil e rápido.

Os sintomas aparecem em até três dias após o contato com o vírus e incluem dor de garganta, congestão e corrimento nasal e espirros. Crianças pequenas podem apresentar febre branda. Geralmente, os sintomas duram de quatro dias a uma semana.

Embora incômodo, o resfriado comum não apresenta maiores riscos e complicações à saúde. Com base nos sintomas, é possível diferenciá-lo da gripe, causada pelo vírus influenza, que é mais perigosa e pode evoluir para uma pneumonia.

Em caso de gripe, os principais sintomas são, além da dor de garganta e da congestão nasal, dor muscular, febre alta, dor de cabeça, dor no corpo, tosse seca e entupimento das vias aéreas. Se apresentar esses sintomas, é recomendável buscar auxílio médico.

No inverno, é preciso adotar cuidados e manter a atenção redobrada sobre a saúde! Nesse período, as infecções respiratórias aumentam, porque, com as quedas na temperatura, as pessoas tendem a se aglomerar em ambientes fechados. Hábitos ruins, como higiene inadequada, tabagismo, consumo de álcool e má alimentação, podem causar o enfraquecimento do sistema imunológico. Por isso, tente evitá-los nessa época do ano.

Ficar resfriado é comum, principalmente nas grandes cidades, onde dividimos espaços restritos e fechados com muitas pessoas, seja na rua, na escola, no trabalho, nos ônibus, nos metrôs e por aí vai. A boa notícia é que a prevenção e o tratamento também são simples: basta conquistar um sistema imunológico forte para evitar ou reduzir a duração de um resfriado. Confira algumas dicas.

6 coisas que você precisa saber para prevenir o resfriado

1. Dormir bem é fundamental para afastar gripes e resfriados

Estudos comprovam que o sono afeta nossa imunidade. Isso pode levar ao risco de desenvolvimento de um resfriado ou de uma gripe. Tirar “sonecas” também ajuda! Caso não tenha conseguido descansar todas as horas de sono necessárias durante a noite, aproveite para tirar um cochilo. Vinte minutinhos são o bastante para fazer a diferença.

2. Vitamina C é mesmo um santo remédio contra resfriado

Enquanto alguns médicos dizem que o efeito da vitamina C durante um resfriado é insignificante, uma quantidade abrangente de estudos mostra o contrário. Esses estudos afirmam que doses regulares de vitamina C podem ter um importante papel no combate a resfriados.

Além disso, a vitamina C pode, sim, prevenir resfriados, via suporte do sistema imunológico. A vantagem é que esse nutriente é simples de ser adquirido por preços bem amigáveis. Ele pode ser incluído de diversas formas na sua alimentação e fazer parte da sua rotina.

3. Contra os sintomas, use própolis

O própolis tem propriedades antimicrobiana, antifúngica, antiprotozoária, antioxidante e antiviral, além de auxiliar no alívio de sintomas de tosse e garganta inflamada. Confira como usar no vídeo abaixo:

4. Estresse e baixa imunidade andam juntos

Quanto mais estressado, menos energia seu corpo tem para combater as doenças que o afetam. No entanto, há alternativas muito eficazes que ajudam a livrar seu corpo desse mal. Yoga, chi kung, tai chi e meditação são práticas que relaxam e ainda aliviam os sintomas, caso você não consiga evitar o resfriado.

Até mesmo uma noite com a televisão desligada e sem o uso do computador, com a companhia de um bom livro e uma xícara de chá, fazem seu corpo ganhar energia necessária para lutar contra as doenças que o cercam.

5. Atividade física afasta infecções, como o resfriado

Há uma conexão entre um sistema imunológico forte e prática regular de exercício. Fazer caminhadas é um ótimo exercício, mas, se você puder, tente andar mais rápido, correr ou seguir um treino de alta intensidade, como o HIIT.

Dedique-se ao máximo durante os exercícios e mantenha uma rotina regular e constante para obter os benefícios da atividade física para a sua saúde. Mas atenção: é importante ressaltar que esportes radicais ou que exijam muito do corpo podem amortecer o efeito da imunidade; por isso, é importante ter moderação.

Resfriado
Imagem de Ev em Unsplash

6. Bebidas alcoólicas reduzem sua imunidade

Pode parecer chato, mas é verdade: o álcool reduz a imunidade. Uma ótima saída é restringir o consumo a somente um copo de vinho – uma bebida que, na quantidade certa, é uma excelente aliada da saúde. Beber menos também pode ajudá-lo em outros aspectos, como perda de peso e redução da ansiedade.

7. Lavar as mãos é a maneira mais simples de evitar resfriado e gripe

Lavar as mãos frequentemente com água e sabão é um hábito indispensável para evitar uma série de doenças, inclusive o resfriado. Se não houver água e sabão disponíveis, use um desinfetante à base de álcool. Os vírus que causam resfriados podem contaminar suas mãos e, caso você as leve ao rosto, as chances de contágio são enormes. Se perceber que está doente, evite contato com outras pessoas.