Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

A erva-cidreira trata problemas digestivos e controla sintomas de ansiedade

A erva-cidreira, cientificamente conhecida como Melissa officinalis, é uma planta arbustiva da família Lamiaceae. Originária do Mediterrâneo e da Ásia, a erva-cidreira é uma das plantas medicinais mais cultivadas e utilizadas desde tempos remotos. Além de poder ser usada para tratar problemas digestivos, essa planta controla sintomas de ansiedade, proporcionando sensação de tranquilidade e bem-estar.

A erva-cidreira é uma planta que pode atingir de 20 a 80 cm de altura. Os caules, ramificados a partir da base, formam touceiras. As suas folhas são verde-escuras na parte superior e verde-claras na parte inferior. As flores, quando surgem, são brancas ou amareladas, mas podem adquirir uma tonalidade rosada com o passar do tempo. Todas as partes da planta exalam um odor semelhante ao do limão, por isso ela costuma ser confundida com outro vegetal de aroma semelhante, o capim-limão.

As folhas da erva-cidreira podem ser ideais para quem sofre de alterações digestivas e ansiedade. Além disso, pesquisas confirmam que elas agem como sedativo. Por isso, aromaterapeutas recomendam que seus óleos essenciais sejam usados em casos de depressão, dor de cabeça nervosa, insônia, ansiedade e estresse.

Benefícios

Além de acalmar, erva-cidreira pode proporcionar diversos outros benefícios, como:

Alivia o estresse

A erva-cidreira é conhecida por aliviar os sintomas de estresse, ajudar a relaxar e melhorar o humor. Um estudo realizado em 2004 mostrou que consumir a planta pode amenizar os efeitos negativos causados pelo estresse psicológico. Os participantes que passaram a tomar chá de erva-cidreira relataram um aumento da sensação de calma e redução da sensação de alerta.

Reduz a ansiedade

A erva-cidreira também pode ser usada para reduzir os sintomas de ansiedade, como nervosismo e excitabilidade. Uma pesquisa publicada em 2014 examinou o humor e os efeitos cognitivos de alimentos contendo erva-cidreira.

O suplemento foi misturado em uma bebida e em um iogurte junto com adoçantes naturais ou artificiais. Os participantes de ambos os grupos relataram efeitos positivos em vários aspectos do humor, incluindo níveis reduzidos de ansiedade.

Melhora a função cognitiva

O mesmo estudo de 2014 também analisou os efeitos da erva-cidreira na melhoria da função cognitiva. Os participantes foram convidados a realizar tarefas cognitivas envolvendo memória, matemática e concentração. Os resultados da pesquisa sugerem que os participantes que ingeriram erva-cidreira tiveram um desempenho melhor do que aqueles que não o fizeram.

Embora esses participantes tenham experimentado um aumento nos níveis de alerta e desempenho, ainda é possível que a fadiga se instale com o tempo. A combinação de erva-cidreira com alimentos também afeta sua taxa de absorção, o que pode ter impactado sua eficácia. Por isso, são necessárias mais pesquisas.

Alivia insônia e outros distúrbios do sono

A combinação de erva-cidreira com valeriana pode aliviar a inquietação e os distúrbios do sono, como a insônia, por proporcionar uma melhor qualidade do sono. Pesquisadores em um estudo de 2006 mostraram que crianças que tomaram uma dose combinada tiveram uma melhora de 70 a 80% nos sintomas.

Tanto os pesquisadores quanto os pais consideraram a erva-cidreira um tratamento bom ou muito bom. Ainda assim, mais pesquisas são necessárias para validar essas descobertas.

Faz bem para indigestão

Ela pode ter um efeito positivo na digestão. Um estudo de 2010 avaliou os efeitos de uma sobremesa fria contendo erva-cidreira na dispepsia funcional (nome dado a um quadro de dor ou desconforto estomacal crônico). Embora ambos os tipos de sobremesas diminuíssem os sintomas e sua intensidade, a sobremesa contendo erva-cidreira intensificou esse efeito de diminuição.

Além disso, a erva também pode ser usada para diminuir gases intestinais e outros problemas digestivos.

Ajuda a tratar náuseas

Dado seu impacto potencial no sistema digestivo, a erva-cidreira também pode aliviar a sensação de náusea. Uma revisão de 2005 avaliando os resultados de vários estudos descobriu que a erva é útil no tratamento de sintomas gastrointestinais.

Minimiza cólicas menstruais

Há também pesquisas que sugerem que a erva-cidreira pode ser usada para aliviar cólicas menstruais e a síndrome pré-menstrual (TPM). Um estudo de 2015 pesquisou o efeito da erva na redução da intensidade das cólicas em cem meninas do ensino médio. Elas tomaram uma essência de erva-cidreira ou um placebo por três ciclos menstruais consecutivos.

A intensidade dos sintomas de TPM foi analisada antes e durante três meses após o tratamento. O grupo que tomou a erva relatou uma redução significativa dos sintomas.

Alivia dor de cabeça

A erva-cidreira também pode ser útil no tratamento de dores de cabeça, especialmente se elas ocorrerem como resultado do estresse. Suas propriedades calmantes podem ajudar a liberar a tensão e relaxar os músculos.

Como consumir?

De modo geral, ela é consumida na forma de chá. Segundo especialistas, você pode ingeri-lo três vezes ao dia.

Cólica
Imagem de Nathan Dumlao no Unsplash

Como fazer chá de erva-cidreira

Para fazer o chá de erva-cidreira, é recomendado que você utilize apenas as folhas da planta. Isso porque são elas que contêm as propriedades benéficas para a saúde. Para prepará-lo, utilize as seguintes medidas:

  • 3 colheres (de sopa) de folhas de erva-cidreira;
  • 1 xícara de água.

Adicione as folhas de erva-cidreira à água fervente e deixe-as em infusão por cerca de cinco minutos. Em seguida, coe e beba de três a quatro xícaras de chá de erva-cidreira por dia.

Vale ressaltar que seus possíveis efeitos colaterais incluem diminuição da frequência cardíaca, sonolência e queda de pressão arterial. No entanto, não foram descritas contraindicações de seu chá até o momento.