Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Descubra a importância da endorfina no organismo e confira dicas para aumentar seus níveis de forma natural

A endorfina é uma substância química, um neuro-hormônio produzido pelo organismo e liberado pela glândula hipófise. O termo vem da junção das palavras “endo” (interno) e “morfina” (analgésico opiáceo). Em outras palavras, ela recebe esse nome porque é um analgésico natural.

Os efeitos da endorfina são velhos conhecidos de quem pratica atividade física no dia a dia. O exercício físico, além de produzir adrenalina, também estimula a liberação de endorfina no organismo. Essa substância consiste em minúsculos compostos neuroquímicos que afetam o estado de humor, por exemplo.

Além disso, já foi comprovado pela ciência que a endorfina pode não ter efeito somente sobre as áreas cerebrais responsáveis pela modulação da dor, depressão, ansiedade e humor. É provável que ela atue também sobre outros órgãos do corpo humano, como o intestino e até o coração.

As endorfinas são um grande grupo de peptídeos, produzidos pelo sistema nervoso central e pela glândula pituitária. Como atuam nos receptores opiáceos em nosso cérebro, elas reduzem a dor e aumentam o prazer, resultando na sensação de bem-estar. São liberadas em resposta à dor ou estresse, mas também durante outras atividades, como comer algo gostoso, praticar exercícios e fazer sexo.

Elas compõem o grupo de hormônios do corpo conhecido como o quarteto da felicidade: endorfina, serotonina, dopamina e oxitocina. Cada um desses hormônios tem funções diferentes. A dopamina, por exemplo, melhora o humor, enquanto a serotonina regula o sono e a fome. Já a ocitocina aparece nas sensações de prazer e afeto.

Qual é o propósito das endorfinas?

Nem todas as funções desse hormônio no corpo são completamente compreendidas ainda. Mas já se sabe que as endorfinas são importantes para reduzir a dor e aumentar o prazer.

Elas estão envolvidas em nossos circuitos naturais de recompensa e são associadas a atividades importantes, como comer, beber, manter a forma física e ter relações sexuais. As endorfinas também aumentam durante a gravidez. Elas minimizam o desconforto e a dor e maximizam o prazer. Isso ajuda o corpo a continuar “funcionando”, apesar de lesões ou estresse.

Uma vez que os humanos buscam naturalmente sentir prazer e evitar a dor, é mais provável que façamos uma atividade se ela nos fizer sentir bem. Do ponto de vista evolutivo, isso ajuda a garantir a sobrevivência.

Quais são os benefícios das endorfinas?

Ao promover uma sensação geral de bem-estar, as endorfinas proporcionam muitos benefícios, incluindo:

  • Alívio da depressão
  • Redução do estresse e da ansiedade
  • Aumento da autoestima
  • Redução de peso
  • Ajuda a lidar com a dor do parto

E quais são os sintomas da deficiência de endorfina?

Em geral, se seu corpo não está produzindo esse hormônio o suficiente, você pode experimentar:

Como aumentar naturalmente seus níveis de endorfina

Você não precisa correr uma maratona inteira para experimentar os efeitos agradáveis ​​da produção de endorfina. Há diversas outras atividades que estimulam a liberação desse hormônio.

Um estudo publicado por pesquisadores da Universidade de Oxford revelou que as emoções elevam os níveis de endorfina. Até mesmo a comoção com filmes tristes estimula a produção da substância. Isso porque as mesmas áreas do cérebro que suportam ou respondem à dor física também estão envolvidas na dor psicológica.

Além dessas atividades, o corpo também produz a substância quando você:

  • Come chocolate amargo
  • Faz exercícios
  • Escuta música
  • Dança
  • Canta
  • Faz sexo
  • Cria algum tipo de peça de arte
  • Trabalha em equipe
  • Faz trabalho voluntário
  • Toma uma taça de vinho
  • Faz acupuntura
  • Ri ou gargalha
  • Degusta seu prato favorito
  • Recebe uma massagem
  • Faz uma sauna
  • Come algo picante
  • Pratica aromaterapia
  • Assiste ao seu programa de televisão favorito
  • Faz yoga e/ou meditação

Qual é a diferença entre endorfinas e dopamina?

As endorfinas são polipeptídeos produzidos pela glândula pituitária e pelo sistema nervoso central. Elas ajudam principalmente a lidar com o estresse e a reduzir a sensação de dor. O efeito de prazer associado às endorfinas está em parte relacionado ao aumento da produção de dopamina que ocorre devido à atividade das endorfinas.

A dopamina é sintetizada a partir do aminoácido tirosina pelo hipotálamo, substância negra e medula da glândula adrenal. Ela tem vários efeitos no corpo, incluindo melhorar o humor, inibir a secreção de prolactina, melhorar os movimentos do corpo e ajudar o sistema nervoso simpático.