Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Confira quatro dicas de tratamentos alternativos e remédios para rinite naturais

Remédios para rinite não precisam necessariamente ser alopatas. Os sintomas são incômodos, mas, se o caso não for grave, é possível aliviá-los com tratamentos caseiros e naturais!

A rinite alérgica é uma inflamação nas mucosas das cavidades nasais, causada por uma reação exagerada do sistema imunológico a algum agente alérgeno (que causa alergia) ou pela própria anatomia da cavidade nasal do indivíduo.

Como os sintomas são muito parecidos, a rinite pode ser confundida com resfriados e gripes – que são causados por vírus. Entenda como prevenir e tratar o problema de forma natural.

Prevenindo a rinite

Há algumas coisas que você pode fazer para prevenir a rinite ou evitar que o problema se agrave. Fumaça de cigarro, temperaturas muito baixas, baixa umidade e poluição do ar, perfumes, colônias e sprays de cabelo podem irritar a mucosa nasal, evoluindo para uma crise alérgica.

Além disso, poeira e ácaros são fatores agravantes. Uma dica na limpeza de casa é não varrer a sujeira, mas aspirar o pó e finalizar com pano úmido, para impedir que a poeira se espalhe ainda mais.

Se as causas da rinite forem agentes alérgenos, procure investigar com o médico quais são esses agentes para eliminá-los do dia a dia.

Conheça alguns alérgenos comuns:

  • pólen
  • leite de vaca
  • ovo
  • soja
  • trigo
  • peixe
  • crustáceos
  • cremes
  • látex
  • plantas
  • insetos

Já deu para perceber que várias coisas podem desencadear uma crise de rinite alérgica, não é? Mas a boa notícia é que, tratando os sintomas e investigando suas causas, é muito provável que você tenha sucesso em se livrar do problema.

Sintomas de rinite

Quem sofre de rinite sabe bem que os desconfortos são inúmeros: espirros, coceira, insensibilidade a odores, irritação, obstrução nasal, olhos lacrimejantes e por aí vai. Nos estados mais graves, a rinite pode até evoluir para uma sinusite.

Felizmente, existem formas naturais de se livrar desses incômodos, sem a necessidade de remédios convencionais, como os anti-histamínicos. Remédios para rinite alérgica naturais não têm efeitos colaterais e não exigem receita médica.

Remédios naturais para rinite

1. Aromaterapia

A aromaterapia é uma terapia alternativa utilizada no tratamento de diversas doenças físicas e emocionais.

De acordo com a Associação Brasileira de Medicina Complementar (ABMC), a aromaterapia é um tratamento curativo que utiliza o olfato e as propriedades dos óleos essenciais.

No caso da rinite, a aromaterapia tem se mostrado uma alternativa eficaz de tratamento de seus sintomas.

Os óleos essenciais são a base da aromaterapia. Eles podem intervir em certos sintomas de maneira rápida e eficaz, demonstrando ação anti-inflamatória e imunomoduladora, resultando numa melhora significativa da resposta imunológica.

Alguns óleos essenciais ainda possuem ação mucolítica, broncodilatadora, expectorante e antialérgica.

Para obstrução nasal, podem ser utilizados os óleos essenciais de hortelã-pimenta, eucalipto, alecrim QT cânfora e alecrim QT cineol.

Para aproveitar os benefícios dos óleos essenciais de sua preferência, aplique de três a dez gotas dos óleos essenciais numa bacia com água quente. Em seguida, colocando o rosto acima da bacia, tampe a cabeça com uma toalha e inale o vapor durante um minuto ou mais.

Mas atenção: não é recomendado utilizar óleos essenciais de hortelã-pimenta e eucalipto globulus em crianças menores de dois anos, nem utilizar o óleo essencial de alecrim QT cânfora em grávidas e pessoas com hipertensão.

2. Jala neti

Jala neti é uma técnica milenar utilizada há séculos pelos iogues indianos para limpar e descongestionar as vias nasais, que consiste em lavar o nariz com uma solução de água morna e sal.

A prática previne e alivia, além da rinite, sintomas de sinusite, enxaqueca, resfriado e coriza.

O jala neti é feito com água (filtrada ou mineral) morna misturada com um pouco de sal. A aplicação é simples, feita com a ajuda de um bule de porcelana ou cerâmica específico para o jala neti, chamado lota.

Depois de adquirir e lavar seu lota, esquente a água e coloque-a no lota com uma pitada de sal. Espere esfriar um pouco. Quando estiver morna, a preparação estará pronta para ser aplicada.

De preferência diante de um espelho, incline a cabeça para o lado direito, respirando pela boca. Insira o bico do lota na cavidade nasal direita, de modo a permitir a passagem de água.

Ajuste sua cabeça a um determinado ponto onde a água flui da narina direita para a esquerda e finalmente seja enxaguada. Continue até que a água do lota termine.

Encha a panela novamente e repita o processo com a narina direita. Você pode sentir irritação no nariz, espirros ou tosse nas primeiras vezes. Garanta que seu nariz fique seco após concluir todo o processo.

3. Acupuntura

Há séculos a acupuntura tem sido uma ferramenta da medicina tradicional chinesa para aliviar, tratar ou curar vários problemas de saúde, incluindo a rinite.

A técnica envolve a inserção de agulhas muito finas na pele em pontos estratégicos do corpo. Entre os benefícios, estão também alívio de dores e controle do estresse e da ansiedade.

A medicina tradicional chinesa define a acupuntura como uma técnica que equilibra o fluxo de energia ou força vital, que se acredita fluir através de caminhos (meridianos) no corpo humano. Ao inserir agulhas em pontos específicos ao longo desses meridianos, os praticantes de acupuntura acreditam que seu fluxo de energia será reequilibrado.

Pesquisas científicas já se debruçaram sobre os efeitos da acupuntura no alívio da rinite alérgica, obtendo resultados positivos. Um estudo de 2015 comprovou que a prática da acupuntura pode trazer benefícios nesse sentido.

Profissionais ocidentais acreditam que os pontos de acupuntura sejam locais de estimulação de nervos, músculos e tecido conjuntivo. Alguns acreditam que essa estimulação aumenta os analgésicos naturais do corpo.

Para utilizar a técnica como tratamento da rinite alérgica, procure especialistas da área.

4. Spirulina

A spirulina, ou espirulina, é uma cianobactéria, conhecida como “alga verde”, utilizada há milênios pela medicina popular, em virtude de sua alta concentração de nutrientes. Este suplemento natural provou-se eficaz no alívio de sintomas da rinite alérgica, em estudo realizado em 2015.