Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Naturais e livres de substâncias tóxicas, os óleos vegetais para cabelo mantém a hidratação e fortalecem os fios

O uso de óleos vegetais para cabelo é uma maneira fácil, econômica e sustentável de tratar as madeixas, sem ter de recorrer a dezenas de produtos industrializados que contêm substâncias tóxicas. Shampoos, condicionadores, máscaras e cremes disponíveis do mercado, além de terem custo elevado, podem oferecer riscos à sua saúde e ao meio ambiente. Por isso, vale a pena conhecer alternativas naturais, acessíveis e livres de produtos químicos para deixar seu cabelo mais lindo do que nunca!

Evitar sulfatos e petrolatos por meio das técnicas low poo e no poo já ajuda bastante a deixar seus cabelos mais saudáveis. Alguns produtos da indústria cosmética que possuem óleo mineral enganam o consumidor ao informarem que são hidratantes.

Na verdade, produtos com essa substância não conseguem penetrar nas camadas mais profundas dos nossos tecidos para transportar componentes nutritivos. O que eles geram é um efeito superficial de maciez, que pode causar entupimento dos poros. Isso sem falar que aumentam as chances de aparecimento de câncer, assim como também podem causar degradação da qualidade das águas.

Benefícios dos óleos vegetais para o cabelo

Já ouviu falar no famoso óleo de argan? A moda surgiu com uma cara marca especializada, e logo toda a indústria cosmética copiou a ideia e lançou linhas com o óleo em sua composição. O óleo de argan é um exemplo de óleo vegetal.

Os óleos vegetais são naturais e porporcionam diversos benefícios. São capazes de agir como antisséptico, anti-inflamatório e antibacteriano. Além disso, eles nutrem os cabelos de verdade, porque podem transportar vitaminas lipossolúveis, tais como A, D, E e K.

Isso sem contar que realmente hidratam os fios, por serem umectantes, emolientes e lubrificantes, conferindo um aspecto suave, maleável e saudável às madeixas.

Ao contrário de óleos minerais, usar óleos vegetais no cabelo não entope os poros, pois esses óleos são plenamente absorvidos. Dessa forma, se utilizados em doses e destinações corretas, não deixarão um aspecto excessivamente pesado ou oleoso.

Por todos esses motivos, são capazes de tratar verdadeiramente seus cabelos, substituindo a química nociva presente em cosméticos e cremes produzidos pela indústria. Conheça os melhores óleos vegetais para manter a saúde dos fios.

Os 8 melhores óleos vegetais para cabelo

1. Óleo de rosa mosqueta

O óleo de rosa mosqueta é um potente regenerador natural, muito indicado para redução de cicatrizes. Ele é rico em ácidos graxos que conferem um poder de regeneração de tecidos cutâneos e crescimento celular.

Além disso, possui vitamina A, ácido retinoico e vitamina C. O óleo é ótimo para hidratar cabelos secos e danificados. Pode ser usado puro ou misturado em outros óleos vegetais. Confira mais benefícios no vídeo abaixo:

2. Óleo de abacate

Abacate. Imagem de FoodieFactor por Pixabay 

O abacate é muito utilizado em receitas caseiras para hidratar a pele e os cabelos. O óleo vegetal extraído de suas sementes é riquíssimo em nutrientes e pode servir para diversos fins. Ele estimula a produção de colágeno e é um ótimo hidratante para os cabelos.

Além disso, ele auxilia no fortalecimento, estimula o crescimento e diminui a queda dos fios. Esse óleo para cabelos é superindicado para hidratar fios secos e fracos, pois irá proporcionar brilho e maciez.

3. Óleo de rícino (mamona)

Mamona. Imagem de LoggaWiggler por Pixabay 

O óleo de rícino ou óleo de mamona é um óleo para cabelos muito indicado. Quem sofre com a queda pode contar com ele. O óleo ameniza o problema, acelera o crescimento, faz o cabelo crescer mais forte e mais espesso. Ele também é hidratante e, por isso, apropriado para cabelos ressecados e pontas duplas.

O óleo combate infecções e o crescimento de bactérias e fungos que poderiam impedir o crescimento capilar devido à elevada composição de ácido ricinoleico. Ele pode combater ressecamentos do couro cabeludo e reduzir a caspa. Massageie o óleo no couro cabeludo com a ponta dos dedos por cinco minutos duas vezes por semana. Para perceber os efeitos no crescimento, o uso deve ser contínuo e prolongado.

4. Óleo de ojon

Rico em aminoácidos, antioxidantes naturais e lipídeos, o óleo de ojon reúne muitas substâncias para manter os cabelos saudáveis. Proporciona recuperação das células capilares, brilho intenso, força e protege das agressões diárias, como poluição, raios solares e também dos efeitos do secador e da chapinha. Reduz o volume dos cabelos arrepiados e é antifrizz.

O óleo de ojon possui uma composição semelhante à dos lipídeos encontrados nos cabelos, e por isso pode reestruturar os fios e os lipídeos perdidos, garantindo força e resistência aos fios e reduzindo a ruptura dos cabelos. Ele também pode ser usado como protetor térmico antes do uso de secador e da chapinha. Seu uso não é indicado por mais que três vezes na semana, pois poderá deixar os fios pesados e oleosos.

5. Óleo de macaúba

O óleo de macaúba tem o poder de reparação lipídica, recuperando fios danificados e evitando o envelhecimento dos fios em longo prazo. Esse é um dos óleos ideais para proteger os cabelos dos efeitos do secador e da chapinha.

Ele modela e dá volume para cabelos cacheados; previne o desbotamento e ressecamento de cabelos tingidos; além de conferir hidratação, brilho e maciez; também ameniza os efeitos negativos de químicas.

Macaúba. Imagem editada e redimensionada de Jose Reynaldo da Fonseca, em Wikimedia Commons, sob a licença CC BY-SA 3.0

6. Óleo de amêndoas doces

Amêndoas. Imagem de Ganesh balasubramanyam por Pixabay 

Esse óleo vegetal tem propriedades emolientes e é rico em vitamina E. Por isso, ele ajuda na recuperação de fios danificados, de pontas ressecadas e reduz volume, nutrindo, suavizando e dando brilho aos cabelos.

Para quem tem cabelos cacheados, o óleo de amêndoas doces é uma ótima opção pois ajuda a defini-los. Auxilia também no combate a caspas e à descamação do couro cabeludo.

7. Óleo de copaíba

Copaíba. Imagem de Frutos Atrativos do Cerrado, em Flick sob a licença CC BY-NC 2.0

Se você está com os cabelos sem vida, opacos e secos, esse óleo vegetal irá te auxiliar na recuperação dos fios. Ele equilibra a oleosidade, trata micoses, caspas e seborreia do couro cabeludo. Protege os cabelos tingidos e deixa os fios brilhantes e macios.

8. Óleo de café verde

Café. Imagem de 139904 por Pixabay 

O óleo de café verde tem diversas aplicações, sua utilização nos fios melhora a coesão entre as partículas de queratina e proporciona mais brilho e resistência. Atua também como hidratante, retira substâncias tóxicas dos fios e previne a calvície. No couro cabeludo, estimula a circulação sanguínea e fortalece a raiz dos cabelos.