Loja
Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo

Entender o que é e como evitar a poluição é importante para reduzir seus impactos ambientais e na saúde humana

A poluição é descrita como a introdução de substâncias ou de energia que pode ocorrer no meio ambiente, causando efeito negativo em seu equilíbrio e afetando a saúde humana. Ela ocorre naturalmente ou por meio da ação humana e causa problemas à nossa saúde, além de afetar animais, plantas e todos os seres vivos do ecossistema em questão.

Segundo a Lei nº 6.938 de 31 de agosto de 1981, a poluição é entendida como “a degradação da qualidade ambiental resultante de atividades que direta ou indiretamente:

a) prejudiquem a saúde, a segurança e o bem-estar da população;

b) criem condições adversas às atividades sociais e econômicas;

c) afetem desfavoravelmente a biota;

d) afetem as condições estéticas ou sanitárias do meio ambiente;

e) lancem matérias ou energia em desacordo com os padrões ambientais estabelecidos”.

Existem diversos tipos de poluição, definidos de acordo com os poluentes/energias introduzidos no meio ambiente. Saiba mais sobre os principais tipos e veja como se aprofundar a respeito:

Quais são os tipos de poluição?

Poluição do ar

poluição-do-ar
Foto de Étienne Beauregard-Riverin na Unsplash

Também chamada de poluição atmosférica, refere-se à contaminação do ar por gases, líquidos e partículas sólidas em suspensão, material biológico e até mesmo energia. Essas substâncias, chamadas de poluentes atmosféricos, provêm de fontes naturais (vulcões e neblinas) ou artificiais produzidas pelas atividades humanas, como a queima de combustíveis fósseis por indústrias e meios de transporte, mineração e uso de fertilizantes químicos.

Os principais poluentes atmosféricos são dióxido de carbono (CO2), dióxido de enxofre (SO2), óxidos de nitrogênio (NOx), monóxido de carbono (CO), ozônio (O3) e material particulado. Esses químicos podem se acumular na atmosfera, degradando a qualidade do ar e formando as chuvas ácidas.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a emissão de gases poluentes no ar é responsável por mais de sete milhões de mortes por ano no mundo – matando mais que a AIDS e a Malária. Estudos revelam que a poluição pode afetar todos os órgãos do corpo humano.

Poluição do ar
O que é poluição do ar? Conheça causas e tipos

Poluição da água

Poluição-da-água
Imagem de Yogendra Singh por Pixabay

A poluição hídrica pode ser entendida como a contaminação de corpos hídricos por elementos físicos, químicos e biológicos que podem ser nocivos ou prejudiciais aos organismos, plantas e à atividade humana. Esse tipo é muito preocupante e uma das que mais causam problemas ambientais. Visto que os ambientes aquáticos também recebem contaminantes liberados na atmosfera e na litosfera.

Poluição da água
Poluição da água: tipos, causas e consequências

Poluição do solo

poluição-do-solo
Foto de Julia Joppien na Unsplash

A poluição do solo é comumente causada pelo ser humano, que introduz diversas substâncias químicas prejudiciais ao equilíbrio do meio ambiente. Além disso, esses elementos tóxicos também poluem ecossistemas aquáticos e atmosféricos. Para saber mais sobre esse tema, acesse a matéria:

poluição do solo
Poluição do solo: conheça causas e consequências

Poluição radioativa

poluição-radioativa
Imagem de lukaspawek por Pixabay

A poluição radioativa é causada pela radiação, efeito químico derivado de ondas de energia. Apesar de ser um fenômeno natural no meio ambiente, a liberação dessas ondas está sendo intensificada pela ação humana. Logo, podendo causar mutações nas células e originar doenças, como câncer.

Não existe nenhum processo para a limpeza desses poluentes, sendo assim, um lugar contaminado não pode ser descontaminado. Além disso, os átomos radioativos têm uma durabilidade muito longa. O plutônio, por exemplo, apresenta como tempo de meia vida cerca de 24.300 anos.

poluição radioativa
Entenda o que é poluição radioativa

Poluição térmica

Poluição-térmica
Imagem de PublicDomainPictures por Pixabay

A térmica ocorre quando a temperatura de um meio de suporte de algum ecossistema (como um rio) é aumentada ou diminuída. Assim, causando um impacto direto na população deste local. A poluição térmica do ar, embora menos comum, também pode provocar danos ambientais. A liberação de vapor de água por indústria em áreas com pouca dispersão do ar, pode gerar morte de pássaros, insetos e plantas.

Poluição térmica: o que é e quais seus riscos

Poluição visual

Poluição-visual
Imagem de Joshua Earle em Unsplash

A poluição visual é o excesso de elementos visuais criados pela humanidade. Esses elementos são mais comuns em áreas urbanas, resultando em desconforto visual e espacial. Anúncios, propagandas, placas, postes, fios elétricos, lixo e torres de telefone, por exemplo, são algumas das causas da poluição visual.

Poluição visual: entenda seus impactos

Poluição luminosa

Poluição-luminosa
Data: Marc Imhoff/NASA GSFC, Christopher Elvidge/NOAA NGDC; Image: Craig Mayhew and Robert Simmon/NASA GSFC, Earth’s City Lights by DMSP, 1994-1995 (full), CC0, em Wikimedia Commons

Trata-se do excesso de luz artificial emitida pelos grandes centros urbanos. Pode ser propagada de diversas formas, como por luzes externas, anúncios publicitários e, principalmente, pela iluminação pública. A poluição luminosa afeta nossa saúde e os ecossistemas, tornando-se um grande prejuízo para todos.

poluição luminosa
Poluição luminosa: o que é, impactos e exemplos

Poluição sonora

Poluição-sonora
Imagem de @chairulfajar_ em Unsplash

A poluição sonora, fenômeno comum nos grandes centros urbanos, ocorre quando o excesso de ruídos altera a condição normal de audição em um determinado local. Embora não se acumule no meio ambiente como outros tipos de poluição, ela causa vários danos ao corpo. Além da qualidade de vida das pessoas e, por isso, é considerada um problema de saúde pública mundial.

poluição sonora
O que é poluição sonora e como evitá-la?

Poluição sonora do mar

Poluição-sonora-do-mar
Imagem Jeremy Bishop de em Unsplash

Apesar de serem naturais, os sons no oceano tornaram-se cada vez mais intensos ao longo do século XX. A poluição sonora dos oceanos é causada por tecnologias de navegação e pesquisas sísmicas. Essas utilizam extensas ondas de som a fim de explorar o fundo do oceano e seus recursos naturais.

Segundo um estudo de 2015, enquanto um show de rock atinge entre 105 dB (decibéis) e 120 dB, as atividades de pesquisa sísmicas podem emitir até 230 dB. Esse alto volume sonoro pode causar diversas perturbações na biota marinha, desde impactos em sua comunicação até estresse prolongado, gerando distúrbios psicológicos e reprodutivos.

poluicao-sonora-nos-oceanos-afeta-vida-marinha
Poluição sonora dos oceanos afeta vida marinha

Poluição espacial

Poluição-espacial
Imagem de WikiImages no Pixabay

Lixo espacial é qualquer objeto de origem humana que foi lançado ao espaço e perdeu sua utilidade, mas permaneceu na órbita da Terra. Esses elementos são responsáveis por produzir a poluição espacial. Exemplos de lixo espacial são pedaços de foguetes, satélites sem combustível, parafusos, lascas de tinta, sacos de lixo e até uma espátula!

A Agência Espacial Europeia (ESA) estima que existam 170 milhões de restos de naves, peças, ferramentas e equipamentos espaciais de diferentes tamanhos orbitando a Terra e representando riscos, caso caiam na superfície terrestre. Para saber mais sobre esse tema, acesse a matéria:

Lixo espacial
Lixo espacial: o que é e quais riscos pode trazer

Poluição química

Poluição-química
Imagem de Carlos “Grury” Santos no Unsplash

A poluição química é um dos tipos de poluição mais comuns. A classificação se refere principalmente à contaminação ambiental do solo e das águas, normalmente gerada pelo descarte incorreto de produtos químicos. Alguns exemplos de produtos que geram esse problema são os resíduos industriais, esgotos domésticos e resíduos descartados incorretamente, de forma proposital ou não. Para saber mais sobre esse tema, acesse a matéria:

poluicao-quimica
Poluição química: o que é e impactos ambientais

Vale ressaltar que esses tipos de poluição intensificam o efeito estufa e, consequentemente, o aquecimento global e as mudanças climáticas.

Como evitar a poluição?

A fim de preservar o meio ambiente e promover a saúde pública, é crucial adotar medidas para diminuir a poluição, que ocorre de diversas formas. Por isso, é essencial conhecer maneiras de reduzir sua propagação.:

  • Adote o consumo consciente;
  • Evite o uso de veículos individuais, optando por sistemas de transportes públicos ou menos poluentes;
  • Use e incentive o uso de produtos que mostrem preocupação com o meio ambiente, possuindo certificados ambientais como o selo verde;
  • Prefira utilizar energias renováveis para o abastecimento elétrico;
  • Evite a queima de lixo;
  • Vote em candidatos políticos que demonstrem preocupação com o meio ambiente;
  • Reduza o consumo de carne;
  • Apoie a agricultura familiar;
  • Pratique a coleta seletiva e reciclagem;
  • Desenvolva o hábito de compostagem.

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais