Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Descubra a melhor compressa para cada tipo de dor, como fazer o tratamento e como aplicar em casa

A compressa quente ou fria é um método prático e natural para aliviar diversos tipos de dores, inchaços, feridas, lesões, cólicas, traumas causados por quedas e pancadas e infecções na pele.

As compressas são aplicadas com um pano, toalha, bolsa térmica ou saquinho de algodão sobre a região afetada e, para elevar o efeito analgésico, podem conter ervas e sementes, dependendo da necessidade.

Além de aliviar as dores, as compressas ajudam a relaxar e promovem o bem-estar geral do corpo.

Compressa quente

A compressa quente é ideal para distensões musculares e dores crônicas, porque a alta temperatura estimula a dilatação dos vasos sanguíneos, aumentando o fluxo sanguíneo das áreas doloridas, o que acelera o processo de cicatrização. Ela pode ser usada para aliviar músculos doloridos, congestão nasal, alguns tipos de problemas oculares, infecções de ouvido, cólicas menstruais, furúnculos e cistos.

Uma compressa quente é um remédio caseiro tradicional de longa data para muitas doenças leves. As compressas também são recomendadas por médicos e profissionais da área médica para o gerenciamento de certas condições. Levar calor e umidade a certas condições pode ajudar a aliviar a dor, a inflamação e outros problemas.

As compressas quentes também podem ajudar em problemas oculares moderados, como coceiras, vermelhidão, pálpebras inchadas e olho seco. Existem dois tipos principais de compressas quentes:

Compressa úmida e quente

Este tipo de compressa é feito com um líquido quente para aplicar calor em uma área específica. Um exemplo de compressa úmida quente é uma toalha embebida em água quente.

As compressas quentes secas e úmidas fornecem calor à pele, mas o calor úmido é geralmente mais eficaz do que o calor seco, especialmente para dores profundas no tecido muscular. O calor úmido pode ser usado para tratar dores de cabeça nos seios da face, congestão e dores musculares.

Como fazer uma compressa úmida quente:

  • Pegue uma toalha pequena e uma tigela grande e, em seguida, execute as seguintes etapas:
  • Encha a tigela com água quente, mas não escaldante, ao toque.
  • Molhe a toalha na água quente, torcendo o excesso.
  • Dobre a toalha em um quadrado e aplique na área que está com dor.
  • Segure a toalha na pele por até 20 minutos de cada vez.

Compressa quente e seca

Este tipo utiliza uma superfície seca para transferir calor. Os exemplos incluem uma bolsa de borracha de água quente ou uma almofada de aquecimento.

Como fazer uma compressa quente e seca:

Em vez de uma toalha, junte um pouco de arroz cru e uma meia longa e limpa. Você pode usar sal se não tiver arroz à mão. Além disso, também será necessário ter uma fonte de calor, como um forno micro-ondas. Depois de ter todos os seus materiais, siga estas etapas:

  • Encha a parte do pé da meia com arroz cru.
  • Amarre a parte de cima da meia.
  • Coloque a meia cheia de arroz no micro-ondas por 30 segundos. Continue aquecendo em incrementos de 15 segundos até que fique quente, mas não fervendo, ao toque.
  • Aplique a meia na área dolorida por até 20 minutos de cada vez.

Se você só precisa usar o calor em uma pequena área, também pode segurar uma colher de metal sob água quente corrente por cerca de 10 segundos ou até que esquente. Seque a colher e segure na área dolorida por até 20 minutos. Apenas certifique-se de que não esteja muito quente antes de aplicá-lo em sua pele.

Quando não usar calor

As compressas quentes geralmente são seguras, mas é melhor evitar se você tiver uma lesão recente, como um corte ou entorse muscular. Para lesões recentes, aplicar uma compressa fria pode ser mais benéfico para reduzir a dor e a inflamação.

Para aqueles que desejam incorporar benefícios extras às suas compressas quentes, extratos de ervas e chás podem ser usados. As compressas também podem ser feitas de um chá de ervas ou infusão antes de serem aplicadas. Apenas certifique-se de filtrar completamente qualquer matéria à base de ervas antes de aplicá-la nos olhos. Ervas como alho e equinácea têm propriedades antibacterianas, que podem ajudar a reduzir a infecção ocular.

Compressa fria

As compressas frias geralmente são feitas com gelo ou após um período na geladeira. Esse tipo de compressa pode diminuir o inchaço e a inflamação e ajudar a parar o sangramento. O frio restringe a circulação sanguínea, que por sua vez pode anestesiar a dor. Também pode ajudar a limitar qualquer hematoma.

O tratamento pelo frio diminui o fluxo sanguíneo para a área lesada, o que reduz a taxa de inflamação e o risco de inchaço e de danos aos tecidos. Além disso, a temperatura baixa também entorpece os tecidos doloridos, agindo como um anestésico local, e retarda as mensagens de dor transmitidas ao cérebro.

O gelo pode ajudar a tratar uma articulação ou músculo inchado e inflamado. É mais eficaz nas 48 horas seguintes à lesão. Repouso, gelo, compressão e elevação fazem parte do tratamento padrão para lesões esportivas. As compressas frias devem ser usadas nos casos de dor de dente, osteoartrite, lesões recentes, tensões musculares, febre, entorses, hemorroidas, alergias nos olhos, gota, deformações, tendinite ou irritação nos tendões, dores de cabeça e enxaqueca.

O frio não é adequado se você costuma ter cãimbras, se há feridas abertas ou bolhas na pele. O gelo não deve ser aplicado diretamente na pele, pois pode danificar os tecidos do corpo, podendo causar queimaduras pelo frio.

Evite usar compressas frias por mais de 20 minutos de cada vez. É melhor alternar entre 20 minutos aplicando e 20 minutos sem aplicar. Considere procurar orientação médica se você não notar melhora dentro de 48 a 72 horas.

Outros tipos de compressas frias podem ser feitas com saquinhos de chá de camomila, rodelas de pepino e maçã, soro fisiológico e ervas diversas.

Compressas de saquinhos de sementes

Os saquinhos de algodão com sementes podem ser aplicados quentes ou frios e são usados com várias finalidades. As sementes mais utilizadas são linhaça, cevada, alpiste, gergelim, chia, girassol e trigo. Além disso, você também pode misturar ervas, como alecrim, calêndula, hortelã e lavanda para potencializar a ação analgésica, calmante e anti-inflamatória.

Para fazer o seu próprio saquinho de semente em casa, você precisará de um pedaço de tecido de algodão, agulha, fios e sementes variadas (ou arroz).

Como fazer

  • Corte um pedaço de tecido de algodão que seja resistente à alta temperatura.
  • Escolha as sementes e, se preferir, as ervas que deseja utilizar.
  • Costure o tecido em formato de saquinho ou coloque as sementes no centro do tecido e una as pontas para amarrar.
  • Cuidado para não exagerar no recheio, porque o saquinho deve ficar maleável.
  • Para utilizar quente, coloque o saquinho no micro-ondas por dois minutos. A temperatura será conservada por pelo menos meia hora.
  • Para o tratamento frio, deixe o saquinho no congelador por duas horas e aplique nas regiões afetadas por 20 minutos.

Se preferir, você encontra diversas compressas térmicas de algodão prontas, para várias finalidades, na Loja do Portal eCycle. Confira!