Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Moda adaptativa é um segmento da moda que se propõe a atender as necessidades de pessoas com deficiência ou algum tipo de dificuldade física

Moda adaptativa é a confecção de roupas especialmente desenvolvidas para pessoas que têm  dificuldade em se vestir. A moda adaptativa tem como público alvo pessoas que têm alguma deficiência ou dificuldades de locomoção. Ela torna mais fácil a ação de se vestir para pessoas que já estão prejudicadas em uma sociedade não-inclusiva.

Para  que serve a moda adaptativa?

Alguns indivíduos costumam encontrar dificuldades na hora de se vestir. Isso acontece porque a moda mainstream atende apenas às vontades de pessoas jovens e sem deficiência, deixando de lado aqueles que não se encaixam dentro do padrão. A moda adaptativa surgiu como uma resposta à demanda desses indivíduos.

Um exemplo para entender melhor a função da moda adaptativa é entender como funciona a rotina de uma pessoa com deficiência. Existem indivíduos que precisam de tubos para se alimentar, esses tubos atravessam seu corpo e depositam o alimento. Para alguém que passa por essa situação, é difícil utilizar a moda convencional. Afinal, ela não se adequa a essas necessidades..

Na moda adaptativa, a pessoa tem acesso a uma peça de roupa que o deixa confortável utilizando o tubo e também facilita a sua vestimenta. Ou seja, o objetivo é sempre se adequar à realidade daquela pessoa, e permitir que ela não encontre mais dificuldades no dia a dia.

Quem precisa de moda adaptativa?

Como já foi mencionado, a moda adaptativa tem o propósito de alcançar qualquer indivíduo que tenha dificuldade em se vestir devido a uma condição ou doença. Neste grupo de pessoas se encontram os mais diversos indivíduos. Até aqueles que não tem nenhuma deficiência, mas por serem idosos apresentam alguns problemas de locomoção.

A moda adaptativa foi criada para atender as necessidades dessa população. Entendendo que cada ser humano passa por uma realidade diferente e apresentando produtos que se encaixam em suas vidas. 

Um exemplo prático é uma pessoa autista com problemas sensoriais. Esse indivíduo pode apresentar certa dificuldade em lidar com etiquetas de roupas e até mesmo em abotoar os botões. Para resolver essa situação, a moda adaptativa apresenta peças com etiquetas embutidas no tecido e elimina os botões, os substituindo por imãs.

O número de pessoas que se beneficiam da moda adaptativa é grande e diverso, porém alguns exemplos são mais comuns em casos de: 

  • Artrite;
  • Paralisia Cerebral;
  • Esclerose Múltipla (EM);
  • Doença de Neurónios Motores (MND);
  • Oedema;
  • Incontinência;
  • Doença de Alzheimer;
  • Doença de Parkinson;
  • Autismo;
  • Lesão da medula espinal (SCI);
  • Lesões cerebrais;
  • Distrofia Muscular (MD);
  • Pessoas em cadeira de rodas.

Onde conseguir roupas da moda adaptativa?

Apesar de não ser um assunto muito levantado e ainda ignorado pelas principais marcas de moda do mundo, existem lojas que atendem o interesse da moda adaptativa. Na internet existem opções de lojas online que trabalham apenas com roupas para pessoas com deficiência, com uma grande variedade de tecidos e cores.

No entanto, a moda adaptativa só é encontrada em lojas especializadas, de indivíduos que se responsabilizam por atender essa demanda. Quando se fala da moda adaptativa em grandes lojas, principalmente aquelas que são populares para todos os públicos, ela é uma pauta quase invisível. 

Por isso, atualmente, a melhor opção para se comprar moda adaptativa são as lojas virtuais independentes. Esses comércios costumam ser especializados na área e podem oferecer uma variedade maior de produtos do que o comércio convencional de moda.  

Quais exemplos de roupas da moda adaptativa?

Sapatos sem cadarço

Para algumas pessoas o simples ato de amarrar os cadarços pode ser um grande obstáculo no dia a dia. Com o objetivo de resolver essa situação, as marcas de moda adaptativa oferecem alternativas para os cadarços do sapato. Elas podem ser desde cadarços mais fáceis de amarrar ou sapatos que utilizam de velcro ou zíperes para serem fechados.  

Um bom exemplo são os sapatos Go FlyEase da marca Nike, esses sapatos são feitos para serem universais. Ou seja, eles não usam cadarços e para colocá-los basta calçar seu pé que ele irá automaticamente se fechar. Para retirar basta pisar na parte de trás do calçado que ele sai com facilidade. 

Calças com elástico

As calças com elástico são um produto criado para atender as necessidades de pessoas com dificuldades de fechar o zíper ou prender o botão da roupa. Para vesti-la basta subir a calça pela perna, ao chegar ao quadril a calça de elástico irá se adaptar a cintura de quem está vestido. 

Sapatos com tamanhos diferentes

Existem indivíduos que encontram obstáculos na hora de comprar sapatos. Isso pode acontecer caso eles tenham pés ou pernas de tamanhos diferentes e até mesmo tenham apenas um dos membros inferiores. Para facilitar a rotina dessas pessoas, existem sapatos que são adequados aos seus tamanhos.

Ou seja, alguém com pés de tamanhos diferentes, ou apenas uma das pernas, pode comprar dois calçados iguais, mas com números divergentes, ou apenas um calçado. Já aqueles que têm pernas de tamanhos diferentes podem se beneficiar de sapatos com rampas, que fazem com que as pernas se igualem no tamanho.

Impressão 3D e aparelhos personalizados

A tecnologia evoluiu bastante nos últimos anos, e isso permitiu que pessoas com deficiência tivessem uma melhora em sua qualidade de vida. Com impressoras 3D e a possibilidade de personalizar aparelhos usados por esses indivíduos, a moda adaptativa passou por uma revolução.

Afinal, se tornou possível a criação de aparelhos que se adequem a cada gosto do indivíduo. Com essas tecnologias, uma pessoa que se movimenta com cadeiras de rodas pode ter sua cadeira de diversas cores e com as funcionalidade que desejar. Alguém que precisa de uma prótese de perna ou braço consegue encomendar o aparelho feito sob medida e com características próprias.