Loja
Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo

A castanha-da-índia crua é potencialmente venenosa, mas seu extrato e chá podem fazer maravilhas pela saúde

A castanha-da-índia é o fruto do castanheiro-da-índia (Aesculus hippocastanum), uma árvore robusta que pode medir até 25 metros de altura. Assim como a semente, a casca, a flor e as folhas da espécie podem ser usadas como plantas medicinais. Com orientação médica, esta oleaginosa é comumente utilizada no tratamento de problemas no sistema circulatório, especialmente nos membros inferiores, hemorroidas e fragilidade capilar.

Castanha-de-caju
Castanha-de-caju: benefícios e propriedades

O castanha-da-índia é uma árvore nativa de partes do sudeste da Europa. Seus frutos contêm sementes que lembram castanhas doces, mas têm um sabor amargo. Historicamente, o extrato de semente de castanha-da-índia é usado para dores nas articulações, problemas na bexiga e gastrointestinais, febre, cãibras nas pernas e outras condições.

Castanha-do-pará lidera o desenvolvimento sustentável na Amazônia

As propriedades medicinais da castanha-da-índia se devem ao seu rico perfil nutricional. Fonte de vitaminas B, C, K, antioxidantes e ácidos graxos, ela tem ação anti-inflamatória, anti-hemorroidal e vasoconstritoras. Por isso, a castanha-da-índia é indicada para problemas de má circulação sanguínea, como insuficiência venosa e varizes, aliviando a sensação de dor e peso nas pernas. Além disso, auxilia na saúde da pele, promovendo o bem-estar geral.

Castanha-do-pará: curiosidades e benefícios

Embora seja muito similar a outros tipos de castanhas, a castanha-da-índia não é comestível. Apesar dos benefícios à saúde, ela contém quantidades significativas de uma substância tóxica, chamada esculina, que pode ser fatal se ingerido. Os sintomas do envenenamento vão de distúrbios gastrointestinais e fraqueza muscular até paralisia. Geralmente o extrato de castanha-da-índia é consumido como suplemento medicinal, em forma de cápsulas, pó, folhas, sabonetes e outros produtos.

castanhas
A coleta de castanha é aliada ao combate do desmatamento segundo povo Zoró

Quais são os 7 benefícios da castanha-da-índia?

O extrato de castanha-da-índia tem sido amplamente utilizado para tratar diversas condições de saúde. Além disso, existem evidências de que o consumo do produto seja eficaz no tratamento de tosse, diarreia, eczema, febre, edemas e dores menstruais. Confira a seguir mais sete benefícios da castanha-da-índia.

Brazil nut (Bertholletia excelsa); Brazil
Conheça a maior biblioteca especializada em castanha-da-amazônia do mundo

1. Alivia os sintomas de insuficiência venosa crônica

A insuficiência venosa crônica é uma condição de saúde caracterizada por fluxo sanguíneo insuficiente para as veias das pernas. Os sintomas incluem coceira, inchaço, dores, úlceras e fraquezas nas pernas. Veias varicosas e dilatadas também são marcas registradas do problema.

castanha-de-baru
Conheça a castanha de baru e seus benefícios

2. Ajuda a tratar as veias varicosas

As varizes são veias inchadas e salientes que geralmente ocorrem nas pernas e podem ser causadas por insuficiência venosa crônica. Consumir regularmente o extrato de semente de castanha-da-índia pode melhorar o tônus ​​venoso. Isso acaba melhorando o fluxo sanguíneo na região das pernas, além de reduzir o inchaço e as dores causadas pelas veias varicosas.

castanha-portuguesa
Conheça os benefícios da castanha-portuguesa

3. Alivia o incômodo causado pelas hemorroidas

As propriedades anti-inflamatórias do extrato de castanha-da-índia podem ajudar a aliviar os sintomas de hemorroidas. Logo, reduzindo a inflamação e o inchaço nas veias afetadas pela hemorroida.

leite de castanha de caju
Leite de castanha-de-caju: benefícios e como fazer

As hemorroidas são uma condição de saúde comum caracterizada por veias inchadas ao redor do ânus e do reto. Os sintomas são desconfortáveis ​​e podem incluir coceira, irritação, dor e sangramento retal.

4. Combate a inflamação

A inflamação pode causar acúmulo excessivo de líquido nos tecidos, provocando inchaço e retenção de líquidos, um problema muito comum em mulheres. No entanto, as propriedades anti-inflamatórias da castanha-da-índia podem auxiliar no combate ao problema, reduzindo o inchaço provocado pela inflamação.

A responsável pelo benefício é a escina, um componente ativo da castanha-da-índia que possui ação antiedematogênica, anti-inflamatória e venotônica. Assim, aumentando o tônus das paredes dos vasos sanguíneos. O tratamento pode ser feito com suplemento oral ou uso de pomada na região afetada.

castanha-da-índia
Imagem de Henryk Niestrój por Pixabay 

5. É rica em antioxidantes

O extrato de castanha-da-índia contém antioxidantes, compostos que podem ajudar a prevenir danos às células. Os danos são causados por moléculas instáveis ​​chamadas radicais livres. Os flavonoides, como quercetina e caempferol, presentes no extrato de castanha-da-índia agem como antioxidantes poderosos.

Os radicais livres são responsáveis por inflamações, danos celulares e desenvolvimento de diversas complicações de saúde. Isso inclui câncer e doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e Parkinson.

6. Ajuda a combater a infertilidade masculina

Uma das causas da infertilidade masculina é a varicocele, ou inchaço das veias próximas aos testículos. No entanto, as propriedades anti-inflamatórias e anti-inchaço da escina podem ajudar a tratar a infertilidade relacionada à varicocele.

7. Auxilia na prevenção ao câncer

A escina da castanha pode reduzir significativamente o crescimento de células tumorais em certos tipos de câncer, como o de fígado. Além disso, estudos em tubo de ensaio observaram que a escina pode causar morte celular em células cancerosas, como câncer de pâncreas e de pulmão.

No entanto, esses estudos usaram quantidades concentradas de escina, e não está claro se a quantidade encontrada no extrato teria os mesmos efeitos. Mais estudos humanos nesta área são necessários antes que conclusões firmes possam ser feitas.

Chá de castanha-da-índia

Se você não deseja suplementar com cápsulas, o chá de castanha-da-índia pode ser uma alternativa saudável. Ele pode beneficiar propriedades medicinais do castanheiro-da-índia. O chá é feito com as folhas da árvore e ajuda a aliviar:

  • Hemorróidas
  • Problemas na pele
  • Inflamações nas articulações
  • Problemas de circulação

Ingredientes

  • 30 g de folhas de castanha-da-índia (duas colheres de sopa rasas);
  • 1 litro de água fervente.

Como fazer

Adicione as folhas à água fervente e deixe repousar por aproximadamente 20 minutos. Você deve beber esse chá de 2 a 3 vezes ao dia para tratar hemorroidas.

Para problemas de pele e artrite, a mistura pode ser utilizada em compressas e aplicada delicadamente sobre a região afetada por 15 minutos.

Quem não pode tomar castanha-da-índia?

As informações contidas neste site não devem ser utilizadas como base para automedicação em hipótese alguma. Além disso, não substituem orientações dadas por profissional da área médica. Se faz uso de castanha-da-índia, informe sua médica. Afinal, o extrato de castanha-da-índia pode interagir com alguns medicamentos, como:

  • Diluentes de sangue
  • Insulina ou medicamento oral para diabetes
  • Anti-inflamatórios não esteroides
  • Lítio

Além disso, o produto não é indicado para crianças, mulheres grávidas ou em período de amamentação e pessoas com doenças renais ou hepáticas. Procure orientação médica caso você apresente algum problema de saúde ou faça uso de medicamentos.

Os efeitos colaterais do extrato de semente de castanha-da-índia são leves e incluem problemas de:

  • Digestão
  • Dor de estômago
  • Tontura
  • Dor de cabeça
  • Náusea
  • Problemas gastrointestinais
  • Dores musculares
  • Coceira

Além disso, houve relatos de reações alérgicas quando o extrato foi aplicado na pele.

A planta deve ser usada com moderação e seus efeitos medicinais substituem em hipótese alguma a opinião de um profissional da saúde.


Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais