Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Descubra o que causa furúnculo na pele e conheça 9 tratamentos caseiros e 100% naturais

Furúnculo é uma infecção bacteriana da pele que se assemelha a uma grande espinha cheia de pus. Trata-se de uma foliculite profunda que acomete não só o folículo piloso, como também a glândula sebácea anexa. Depois de quatro a sete dias, o caroço formado começa a ficar branco, à medida que o pus se acumula sob a pele.

Às vezes, eles drenam por conta própria e vão embora sem causar grandes problemas, mas a dor e a aparência podem ser incômodas e constrangedoras. Quando um furúnculo aparece pela primeira vez, o espaço cheio de pus dentro do abscesso ainda não se desenvolveu totalmente.

Nessa fase, a recomendação habitual é aplicar uma compressa quente, úmida e antisséptica. Compressas quentes ajudam a acelerar o desenvolvimento do abscesso dentro do furúnculo, para que ele possa drenar e cicatrizar sozinho.

Pressão, atrito e umidade favorecem o surgimento de furúnculos, que costumam aparecer especialmente nas regiões expostas a essas  condições, como rosto, pescoço, axilas, ombros e nádegas.

Se vários furúnculos surgirem em grupos, provavelmente há tipo de infecção mais sério, chamado carbúnculo. A maior parte dos furúnculos pode ser tratada em casa, sem acarretar problemas mais graves.

Causas de furúnculo

A maioria dos furúnculos é, em geral, causada pela bactéria Staphylococcus aureus. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, essa bactéria é considerada um patógeno humano oportunista e está frequentemente associada a infecções que envolvem a pele.

Ela pode entrar no corpo através de pequenos cortes, feridas na pele e pelos. Alguns problemas de saúde facilitam a obstrução dos folículos pilosos, como:

Os furúnculos geralmente não exigem atenção de emergência. No entanto, se você não estiver bem de saúde e desenvolver febre alta e calafrios junto com a infecção, faça um tratamento sob orientação médica.

9 tratamentos naturais para eliminar o furúnculo

1. Compressa de água morna

Uma compressa quente aplicada na região afetada pode facilitar a drenagem do furúnculo. Este é o primeiro passo para tratar a infecção e deve ser sua primeira atitude quando surgir um furúnculo. Basta mergulhar uma toalha em água morna e aplicá-la sobre a pele por 10 a 15 minutos, de três a quatro vezes por dia.

2. Sais de Epsom

O sulfato de magnésio é um composto mineral que foi descoberto em Epsom, Inglaterra. Alguns afirmam que os sais de Epsom podem promover relaxamento, afrouxar articulações rígidas e até mesmo ajudar a drenar o pus de um furúnculo. Para utilizar, mergulhe uma toalha morna em sais de Epsom e aplique na área por cerca de meia hora. Faça isso três vezes ao dia até que o furúnculo desapareça.

3. Óleo de rícino

Feito de mamona, este óleo contém ácido ricinoléico, um ácido graxo que pode eliminar as bactérias. O óleo de rícino é usado desde a Antiguidade para curar feridas e hidratar a pele. Para tratar furúnculo, basta aplicar o óleo sobre a área afetada três vezes ao dia.

4. Cúrcuma

O principal composto e ingrediente ativo da cúrcuma é a curcumina, que tem propriedades anti-inflamatórias e pode ajudar a combater infecções. Você pode utilizá-la em suplementos orais ou aplicá-la diretamente na pele, adicionando gotas de óleo essencial de açafrão-da-terra a um creme ou hidratante à base de óleo (como o óleo de argan, por exemplo). Esta é uma boa opção se você tem tendência a desenvolver furúnculos no rosto e pescoço.

5. Óleo de neem

O óleo de neem é feito a partir dos frutos e sementes de uma árvore típica da Índia. Tem propriedades antissépticas, antibacterianas, antifúngicas e antimicrobianas. Aplique-o diretamente no furúnculo de três a quatro vezes ao dia. Certifique-se de lavar bem as mãos antes e depois, pois o cheiro é forte.

6. Cebola

A cebola contém um composto antibiótico natural chamado alicina – aliás, é esse composto o responsável pelo cheiro e forte e pela vontade de chorar que temos ao picá-las. As propriedades de absorção natural da cebola podem ajudar a drenar o pus do furúnculo. Aplicar uma rodela de cebola na pele também gera calor, estimulando a circulação sanguínea e o mecanismo natural de cicatrização de feridas do corpo.

Corte uma cebola em rodelas grossas, embrulhe uma fatia em gaze e aplique no furúnculo por uma hora. Faça isso de uma a duas vezes por dia até que ele desapareça. Não exagere, porque a ação prolongada ou frequente da cebola na pele pode causar erupções.

7. Compressa de alho

Assim como a cebola, o alho contém o composto antimicrobiano alicina. Esprema o suco de um dente de alho e aplique o suco diretamente sobre o furúnculo. Em seguida, cubra-o com uma bandagem. Se o furúnculo estiver num local de difícil acesso, opte por um banho de assento.

Para prepará-lo, descasque e esmague cinco ou seis dentes de alho e ferva-os em um litro de água por cinco minutos. Retire do fogo e deixe em infusão de 30 a 45 minutos. Coe e descarte o alho. Despeje essa água num local em que possa se sentar (uma bacia grande, por exemplo) e mantenha-se na posição durante 30 minutos.

8. Óleo de melaleuca

O óleo de melaleuca possui propriedades antibacterianas e antissépticas, sendo ideal para o tratamento de infecções bacterianas que podem causar furúnculos. Aplique algumas gotas, com a ajuda de um cotonete, sobre o furúnculo duas vezes por dia.

9. Abóbora

A abóbora tem propriedades anti-inflamatórias e emolientes que ajudam a expulsar o pus e aliviar os sintomas do furúnculo. Retire a casca da abóbora e cozinhe a polpa. Coloque a polpa cozida, ainda morna, sobre uma gaze e aplique no furúnculo por 20 minutos, duas vezes por dia.

Caso as dicas acima não resolvam o problema, em hipótese alguma mexa ou esprema o furúnculo! A drenagem inadequada pode infectar áreas próximas ou até mesmo aumentar a profundidade dos tecidos infectados, agravando os sintomas. Para evitar o problema, faça a higiene correta de roupas de cama e de uso pessoal, porque elas podem ser veículos de bactérias que causam a infecção. Se necessário, busque orientação médica para verificar a necessidade de uso de antibióticos.