Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Uso do fio dental previne diversos problemas de saúde bucal, mas seus impactos ambientais são preocupantes

O fio dental é um dos itens de higiene mais indispensáveis para as pessoas. A importância do uso é reforçada a cada visita ao dentista; afinal, ele é capaz de alcançar áreas que as escovas não conseguem limpar adequadamente. Embora muitas pessoas restrinjam o fio dental à escovação noturna, uma vez por dia, os especialistas recomendam que ele seja utilizado após, pelo menos, duas refeições, para diminuir a chance de formação de placas bacterianas nocivas à saúde bucal.

A verdade é que muitos dentistas consideram o uso do fio dental, se feito corretamente, mais importante do que a própria escovação. Isso porque ele pode reduzir as chances de você desenvolver cáries, mantém o hálito fresco e previne problemas nas gengivas, como a gengivite, e doença periodontal, que é um fator de risco para doenças do coração e diabetes.

Mas você já parou para pensar no impacto desse produto no meio ambiente? Se cada cidadão norte-americano passasse o fio dental somente uma vez por dia entre os dentes, seriam 2,5 bilhões de embalagens plásticas descartadas por ano. O plástico dessas embalagens não é reutilizável, nem reciclável, nem biodegradável, e muitas vezes nem chega a aterros sanitários, indo parar direto nos oceanos, como grande parte dos plásticos descartáveis.

Além disso, o próprio fio dental é regularmente feito de náilon ou outros filamentos de plástico. As versões enceradas são revestidas com um tratamento à base de petróleo para facilitar o uso. O próprio náilon não é reciclável nem biodegradável e tem um tempo de degradação na natureza similar ao do plástico: cerca de 400 anos. E, para piorar, muitas pessoas ainda fazem o descarte no vaso sanitário ou no ralo do banheiro, o que agrava ainda mais seus impactos ambientais e a chance de matar animais que vivem em corpos d’água.

Para piorar, o fio de náilon costuma ser encerado em vários sabores. Existem prós nesta qualidade, mas também contras infelizes. O fio dental encerado é resistente a manchas e cola, o que significa que ele se move entre os dentes com mais facilidade. O fio dental encerado também tem sabores agradáveis, como de menta.

Infelizmente, os fabricantes de cera de fio dental criaram todos esses atributos com produtos químicos perfluorados, ou PFCs. Os PFCs são encontrados em toneladas de produtos, incluindo roupas, utensílios de cozinha e móveis. O problema é que os PFCs têm sido alvo de vários estudos de saúde nos últimos anos. Embora a ciência ainda não seja definitiva, os PFCs parecem ser muito mais problemáticos do que pensávamos.

Por ser um pequeno pedaço de lixo, fio dental e outros tipos de pequenos plásticos acabam, muitas vezes, indo parar no oceano. O fio dental, projetado especificamente para não rasgar, é um problema real nos oceanos. Como outros plásticos, ele pode sufocar animais marinhos ou chegar até seus estômagos, onde permanece por anos, causando sérios problemas de saúde. Ou seja: o fio dental comum não é nada sustentável!

Além disso, o fio dental genérico também pode conter vestígios de produtos químicos tóxicos, como PFASs, BPA e cádmio. Essas substâncias são potencialmente cancerígenas e podem se acumular por anos no meio ambiente. Um estudo de 2008 mostrou que as mulheres que usaram fio dental de uma marca específica tinham níveis aumentados de PFASs no sangue, em comparação com as mulheres que não usaram o produto.

Alternativas ao fio dental comum

No Brasil, já existem marcas alternativas, que oferecem produtos veganos, naturais e/ou biodegradáveis. Recomendamos que você cheque as informações do produto para garantir que ele ofereça de fato menos riscos à sua saúde e ao meio ambiente. Verifique também o material da embalagem e dê preferência a versões livres de plástico. Infelizmente, ainda não existem alternativas totalmente livres de impacto ambiental, mas algumas opções podem ser menos nocivas.

Seda

Compostável, o fio de seda é natural e biodegradável, mas não é vegano, e a colheita da seda nem sempre é isenta de crueldade. Também existem versões com cera de abelha.

Bambu

O fio dental de bambu é natural, biodegradável e vegano. Também é livre de conservantes, glúten e cores e adoçantes artificiais. Muitos fios de bambu também contêm carvão ativado, que está na moda hoje em dia quando se trata de limpar a boca.

Amido de milho

O fio dental à base de amido de milho é outra alternativa vegana biodegradável que tem as mesmas vantagens do bambu.

Embalagens ​​de vidro ou metal

Esses materiais reduzem o uso de plástico e as embalagens podem ser reutilizadas continuamente, evitando também o desperdício.

Descarte do fio dental

Em hipótese alguma jogue o fio dental utilizado no vaso sanitário ou no ralo do banheiro! Seja qual for o material que você estiver utilizando, jogue sempre o produto no lixo comum. Uma dica é cortar o fio em pedaços bem pequenos, mesmo que o material seja biodegradável. Isso não resolve o problema, mas ajuda a reduzir as chances de que o seu lixo prejudique os animais marinhos.



Veja também: