Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Yin yoga é a atividade perfeita para quem prefere exercícios tranquilos e leves para lidar com a rotina corrida

Yin yoga é um estilo de yoga que tem como objetivo melhorar o conhecimento corporal do indivíduo. Essa modalidade se baseia na filosofia chinesa das forças complementares yin yang, onde o yin é uma energia calma, devagar e passiva, e yang é agitada, rápida e ativa. Ao contrário da yoga yang, que tem movimentos mais dinâmicos e ativos, a yin foca na natureza meditativa e calma. 

Os alvos da yin yoga são os tecidos conjuntivos profundos do corpo humano, como os ligamentos, as juntas, os ossos e a fáscia. Ao fazer o treinamento, é possível se manter em uma posição por mais de cinco minutos, com a intenção de tentar conhecer o prórpio corpo mais profundamente. O tempo gasto com esses exercícios é essencial para dar espaço e conectar a mente às sensações físicas. 

Instrutores de yin yoga costumam comparar os benefícios da prática aos efeitos do tratamento de acupuntura. Além dos resultados benéficos à saúde física, a modalidade trabalha com respostas concretas para a saúde mental. Assim, funciona como uma maneira de diminuir o estresse e a ansiedade.

Quais os benefícios da prática de yin yoga?

Aumenta a flexibilidade

O treino diário de yin yoga é efetivo quando se trata do aumento de flexibilidade no corpo e da liberação de tensão em áreas específicas. Para conseguir chegar a esse resultado, é preciso uma fascia elástica e juntas móveis, que podem ser alcançadas com dois minutos de alongamento de yoga.

Diminui os níveis de estresse

Alguns estudos conseguiram provar que yin yoga tem grande poder para diminuir o estresse,ansiedade, e depressão. Uma pesquisa realizada em 2018 procurou saber os efeitos de um programa de cinco semanas de yin yoga acompanhada de psicoterapia e mindfulness. Os resultados mostraram que o grupo que realizou os exercícios de yoga teve uma redução significativa de riscos psicológicos relacionados à depressão, insônia e ansiedade. 

Aumenta a circulação

É essencial que se foque na respiração durante cada uma das poses da yin yoga. Desta maneira, será possível que os tecidos e ligamentos internos consigam “respirar”, ou seja, fiquem menos rígidos. Toda essa atividade melhora a circulação de sangue pelo organismo.

Outros efeitos da prática de yin yoga são a sensação de calma, alongamento do tecido conjuntivo causando menos rigidez, melhora no sono, relaxamento e melhora no foco.

Quem pode fazer yin yoga?

A melhor opção para quem pretende começar a praticar yoga é dar início aos treinos de yin yoga. Isso porque a modalidade apresenta exercícios mais leves e uma melhora significativa no equilíbrio corporal, o que faz com que o corpo consiga lidar com exercícios mais pesados no futuro. 

Pessoas que têm recomendações médicas para não fazer esforço, e ainda sim querem continuar ativos, podem encontrar grandes resultados na prática de yin yoga. Mas é necessário que um profissional da área confirme se essa é a melhor opção de atividade física para o quadro.

Quem sofre diariamente com o estresse e o excesso de informações pode encontrar alívio na prática de yin yoga

 O que é necessário para realizar yin yoga?

Para poder começar os exercícios de yin yoga é preciso buscar profissionais da área que irão prestar apoio sobre a segurança da técnica. Logo de início, é recomendado entrar em contato com instrutores de yoga. Algumas pessoas podem optar por aulas particulares ou em grupos, enquanto outras também conseguem praticar dentro de casa com um professor a distância ou cursos on-line. 

Certos estúdios que oferecem aulas de yin yoga podem fornecer os equipamentos corretos usados nos treinos. Um dos equipamentos mais importantes para o treinamento são os tapetes de yoga. Disponíveis em qualquer loja de esportes, os tapetes tem como objetivo proporcionar conforto na hora de se posicionar. Desta forma, a pessoa não irá se machucar ao realizar uma posição deitada no chão. Para facilitar algumas posições, também é possível usar travesseiros como apoio do corpo.

Posições simples de yin yoga para iniciar o treino

Borboleta

Borboleta
Imagem de Erik Brolin no Unsplash

Ao sentar no chão, ou em cima do tapete de yoga, coloque as solas dos pés juntas e separe elas do resto do corpo. Dessa maneira será possível criar um espaço entre o calcanhar e a pélvis. Com bastante cuidado, curve as costas e deite a cabeça nos pés. As mãos precisam estar na cabeça, enquanto os cotovelos se apoiam no chão. Recomenda-se passar de três a cinco minutos nesta posição.

Postura da criança

Postura da criança
Imagem de Balu Gáspár no Unsplash

Com uma toalha sobre os joelhos, sente-se em cima das pernas com o corpo virado para a frente. Deite a cabeça no chão, enquanto apoia o torso em cima da coxa. As mãos precisam estar jogadas ao lado do corpo em contato com o tapete. Segure a posição por aproximadamente três a quatro minutos. 

Posicionamento do pombo ou Eka Pada Rajakapotasana

Posicionamento do pombo ou Eka Pada Rajakapotasana
Imagem de kike vega no Unsplash

Abra as pernas em cima do tapete de yoga, com uma delas esticada na direção oposta à parte frontal do corpo. A outra perna precisa estar dobrada na mesma direção que o rosto segue, para frente, enquanto a postura se mantém ereta e as mãos se apoiam no chão. Segure a posição por cinco minutos.

Postura do cadáver 

Postura do cadáver
Imagem de Elina Fairytale no Pexels

Completamente deitado no chão, com as costas encostando no tapete, estique os braços e as pernas. Os membros do corpo precisam estar espalhados em direções diferentes, como um corpo jogado ao chão. Dessa maneira ele será capaz de relaxar as tensões musculares. Mantenha-se nessa postura por dez minutos. 

Bananasana

Bananasana
Imagem de Cliff Booth no Pexels

Ainda com o corpo deitado no chão, com as costas apoiadas no tapete, junte as pernas uma do lado da outra. Levante um dos pés e o posicione em cima da outra perna. Levemente dobre a coluna para o mesmo lado da perna que ainda está no chão, e junte os braços em cima da cabeça. Recomenda-se dez minutos nesta posição. 

Pose da lagarta

Pose da lagarta
Imagem de Elina Fairytale no Pexels

Desta vez, sente-se com as pernas esticadas para a frente e gentilmente incline a coluna na direção dos dedos. Se houver alguma dificuldade em manter a cabeça apoiada nas pernas, use um travesseiro ou almofada como apoio, ou uma toalha para se sentar e elevar o quadril. As mãos devem permanecer coladas ao corpo no chão. Sugere-se 4 a 5 minutos.