Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Descubra como fazer vinagre de maçã mantendo probióticos e minerais perdidos em processos industriais

O vinagre de maçã é um líquido obtido a partir da fermentação da maçã, sendo conhecido pelas suas qualidades medicinais há milhares de anos. Saber como fazer vinagre de maçã em casa é uma ótima forma de evitar o consumo de plástico (embalagem comum de vinagre vendido em mercados) e ainda obter fósforo, cálcio, magnésio, potássio e probióticos, que não são encontrados no vinagre pasteurizado e filtrado. Além disso, o vinagre feito em casa pode ser usado para temperar a salada, aliviar os sintomas do refluxo gástrico, refrescar o hálito, tonificar o cabelo, reduzir a dor de garganta, ajudar na limpeza doméstica atóxica e muitos outros benefícios que você pode conferir nas matérias:

Como fazer vinagre de maçã

Maçã
Maçã. Imagem de FuYong Hua, está disponível no Unsplash

A equipe do Portal eCycle testou várias formas de fazer vinagre de maçã e selecionou a melhor. Confira o passo a passo (e o vídeo no início da matéria):

  1. Itens necessários
    Ingredientes

    • Pote de vidro com a boca larga
    • Recipiente de vidro estreito com boa vedação
    • Filtro de café
    • Colher não metálica
    • Elástico reutilizado ou fita de pano
    • Peneira fina ou coador de voil
  2. Ingredientes
    Ingredientes

    • 2 maçãs pequenas – cerca de uma xícara de chá (de preferência orgânicas);
    • 2 colheres de sopa de açúcar (de preferência orgânico);
    • 2 xícaras de chá de água filtrada.
  3. Modo de preparo
    Modo de Preparo

    • Esterilize todos os utensílios com água quente (esse passo é essencial para evitar micro-organismos indesejados);
    • Encha ¾ do pote de vidro com a boca larga com os pedaços de maçã;
    • Dissolva o açúcar na água;
    • Despeje a água com o açúcar sobre as maçãs. Se necessário, coloque mais água;
    • Tampe com o filtro de café (ou outro material que permita a troca de ar com o exterior sem permitir a passagem de insetos) e prenda com o elástico;
    • Armazene em local escuro e à temperatura ambiente, como o armário de cozinha;
    • Deixe por aproximadamente 15 dias; mexendo ao menos uma vez por dia todos os dias com uma colher não metálica. Esse passo é imprescindível para que não cresça bolor;
    • Passados os primeiros 15 dias, coe os pedaços de maçã, leve-os para a compostagem e transfira o líquido dessa vez para o recipiente de vidro estreito bem vedado (nessa segunda parte da receita é importante que não haja troca de ar com o exterior);
    • Deixe por mais 15 dias;
    • Depois desses 30 dias completos, o vinagre de maçã estará pronto para consumo. Mas é importante que, na segunda parte da receita, seja utilizado um recipiente de vidro estreito e bem tampado, de modo que o vinagre produzido na receita (ácido acético) não evapore. Do contrário, você terá apenas água.

Sobre o vinagre de maçã feito em casa

  • O açúcar utilizado na receita é necessário para alimentar as bactérias boas, de modo que ele fermente e, ao final do processo, não exista mais. Dessa forma, o vinagre de maçã que você fez em casa não terá açúcar;
  • As bactérias do processo devem ser as que estão presentes naturalmente na maçã, não coloque nenhuma adicional.
  • Você pode utilizar maçã-gala, mas quanto mais variedade de maçãs, melhor é o sabor;
  • Mantenha a maçã sempre submersa na água para evitar o aparecimento de bolor;
  • Mosquitos e moscas adoram vinagre, por isso, tenha certeza de que seu pote está bem coberto, sem bloquear a saída dos gases da fermentação (na primeira parte da receita);
  • Em algum momento durante a segunda parte da receita você vai perceber que no topo do pote se formará uma colônia de bactérias parecida com o scoby da kombucha; basta removê-la.