Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Conheça os usos e possíveis efeitos adversos da artemísia, uma das plantas medicinais mais populares no Brasil

Imagem de Carola68 no Pixabay

Artemísia, também conhecida como rainha-das-ervas, camomila-do-campo ou erva-de-fogo, é uma planta medicinal pertencente ao gênero Artemisia. As espécies mais utilizadas para fins medicinais são artemisia annua, artemisia vulgaris e artemisia absinthium.

A erva é utilizada em todo o mundo por suas propriedades terapêuticas e é fácil de encontrar no Brasil. Pode ser consumida em forma de óleo essencial ou chá. Segundo um estudo, a espécie artemisia annua pode ser utilizada como auxiliar eficaz no tratamento da malária.

Benefícios da artemísia

A artemísia é usada para tratar problemas de digestão, como perda de apetite, dores de estômago, doenças da vesícula biliar e espasmos intestinais. Além disso, algumas pessoas utilizam o chá para tratar febre, doença hepática, depressão, dor muscular, perda de memória e infecções por vermes. O tônico é consumido para aumentar o desejo sexual e para estimular a transpiração.

Usos comuns também incluem tosse, problemas estomacais e intestinais, resfriado, sarampo, diabetes, pele amarelada (icterícia), ansiedade, batimento cardíaco irregular e fraqueza muscular. Suas propriedades medicinais tratam infecções parasitárias, como lombrigas, vermes, tênias, ancilostomídeos e vermes.

Pesquisas mostram que o consumo diário de chá da espécie artemisia absinthium por seis a dez semanas melhora os sintomas, a qualidade de vida e o humor em alguns pacientes com doença de Crohn. Também parece reduzir a quantidade de esteróides necessários para as pessoas com essa condição.

Outros benefícios da artemísia

  • Ajuda a controlar o ciclo menstrual
  • É calmante e relaxante
  • Combate o estresse e a ansiedade
  • Promove a saúde dos rins e do fígado
  • É analgésica, antifúngica e antibacteriana, além de combater vermes
  • Auxilia no tratamento da doença de Crohn
  • Ajuda a proteger o cérebro e a prevenir acidentes vasculares cerebrais
  • Auxilia na digestão
  • Ajuda a prevenir alguns tipos de câncer
  • Alivia dor de estômago
  • Alivia sintomas de gripes e resfriados
  • Auxilia no tratamento de sarampo
  • Ajuda a combater icterícia

Como fazer chá de artemísia

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de folhas de artemisia vulgaris
  • 1 litro de água

Modo de fazer

Ferva a água e coloque as folhas da erva. Deixe ferver por dez minutos. Desligue o fogo, reserve para esfriar, coe e beba de 2 a 3 xícaras do chá por dia.

Possíveis efeitos colaterais

A artemísia deve ser consumida moderadamente e em curto prazo (de duas a quatro semanas). A longo prazo (quatro ou mais semanas) e/ou em quantidades maiores do que as recomendadas pode causar efeitos colaterais graves, como insônia, vômitos, náuseas, vertigens, alucinações, inquietação e convulsões.

Grávidas e lactantes não devem utilizar artemísia. A erva pode causar aborto espontâneo ou problemas ao recém-nascido.



Veja também: