Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Já houve mais de dez atropelamentos de ninhos no local

Imagem: Arquivo da AMJUS/José Carlos

Em 28 de março, 64 filhotes de tartarugas morreram atropeladas ao tentar chegar ao mar, na praia de Tourinhos, em São Miguel Gostoso, no Rio Grande do Norte. A ONG Amjus, que exerce as suas atividades no local, culpa a construção de uma estrada em local inadequado, pois o ninho das tartarugas estava no pé do morro onde a estrada não deveria estar.

De acordo com a Amjus, em 2017, já houve mais de dez atropelamentos de ninhos no local. Apesar dos esforços empenhados na tentativa de conscientização para esse fato, os carros continuam circulando em alta velocidade, além dos quadriciclos que atropelam os ninhos dos filhotes de tartarugas.

Ainda segundo a ONG, a estrada na praia, perto da desova das tartarugas, já foi objeto de uma ação civil pública com decisão pela sua retirada exatamente como medida de proteção às tartarugas marinhas, por estar em área de preservação, mas a estrada ainda não foi desativada.

Atropelamento de fauna

O atropelamento da fauna nas estradas brasileiras é fato recorrente. Todos os anos, 450 milhões de animais morrem atropelados nas estradas brasileiras, mais de duas vezes a população humana do Brasil. De roedores a onças-pintadas, de anfíbios a sucuris, não importa o grupo, não importa o tamanho, a fauna brasileira é gravemente afetada.


Fonte: O Eco

Veja também: