Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Aprenda sobre a melhor dieta saudável para o coração para garantir o bem estar!

Seguir uma dieta saudável para o coração não deve ser feito apenas para pessoas que sofrem de doenças cardiovasculares. A saúde do coração é, afinal, um dos pilares da medicina e é essencial para o funcionamento do resto do organismo, uma vez pelo seu papel no resto do corpo. 

A função do coração é bombear o sangue e distribuir oxigênio e nutrientes para o resto do organismo e para outros órgãos. 

Portanto, cuidar do coração é um modo de ajudar o seu organismo a funcionar sem preocupações e a dieta é um dos passos mais importantes para garantir o seu bem estar. Além de ser o mais fácil e que, muitas vezes, pode se ter controle. Afinal, a dieta é feita a partir de escolhas. 

Uma dieta saudável para o coração pode ajudar a reduzir o risco do desenvolvimento de doenças cardíacas, diabetes e pressão alta, e também pode ajudar na perda de gordura. 

Porém, é importante notar que não é necessário seguir uma dieta à risca. Dietas ricas em fibras, gorduras saudáveis e antioxidantes já fazem um ótimo trabalho ajudando o funcionamento do coração. Evitar alguns alimentos e investir em outros já é um grande passo para uma saúde melhor. 

O que evitar

Em uma dieta saudável para o coração, alguns alimentos não tem espaço. A carne, por exemplo, já foi um exemplo de alimento a ser evitado. De acordo com um estudo publicado em 2020, o consumo excessivo de carne e produtos de origem animal pode ser prejudicial à saúde humana, com evidências relacionadas ao câncer, doenças do coração, doenças metabólicas, obesidade, diabetes e a episódios de acidente vascular cerebral.

Além da carne vermelha, outras comidas oferecem riscos à saúde. Alimentos ricos em gordura saturada, por exemplo, devem ser consumidos em moderação. Ela está associada ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares causadas pelo aumento do colesterol. Comidas ricas em gorduras saturadas são carnes processadas, pizzas e frituras.

As gorduras trans também devem ser evitadas. Elas geralmente são encontradas em produtos processados, estão associada ao aumento do colesterol LDL e da diminuição do “colesterol bom”. Além de ser um agente para o aumento de peso, as gorduras trans também podem ser um fator no desenvolvimento de diabetes tipo 2. 

O mau uso do sal também pode ser uma fonte de problemas cardíacos, podendo aumentar os riscos do desenvolvimento de pressão arterial alta e, consequentemente, doenças cardiovasculares. 

O que comer

A dieta balanceada contém pelo menos cinco porções de frutas e vegetais por dia, além de algumas fontes de proteínas e carboidratos. As gorduras poliinsaturadas e monoinsaturadas também são essenciais para a saúde do coração, podendo diminuir os níveis de colesterol ruim, ou LDL. 

Invista em grãos integrais como aveia, arroz integral, cevada e trigo em macarrões, cereais e pães. Saiba mais sobre uma alimentação balanceada aqui: “Alimentação diária: o que comer e quando comer?

Comer sozinho

Comer sozinho pode ser um empecilho para manter uma dieta saudável para o coração. Um estudo publicado na Obesity Research & Clinical Practice aponta que os padrões irregulares de alimentação podem resultar em Síndrome Metabólica — um conjunto de fatores de risco para diabetes, obesidade e problemas cardiovasculares. 

Contudo, esses perigos podem ser evitados com uma simples dica: mantenha hábitos alimentares saudáveis, mesmo sem supervisão. Para mais informações, confira nossa matéria sobre o assunto: “Comer sozinho faz mal?

Dietas

Embora não seja necessário, algumas dietas mais “restritas” podem ajudar na saúde do coração. A dieta mediterrânea, por exemplo, é uma delas. Além de ser considerada uma dieta anti-envelhecimento, ela também diminui vários riscos de possíveis problemas cardíacos. Essa dieta é rica em grãos integrais, nozes, frutas, vegetais, leguminosas e azeite de oliva, além de evitar alimentos processados e ricos em açúcar e sódio.

Como já mencionado antes, evitar o consumo de produtos de origem animal também pode ser benéfico para o coração. Por isso, a dieta vegana pode ser considerada uma dieta saudável para o coração

Outra dieta a ser considerada é a dieta DASH, que tem como um dos objetivos principais a redução da pressão arterial, além de ser indicada para pessoas que sofrem de hipertensão. Ela prioriza o consumo de frutas, vegetais, laticínios com baixo teor de gordura, grãos integrais, aves, peixes e oleaginosas. E ainda foca em menos consumo de gordura saturada, gordura total, carne vermelha, doces e bebidas contendo açúcar. Tudo isso ajuda a melhorar marcadores de saúde, como o colesterol.