Nove ervas e plantas que servem como remédios naturais e que podem ser cultivadas em casa

Essas ervas e plantas têm usos culinários e também medicinais

Se você está com pequenos problemas que surgem por causa do cansaço ou de falta de resistência, como dores de cabeça e dores de garganta, experimente plantar, em casa, certas ervas em pequenos vasos. Elas podem aliviar diversos desses sintomas. Dê uma olhada:

Aloe vera ou babosa

Pode ser plantada em vasos. Ela adora luz do sol e muita água. E para usá-la como remédio, quebre as folhas grossas e aplique o gel (que escoa da planta) diretamente na pele (alivia queimaduras solares). Segundo a fundadora do The Organic Pharmacy, do Reino Unido, Margo Marrone, a folha da aloe vera tem 96% de água e 4% de ingredientes ativos, como aminoácidos e enzimas, que nutrem a pele danificada;

Manjericão

Essa planta é ideal para o cultivo em vasos. Lembre-se de retirar as flores brancas logo que elas aparecem, para evitar que as ervas fiquem com um sabor amargo e também para que elas não tomem conta da planta. Além de ser um repelente natural (veja aqui), o manjericão também alivia as dores de cabeça. Para isso, basta esfregar folhas esmagadas no osso temporal de sua cabeça. E você também pode usar as folhas dessa planta para tomar um banho de pedilúvio, que é ótimo para aliviar doenças como bronquite, laringite, congestões cerebrais, entre outras. Para preparar o banho, basta despejar água fervente sobre as folhas do manjericão;

Lavanda

Adora sol e precisa de uma boa drenagem. Use um pequeno vaso cheio de cascalho e uma terra leve. Ela possui propriedades antissépticas e anti-inflamatórias. Para experimentar esses benefícios, você pode preparar um banho de vapor para o rosto. Para isso, esmague um punhado de "cabeças" de lavanda e as adicione a uma tigela com água fervente. Você também pode usar o óleo proveniente de suas flores e aplicá-lo em manchas e cicatrizes do seu corpo;

Erva-cidreira

Plante-a em um vaso separado - como ela cresce fácil e rápido, vai tomar conta de sua jardineira se esse cuidado não for levado em conta. Pode ser aplicada em feridas para preveni-las ou aliviá-las. Além disso, se for esfregada diretamente sobre a pele, age como um repelente natural de insetos, além de aliviar dores de picadas;

Hortelã

Use um vaso profundo para plantar a hortelã, porque ela cresce muito. Tomar chá com as folhas frescas de hortelã alivia dores de estômago, náuseas e flatulência. E para fazer um descongestionante natural, basta colocar um punhado de folhas da erva em uma tigela rasa e cobrir com água fervente. Em seguida, se debruce sobre a tigela, coloque uma toalha sobre a cabeça e respire o vapor, igual ao que se faz na inalação natural de ervas;

Salsinha

Depois de plantada no vaso, deixe-a sob o sol e, enquanto isso, mantenha o solo sempre úmido. Utilize adubo orgânico. A salsinha reforça o sistema imunológico. Coma uma colher de sopa de salsinha crespa diariamente;

Alecrim (foto)

Essa planta também adora a luz solar. Chá de alecrim ajuda a levantar o ânimo. Na preparação do chá, o segredo é usar um pedaço da planta (mais ou menos do tamanho do polegar) e uma xícara de água para conservar os princípios ativos da erva;

Sálvia

Precisa de sol constante e um solo arenoso e seco para o cultivo. Alivia a dor de garganta por meio de um gargarejo com um caldo feito a partir de um quarto de xícara de folhas refrigeradas de sálvia.

Tomilho

Cultivar em solo seco, leve e em que bata muito sol. É um poderoso antioxidante e antisséptico na forma de chá. Beba, antes de dormir, um chá feito de tomilho-limão, para tratar resfriados. Só tome cuidado para não usar o tomilho em caso de gravidez, pois ele pode estimular a contração do útero.

Caso você tenha usado alguma dessas receitas para aliviar dores e não obteve bons resultados, contate um médico.


 

Comentários  

 
+1 #1 2014-09-17 16:51
gostei de site sobre a natureza
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail