Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Com diversas propriedades medicinais, o barbatimão proporciona benefícios à saúde da pele e do organismo

Barbatimão (Stryphnodendron adstringens Mart. Coville) é uma planta medicinal abundante no Brasil, encontrada principalmente no Cerrado brasileiro e nos estados do Acre, Amazonas, Amapá, Roraima e Pará. A planta também é conhecida como barbatimão-verdadeiro, barba-de-timão, borãozinho-roxo, casca-da-virgindade e uabatimô.

Na medicina popular, é muito utilizado como fitoterápico natural no tratamento de gonorreia, leucorreia, úlceras, diarreia, entre outros. Além disso, pode ajudar a tratar problemas de saúde da mulher, como hemorragias vaginais e candidíase.

A casca do caule e as folhas possuem propriedades anti-inflamatórias, cicatrizantes, hemostáticas, antissépticas, antibacterianas, antifúngicas e adstringentes. Por isso, pode ajudar no tratamento de feridas, infecções e outros problemas de pele. A atividade farmacológica da planta se deve sobretudo ao seu alto teor de taninos, mas o barbatimão também apresenta outros compostos benéficos à saúde, como alcaloides e flavonoides.

Com vários estudos que comprovam sua eficácia terapêutica, o barbatimão foi incluído na lista da Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse do SUS e recomendada também no formulário de fitoterápicos da Farmacopeia Brasileira como cicatrizante na forma farmacêutica de creme. Por suas propriedades, é um ingrediente comum em cosméticos e fitoterápicos naturais. O chá de barbatimão pode servir como um tratamento auxiliar natural para diversos problemas de saúde.

Benefícios do barbatimão

Barbatimão
Imagem editada e redimensionada de Eurico zimbres Zimbres, está disponível no Wikimedia e licenciada sob CC by 3.0

1. Trata candidíase

As propriedades do barbatimão podem atuar no combate à proliferação de fungos que causam a candidíase, infecção muito comum que pode acometer órgãos genitais, boca e pele, especialmente em mulheres.

2. Alivia dores de garganta

A dor de garganta geralmente é causada por uma inflamação na área e pode ser bastante incômoda. Por ter ação antisséptica e anti-inflamatória, o chá de barbatimão pode ser usado para aliviar os sintomas do problema.

3. Cicatriza feridas

Adstringentes e cicatrizantes, produtos feitos à base de barbatimão podem ser grandes aliados para ajudar a tratar problemas de pele, como feridas e até queimaduras de menor gravidade.

4. Fortalece o sistema imunológico

Os flavonoides presentes na planta ajudam a fortalecer as defesas naturais do organismo e fortalecem a imunidade.

5. Ajuda a manter a saúde bucal

Graças às suas propriedades antibacterianas, o consumo de barbatimão ajuda a prevenir mau hálito, cáries e gengivite.

6. Combate hemorragia

Os taninos presentes na planta provocam a contração dos vasos sanguíneos, reduzindo o fluxo de sangue e, consequentemente, evitando hemorragias.

7. Auxilia na digestão

Se consumido com moderação, o barbatimão diminui a acidez gástrica, promovendo uma boa digestão e prevenindo azia, gastrite e outros problemas relacionados ao estômago.

8. Mantém a saúde da pele

O barbatimão é um bom aliado no combate à oleosidade e ajuda no alívio da acne, coceiras, psoríase e alergias. É auxiliar também no tratamento de infecções da pele, porque é antimicrobiano, chá é geralmente feito com a casca de barbatimão, onde se concentram os maiores benefícios da planta. Mas as folhas também podem ser utilizadas no preparo da bebida.

Mergulhe 20 gramas de cascas ou folhas de barbatimão em um litro de água fervente filtrada. Deixe o preparo no fogo durante 10 minutos. Após esse período, desligue o fogo e reserve a bebida para que esfrie, por cerca de cinco minutos. Coe e beba.

Usos tópicos

O barbatimão também é utilizado como fitoterápico na forma de sabonetes, cremes, pomadas, tintura e extrato, para tratar problemas de pele e na região íntima. Para candidíase, recomenda-se fazer um banho de assento com tintura de barbatimão.

Efeitos colaterais

É importante não beber mais que um litro de chá de barbatimão por dia. As sementes são tóxicas e não devem ser ingeridas. Problemas comuns associados ao consumo excessivo da planta são irritação no estômago, azia e úlceras. Mulheres grávidas ou lactantes não devem consumir o chá.