Protetor labial: derivados de petróleo podem causar riscos

eCycle

Algumas substâncias são extremamente tóxicas

Alguns protetores labiais possuem vaselina, um derivado do petróleo

O outono e o inverno chegam e, com eles, o tempo seco, que causa diversos problemas à saúde. Um dos produtos mais utilizados nessa época é o protetor labial, que hidrata e protege os lábios de rachaduras. Mas você está atento aos ingredientes desse tipo de produto? A eCycle te dá algumas dicas sobre o assunto.

Alguns dos produtos mais populares no mercado levam em sua composição a geleia de petróleo, conhecida comercialmente como vaselina. A principal característica desse composto derivado do petróleo é sua capacidade de hidratar e impedir a perda de umidade da superfície aplicada.

O petróleo branco, como também é conhecido, pode ser encontrado em outros produtos de beleza e higiene pessoal, como lubrificantes e produtos para os cabelos, e em embalagens de alimentos.

Debate sobre a segurança

A Administração de Alimentos e Drogas dos EUA (FDA) classifica a geleia de petróleo como um produto seguro e que pode ser comercializado sem a necessidade de uma prescrição médica.

Por outro lado, estudos mostram que a vaselina pode ser contaminada com hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (PAHs), durante sua produção. De acordo com a Agência de Proteção do Meio Ambiente dos EUA (EPA), os PAHs são extremamente tóxicos, tendo mostrado durante testes o desenvolvimento de tumores e problemas no sistema reprodutivo de animais expostos a esses compostos.

Opções ao uso da geleia de petróleo

Ainda há um grande caminho a ser percorrido para se chegar a um consenso sobre a segurança do uso desse tipo de produto. Mas por que se expor a esse risco, com tantas outras opções disponíveis? Além disso, é meio estranho passar petróleo na boca não?

Os perigos do protetor labial se aplicam àqueles com componentes derivados do petróleo. Produtos que levam manteiga de cacau, abacate, amêndoas, azeite, amendoim, óleo de germe de trigo e gergelim, entre muitos outros, são naturais e também oferecem proteção aos lábios. Fique sempre atento aos rótulos dos produtos que compra.

Veja abaixo uma receita simples de protetor labial que pode ser feita em casa:

Misture 60 ml de azeite com 14 g de cera de abelha ralada e aqueça a mistura no fogão até que a cera se derreta. Retire a mistura do calor e adicione 12 gotas de extrato de semente de grapefruit (toranja). Finalmente, com um batedor de mão, misture tudo até que a "gororoba" fique cremosa e pronto.

A receita rende 60 ml de protetor labial, que pode durar em torno de um ano. É importante destacar que esse protetor labial não é indicado para o uso durante o verão. Para se proteger dos raios UV, utilize protetores específicos, que contenham proteção conta o sol.


Veja também:


 

Comentários  

 
+2 #1 2014-02-19 17:52
Estou adorando conhecer os produtos. Bjos Celinha
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail