Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Conheça os benefícios nutricionais da farinha de coco, alternativa saudável e sem glúten à farinha de trigo comum

Imagem de Tamas Pap em Unsplash

A farinha de coco é uma alternativa única à farinha de trigo. Com baixo teor de carboidratos e livre de glúten, pode ser consumida por portadores da doença celíaca e é ideal para pessoas que precisam seguir dietas mais rigorosas, substituindo a farinha tradicional em receitas de bolos, massas, pães e tortas.

Além disso, é uma boa fonte de proteínas e fibras, ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue e atua reduzindo o colesterol ruim (LDL), prevenindo doenças do coração. A farinha de coco é produzida a partir da polpa seca e moída do coco. Geralmente, funciona melhor em combinação com outra farinha que não contém glúten.

Durante a fabricação, os cocos são primeiro quebrados e sem líquido. A carne do coco é então raspada, enxaguada, ralada e coada para separar os sólidos do leite. Então, o produto é cozido em temperatura baixa até secar, antes de ser triturado para virar farinha. O pó branco produzido é semelhante às farinhas feitas de grãos, como a de trigo, e tem sabor suave, não interferindo no resultado final das receitas.

Benefícios da farinha de coco

A farinha de coco tem um perfil nutricional rico e pode oferecer uma variedade de benefícios à saúde. Confira alguns deles.

É rica em nutrientes e gorduras benéficas

A farinha de coco oferece uma variedade de nutrientes, incluindo gorduras saudáveis. Além de ser muito rica em fibras, fornece triglicerídeos de cadeia média, que auxiliam no emagrecimento e na saúde do  corpo, e ferro vegetal.

Auxilia na saúde da digestão

O alto teor de fibras da farinha de coco também pode beneficiar sua digestão. A maior parte de suas fibras é insolúvel, o que adiciona volume às fezes e ajuda a mover os alimentos suavemente pelo intestino, evitando episódios de constipação. Além disso, a farinha de coco possui pequenas quantidades de fibras solúveis e outras fibras fermentáveis, que alimentam as bactérias benéficas presentes na microbiota intestinal.

Melhora a saúde do coração

Pesquisas mostram que o consumo diário de 15–25 gramas de fibra de coco pode ajudar a reduzir os níveis de colesterol total no sangue em 11%, o colesterol LDL (ruim) em 9% e os triglicerídeos no sangue em até 22%. A farinha de coco ainda fornece ácido láurico, um tipo de gordura que ajuda a matar as bactérias responsáveis ​​pelo acúmulo de placas nas artérias, associadas a doenças do coração.

Ajuda na perda de peso

Segundo estudos, a farinha de coco pode ajudar a combater o excesso de peso, porque oferece fibras e proteínas, dois nutrientes que reduzem a fome e o apetite.

Combate vírus e bactérias prejudiciais

A farinha de coco é rica em ácido láurico, um tipo de gordura que pode combater certas infecções. Uma vez ingerido, o ácido láurico forma um composto conhecido como monolaurina. Uma pesquisa revelou que o ácido láurico e a monolaurina podem matar vírus, bactérias e fungos prejudiciais ao organismo, especialmente as variedades Staphylococcus aureus e Candida albicans, responsável pelo desenvolvimento da candidíase

Controla os níveis de açúcar no sangue

Alimentos ricos em fibras ajudam a regular os níveis de açúcar no sangue ao diminuir a velocidade com que o açúcar entra na corrente sanguínea. A farinha de coco também tem baixa classificação no índice glicêmico (IG) – o que significa que pães e outros alimentos feitos com ela têm menor probabilidade de aumentar os níveis de açúcar no sangue.

Como usar a farinha de coco?

A farinha de coco pode ser usada de diversas maneiras, nas mais variadas receitas. Confira algumas sugestões:

  • Bolo de chocolate e banana
  • Bolo de amêndoas
  • Pães
  • Vitaminas e smoothies
  • Espessante para molhos e sopas

Fontes: Healthline e Webmd


Veja também: