18 remédios naturais para cultivar em casa

eCycle

Essas ervas e plantas têm usos culinários e também podem ser usadas como remédios naturais

Ervas podem ser usadas como remédios naturais e caseiros para tratar doenças comuns

Ter um canteiro com ervas e temperos em casa, além de ser bom para diversificar suas receitas, também é uma ótima opção para resolver pequenos problemas de saúde que surgem por causa do cansaço ou da falta de resistência, como dores de cabeça e dor de garganta. É possível fazer vários tipos de remédios naturais usando apenas plantas que podem ser cultivadas em vasos ou pequenos espaços.

Além de tratar os sintomas de doenças mais simples, usar remédios naturais também é muito bom para evitar o uso excessivo de medicamentos. Lembre-se que é sempre recomendável consultar uma médica ou médico - especialmente se o problema for recorrente ou se agravar.

Remédios naturais para plantar em casa

Aloe vera ou babosa

Ervas e plantas medicinais: Aloe vera ou babosa

Pode ser plantada em vasos. Ela adora luz do sol e muita água. E para usá-la como remédio natural, quebre as folhas grossas e aplique o gel (que escoa da planta) diretamente na pele (alivia queimaduras solares). Segundo a fundadora do The Organic Pharmacy, do Reino Unido, Margo Marrone, a folha da aloe vera tem 96% de água e 4% de ingredientes ativos, como aminoácidos e enzimas, que nutrem a pele danificada.

Manjericão

Ervas e plantas medicinais: Manjericão

Essa planta é ideal para o cultivo em vasos. Lembre-se de retirar as flores brancas logo que elas aparecem, para evitar que as ervas fiquem com um sabor amargo e também para que elas não tomem conta da planta. Além de ser um repelente natural (veja seis tipos de plantas funcionam como repelente natural de insetos), o manjericão também é uma das opções de remédios naturais para aliviar dores de cabeça.

Para isso, basta esfregar folhas esmagadas no osso temporal de sua cabeça. E você também pode usar as folhas dessa planta para tomar um banho de pedilúvio, que é ótimo para aliviar doenças como bronquite, laringite, congestões cerebrais, entre outras. Para preparar o banho, basta despejar água fervente sobre as folhas do manjericão.

Lavanda

Ervas e plantas medicinais: Lavanda

Adora sol e precisa de uma boa drenagem. Use um pequeno vaso cheio de cascalho e uma terra leve. A lavanda possui propriedades antissépticas e anti-inflamatórias. Para experimentar esses benefícios, você pode preparar um banho de vapor para o rosto. Para isso, esmague um punhado de "cabeças" de lavanda e as adicione a uma tigela com água fervente. Você também pode usar o óleo proveniente de suas flores e aplicá-lo em manchas e cicatrizes do seu corpo.

Erva-cidreira

Ervas e plantas medicinais: Erva-cidreira

Plante-a em um vaso separado - como ela cresce fácil e rápido, vai tomar conta de sua jardineira se esse cuidado não for levado em conta. A erva-cidreira é um dos remédios naturais que você pode usar para prevenir e aliviar feridas - basta aplicá-la na região afetada. Além disso, se for esfregada diretamente sobre a pele, age como um repelente natural de insetos, além de aliviar dores de picadas. Cuidado para não confundir a erva-cidreira com o capim-cidreira, também chamado de capim-santo.

Hortelã

Ervas e plantas medicinais: Hortelã

Use um vaso profundo para plantar a hortelã, porque ela cresce muito. Tomar chá com as folhas frescas de hortelã alivia dores de estômago, náuseas e flatulência. E para fazer um descongestionante natural, basta colocar um punhado de folhas da erva em uma tigela rasa e cobrir com água fervente. Em seguida, se debruce sobre a tigela, coloque uma toalha sobre a cabeça e respire o vapor, igual ao que se faz na inalação natural de ervas.

Salsinha

Depois de plantada no vaso, deixe a salsa (que também é chamada de salsinha) sob o sol e, enquanto isso, mantenha o solo sempre úmido. Utilize adubo orgânico. A salsinha reforça o sistema imunológico. Coma uma colher de sopa de salsinha crespa diariamente. Você também pode usar o chá de salsinha como opção entre os remédios naturais para refrescar o mau hálito, melhorar desconfortos nasais e a circulação. Saiba mais na matéria: "Quais os benefícios do chá de salsinha?"

Ervas e plantas medicinais: Salsinha

Alecrim

Ervas e plantas medicinais: Alecrim

Essa planta também adora a luz solar. Chá de alecrim é um remédio natural ótimo para ajudar a levantar o ânimo. Na preparação do chá, o segredo é usar um pedaço da planta (mais ou menos do tamanho do polegar) e uma xícara de água para conservar os princípios ativos da erva. Aprenda a plantar alecrim.

Sálvia

Ervas e plantas medicinais: Sálvia

Precisa de sol constante e um solo arenoso e seco para o cultivo. Seu uso como remédio natural é indicado para aliviar a dor de garganta. Faça um gargarejo com o caldo feito a partir de um quarto de xícara de folhas refrigeradas de sálvia.

Tomilho

Ervas e plantas medicinais: Tomilho

Cultivar em solo seco, leve e em que bata muito sol. É um poderoso antioxidante e antisséptico na forma de chá. Beba, antes de dormir, um chá feito de tomilho-limão para tratar resfriados. Só tome cuidado para não usar o tomilho em caso de gravidez, pois ele pode estimular a contração do útero.

Cenoura

Precisa de bastante luminosidade e a terra não pode ter pedrinhas ou detritos para a raiz poder crescer sem obstáculos. A cenoura é um dos remédios naturais que combate disfunções hormonais, resfriados e tem efeitos no funcionamento do intestino. Ela é antidiarreica, mas, em excesso, acaba tendo o efeito contrário.

Cenoura

Erva-de-gato

Erva de gato

Não são só os bichanos que ficam felizes com a erva. Nós também podemos tirar proveito dela como remédio natural, pois mastigar suas folhas ajuda a aliviar dores de dente e diminuir febres. Seu chá pode ser usado como calmante. A planta se desenvolve melhor em climas frios e não precisa de muitas horas de sol por dia.

Alho

Alho

Prefere locais com bastante iluminação natural e o solo bem drenado. Acredita-se que plantar alho, no inverno, ajuda a produzir bulbos maiores. O alho atua como anticoagulante, bactericida e antioxidante, além de combater a congestão nasal e ajudar a prevenir câncer no trato digestivo. Muitos médicos recomendam comer dois dentes de alho por dia para reduzir o colesterol.

Dente-de-leão

Dente de leão
Cresce como erva daninha em vários jardins, mas o que muita gente não sabe é que sua flor é docinha e as folhas mais novas ficam muito gostosas em saladas (as folhas que já cresceram há mais tempo são amargas, você pode gostar delas refogadas). A folha de dente de leão possui mais ferro e cálcio que o espinafre. Entre seus muitos benefícios, o mais conhecido é a estimulação da atividade do fígado. O chá de dente de leão auxilia o metabolismo hepático, eliminando toxinas com mais facilidade, e aumenta o fluxo biliar, ajudando na digestão de gorduras. Mas cuidado: não use o dente de leão se estiver grávida ou em tratamento com antibióticos, anticoagulantes, protetores gástricos ou medicamentos a base de lítio.

Salsão ou aipo

Salsão ou aipo

Prefere climas mais amenos e a terra deve ser bem nutrida. O uso do salsão como remédio natural traz muitos benefícios: tem ação diurética, combate a prisão de ventre, alivia a azia, é fonte de cálcio, reduz o colesterol (porque aumenta a secreção de ácidos biliares), repõe os eletrólitos perdidos na atividade física, tem propriedades anti-inflamatórias e até atua como suporte para prevenir câncer de ovário.

Bardana

Plante-a em uma terra profunda, pois suas raízes crescem muito (é principalmente essa a parte da planta que se usa) e em local definitivo, pois elas não suportam bem a transplantação. Tem propriedades diuréticas e bactericidas e é ótima opção para quem procura remédios naturais contra problemas de pele.

Bardana

Orégano

Orégano

É bem fácil de plantar: cresce em climas frios ou quentes, só precisa de um solo fértil e úmido. Quanto mais iluminação natural, melhor, mas pode se dar bem na sombra também. Seu chá alivia tosses, indigestão,cólicas e dores musculares e de cabeça, além de ser antifúngico.

Losna

Losna

Pode não ser muito fácil encontrar o solo argilo-arenoso de que ela precisa, mas depois de plantada, a losna é excelente: resistente a doenças e insetos e se dá muito bem com fertilizantes orgânicos. A losna ajuda a combater mau hálito, cólicas menstruais, azia e até anemia. É também um ótimo repelente de insetos, inclusive de piolhos.

Arnica

Arnica

Gosta muito de luz solar e do solo argilo-arenoso. Sua pomada é famosa por aliviar contusões, mas atenção: a arnica é tóxica se for ingerida. Tente colocar o vaso em um lugar alto, longe do alcance de crianças e animais de estimação. Para usá-la como remédio natural, prepare os seguintes ingredientes: uma parte de arnica fresca, cinco partes de álcool de cereais (encontrado em farmácias) e cinco partes de água. Pique a planta e misture-a com os outros ingredientes. Deixe descansar por pelo menos 15 dias (depois você pode armazenar por até um ano) e faça compressas com uma parte da mistura diluída em nove partes de soro fisiológico.

No caso de todas essas ervas e plantas, o uso como remédio natural é uma opção para aliviar os sintomas e não deve substituir outros medicamentos recomendados pelo profissional de saúde que te acompanha. Se você estiver com uma doença leve, usar um desses remédios naturais e não tiver os resultados desejados, entre em contrato com sua médica ou médico.


Veja também:


 

Comentários  

 
+4 #1 2014-09-17 16:51
gostei de site sobre a natureza
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail