Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

A dieta vegana para diabéticos, além de oferecer os benefícios normais do veganismo, também pode auxiliar no tratamento e prevenção da diabete

Entrar em uma dieta vegana pode ser extremamente benéfico para diabéticos. A alta concentração de fibras e a redução do consumo de gorduras são fatores cientificamente comprovados em reduzir a concentração de açúcar no sangue de pacientes de diabetes tipo 2, além de diminuírem as chances para o desenvolvimento da condição em pessoas saudáveis. 

A dieta vegana exclui todos os produtos derivados de animais, incluindo carnes, leite, ovos e mel. Embora seja essencialmente saudável, ela requer um planejamento para que todos os nutrientes diários sejam consumidos. 

Já a dieta para pacientes diabéticos precisa manter um valor equilibrado de carboidratos — uma vez que esses nutrientes afetam diretamente os níveis de açúcar do sangue. Os alimentos à base de plantas contêm maiores quantidades de carboidratos do que os derivados de animais, dessa forma, o consumo do nutriente é facilitado dentro dessa alimentação. Os carboidratos podem afetar negativamente ambos os tipos de diabete, contribuindo para o aumento do açúcar no sangue.

O conjunto da dieta vegana para diabéticos, portanto, deve envolver uma quantidade consistente de carboidratos, além de outros nutrientes como proteínas e gorduras saudáveis.

O que comer 

Entre os alimentos recomendados em uma dieta vegana para diabéticos balanceada, estão: 

  • Carboidratos: farinha integral, arroz, batata, aveia, quinoa, frutas e milho
  • Proteínas: soja e produtos da soja, feijões, lentilhas, ervilhas, amendoins e outras nozes
  • Gorduras: azeite de oliva, abacate, nozes e sementes, coco 

Entre os outros alimentos consumidos nessa dieta, o seu nutriente principal é a fibra. As fibras alimentares contam com um papel essencial para o paciente diabético, uma vez que esses nutrientes aumentam a sensação de saciedade e reduzem o impacto do açúcar no sangue. 

O que evitar

Embora a maioria dos alimentos presentes na alimentação vegana sejam saudáveis, comidas industrializadas e algumas receitas podem conter ingredientes nocivos para a saúde. Sal, açúcar e alguns tipos de gordura geralmente são adicionados em receitas para aprimorar o gosto dos alimentos, porém, em excesso podem criar um efeito contrário do desejado. O sódio do sal, por exemplo, pode resultar em casos de hipertensão, enquanto o açúcar é, naturalmente, o inimigo da diabetes.

Portanto, além de evitar produtos de origem animal, aposte em uma dieta mais natural, repleta de frutas, vegetais e legumes que conseguem providenciar os valores diários recomendados. 

Benefícios na diabetes 

A gordura saturada, presente na maioria dos produtos de origem animal, contêm propriedades inflamatórias e que contribuem para o desenvolvimento de doenças cardíacas. Deste modo, existe um aumento de probabilidade para o desenvolvimento de resistência à insulina e diabetes tipo 2.

Além das fibras, a dieta vegana para diabéticos conta com outras substâncias que ajudam na regulagem do açúcar no sangue, como antioxidantes, minerais e polifenóis.

Uma pesquisa realizada no Steno Diabetes Center Copenhagen, na Dinamarca, concluiu que um plano de 12 semanas na dieta vegana pode ser benéfico para pacientes com diabetes. De acordo com os especialistas responsáveis pelo estudo, esse tipo de dieta pode auxiliar na perda de peso e na melhora dos níveis de açúcar no sangue, podendo ser um plano de tratamento para diabéticos e pacientes acima do peso. 

Diabetes tipo 1

Uma dieta vegana para diabéticos não é capaz de curar a diabetes tipo 1, mas pode auxiliar no equilíbrio dos níveis de glicose. Essa dieta é apropriada para ambos os tipos de diabetes, agindo no controle do peso, diminuição de calorias e, consequentemente, regulando o açúcar do sangue. 

Outros benefícios 

O consumo excessivo de carne e produtos de origem animal pode ser prejudicial à saúde humana, com evidências relacionadas ao câncer, doenças cardiovasculares, doenças metabólicas, obesidade, diabetes e a episódios de acidente vascular cerebral. Portanto, a alimentação vegana pode oferecer outros benefícios à saúde, incluindo a prevenção de doenças crônicas e hipertensão.

Além disso, o aumento de risco para doenças cardiovasculares em pacientes de diabetes tipo 2 também pode ser evitado em uma dieta vegana para diabéticos. A isenção de produtos animais na alimentação, em conjunto com a alta ingestão de fibras estão associadas a diminuição dos níveis do colesterol LDL do sangue, que contribui para o desenvolvimentos dessas condições. 

Nutrição 

Toda e qualquer mudança na dieta em pacientes de diabetes ou outras condições crônicas devem ser acompanhados por um profissional de saúde. Antes de se adequar à dieta vegana para diabéticos, consulte um nutricionista para que ele consiga analisar os valores necessários para consumo diário.