14 raízes comestíveis para incluir na sua rotina alimentar

eCycle

Conheça os benefícios de 14 raízes comestíveis para uma alimentação saudável

raízes comestíveis
Imagem de Peter Wendt no Unsplash

A raiz talvez seja a parte mais importante de uma planta, pois é ela que lhe fornece nutrientes essenciais e, literalmente, a mantém viva e saudável no solo. Como se não bastasse, alguns tipos de raízes também podem servir de alimento para nós. As raízes comestíveis estão cheias de nutrientes vitais, como vitaminas, magnésio e fibras alimentares.

Certamente você já conhece algumas das raízes comestíveis mais populares: cenoura, cebola, batata e outras. No entanto, existem raízes comestíveis das quais você provavelmente nunca ouviu falar. Elas se enquadram no grupo das PANCs – Plantas Alimentícias Não Convencionais.

As PANCs são todas as plantas que poderíamos consumir, mas não o fazemos – por falta de costume ou conhecimento. Nessa seara incluem-se também as raízes comestíveis. De potencial pouco desconhecido, as raízes comestíveis não convencionais podem ser grandes aliadas da saúde e contribuir para uma dieta diversificada e mais inteligente.

Raízes comestíveis mais populares

1. Beterraba

A beterraba (Beta vulgaris) é o alimento ideal para desintoxicar e fornecer antioxidantes. Essa raiz comestível tem nutrientes únicos chamados betalaínas (que limpa o organismo), boro (que aumenta os hormônios sexuais) e triptofano (que dá a sensação de felicidade). É deliciosa e versátil, podendo ser consumida em conserva, crua, cozida, assada e em uma infinidade de pratos.

2. Rabanete

O rabanete (Raphanus sativus) é uma das raízes comestíveis mais altamente nutritivas, apresentando efeito diurético e prevenindo infecções no sistema urinário. O rabanete é um alimento com alto teor de vitamina C e tem ação desintoxicante, eliminando toxinas do organismo e ajudando a reduzir o colesterol.

Além disso, pode ajudar a prevenir doenças cardiovasculares e purificar o sangue. Em saladas, cortados e fatias finas, dá crocância e frescor ao prato. Pode ser usado também para fazer picles.

3. Mandioca

A mandioca (Manihot esculenta) é conhecida por diversos nomes no Brasil: macaxeira, aipim, castelinha, maniva, pão-de-pobre e por aí vai. É uma excelente fonte de minerais menos mencionados, como zinco, magnésio, manganês, cobre e ferro.

Também contém fósforo, potássio, vitamina C e cálcio. Muito versátil, pode ser consumida assada, frita ou cozida. Algumas espécies de mandioca possuem grande quantidade ácido cianídrico, que pode ser altamente tóxico para a saúde. Por isso, certifique-se de não consumir essa raiz comestível crua ou mal cozida.

4. Nabo

As raízes do nabo (Brassica rapa) são muito nutritivas. Elas têm baixo índice glicêmico e são boas para os pulmões, o sistema digestivo, fortalecimento dos ossos e sistema cardiovascular. O nabo também minimiza odores corporais, sintomas da asma e sinais de envelhecimento.

Como beterrabas e rabanetes, os nabos podem ser incluídos em receitas de saladas, sopas, massas e até em feijoadas vegetarianas. Versáteis, também podem ser fritos, assados, cozidos ou até mesmo consumidos crus.

5. Cenoura

A cenoura (Daucus carota) é fonte de betacaroteno, que é antioxidante, e de vitamina A. Por isso, essa raiz comestível é considerada um dos alimentos mais benéficos para a saúde. Muito versátil, ela ajuda a prevenir o envelhecimento da pele e a garantir cabelos e unhas saudáveis.

A vitamina A, por sua vez, é ótima para a saúde dos olhos e também é antioxidante. A cenoura também é rica em fibras e em potássio. Muito comum na mesa do brasileiro, pode ser consumida de várias maneiras e é quase unanimidade – assim como a batata, é difícil encontrar alguém que não aprecie seu sabor.

6. Batata-doce

Heroínas das dietas fitness, a batata-doce (Ipomoea batatas) contém muito mais nutrientes do que as batatas normais. Ela é rica em vitamina A, vitamina C e antocianinas (principalmente a versão roxa).

A batata-doce também é anti-inflamatória e pode ajudar no controle do açúcar no sangue. Não tenha medo de adicionar um pouco de manteiga ou óleo ao assar ou cozinhar batatas-doces: uma pequena quantidade de gordura o ajudará a absorver toda a vitamina A.

Raízes comestíveis menos conhecidas

1. Aipo-rábano

Essa raiz nodosa pode parecer intimidante, mas vale a pena conhecê-la. O aipo-rábano (Apium graveolens) tem baixa densidade calórica, fornecendo pouco mais de 60 calorias por xícara. No entanto, é rico em nutrientes, incluindo antioxidantes que combatem o câncer e vitamina K. Pode ser uma alternativa de baixa caloria às batatas. Experimente fazer um purê com essa raiz comestível!

2. Tupinambo

O tupinambo (Helianthus tuberosus), também conhecido como alcachofra-de-jerusalém, é muito mais parecido com uma batata do que com uma alcachofra. Na verdade, essa raiz comestível faz parte da família do girassol e é nativa dos Estados Unidos. São nutritivas e auxiliam na digestão e na saúde do sangue, cabelos e unhas. Podem ser consumidos crus, em saladas, ou cozidos.

3. Gengibre

O gengibre (Zingiber officinale) é uma raiz medicinal milagrosa, com enormes benefícios para a saúde. Essa raiz comestível ajuda a combater o câncer, alivia enjoo, descongestiona, aumenta a circulação sanguínea e reduz inflamações. Tem um sabor peculiar, quase picante, e pode ser consumido em diversos pratos e bebidas.

4. Cúrcuma

Você sabia que a parte usada na produção do condimento cúrcuma (Curcuma longa) é a raiz? A cúrcuma é um excelente anti-inflamatório, previne o câncer e estimula o cérebro. Pertence à mesma família do gengibre e a parte usada como especiaria é a raiz da cúrcuma, que é limpa, seca e moída.

Além de ser comum na culinária indiana e asiática, a cúrcuma também é muito usada na medicina alternativa. Outros benefícios da cúrcuma são a ação digestiva, propriedades inibidoras de gases intestinais e efeito cicatrizante, entre outros.

5. Dente-de-leão

O dente-de-leão (Taraxacum officinale) é rico em fitonutrientes e possui vitaminas A, B e C, além de ferro e potássio. As raízes torradas compõem uma bebida cujo sabor lembra o do café. São diuréticas e contêm inulina. Podem ser consumidas cruas, em saladas ou refogadas.

6. Inhame

Muito parecido com a batata e a mandioca, o inhame (Dioscorea trifida) é rico em vitaminas C e do complexo B. É uma raiz de fonte de fibra e rica em antioxidantes. Além disso, possui cobre, potássio, ferro, cálcio, fósforo e magnésio. É excelente para fortalecer o sistema imunológico e manter a saúde da pele, dos cabelos e unhas. Também ajuda a proteger o coração.



Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×