Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Descobrir como parar de fumar pode ser um desafio e tanto. Confira uma lista com dicas simples e práticas para tornar sua mudança de hábitos mais leve

Se você é fumante, com certeza já se perguntou: “Como parar de fumar?”. Todo mundo sabe que cigarro faz mal à saúde e que as bitucas causam danos ao meio ambiente, embora já existam soluções menos nocivas de descarte. O problema é que largar o hábito é um desafio e tanto para quem fuma.

Há alguns métodos alternativos, como o cigarro eletrônico e os adesivos de nicotina, sem contar os tratamentos e a indispensável força de vontade. Mas é bom se preparar psicologicamente, porque parar de fumar pode demandar mais energia e você não se sentirá em suas melhores condições físicas.

Porém, se formos comparar a sensação de abstinência inicial com os 10 anos a menos que você viveria – média de anos que o cigarro tira de você – e com o fato de que fumantes estão mais propensos diversas doenças, parar de fumar vai compensar bastante.

No início, você pode ter mais fome do que o habitual, se sentir mal-humorado, deprimido, inquieto, ter insônia e dificuldades para se concentrar. Mas tenha em mente que esses efeitos são temporários e desaparecem em alguns dias.

Investindo em métodos naturais

Há vários métodos farmacêuticos para parar de fumar, como o uso de vareniclina, adesivos de nicotina, chicletes, pastilhas, enzimas e sprays nasais.

Tais métodos são mais eficazes estatisticamente, já que pessoas que fazem uso deles têm maior tendência a não voltar a fumar. Também há métodos não farmacêuticos, para aqueles que não querem abandonar o vício utilizando outras “drogas”, preferindo estratégias naturais.

Para isso, os próximos itens podem ser muito úteis! Lembrando que não há problema em sobrepor métodos naturais; na verdade, isso pode até ser bom! Confira algumas dicas de como parar de fumar naturalmente.

Exercitar o corpo

Fazer exercícios físicos é a melhor maneira a curto prazo de desviar o desejo pela nicotina. Se você está com desejo de fumar, levante-se e comece a se exercitar o quanto antes.

Cinco minutos de atividade física de intensidade moderada (subir e descer alguns lances de escadas, caminhar pelo quarteirão e fazer yoga, por exemplo) aliviam o anseio pelo cigarro e os sintomas também.

Se você puder fazer exercícios durante 45 minutos, além de melhorar sua frequência cardíaca, seu organismo aprenderá a reconhecer os benefícios físicos de parar de fumar, como o aumento da função pulmonar (o que consequentemente melhorará sua respiração quando você estiver se exercitando).

Meditar

A meditação pode ser muito útil no processo de parar de fumar, não somente porque reduz o desejo pelo cigarro, mas também porque treinar o autocontrole pode mudar a forma como você responde a esses impulsos quando eles surgem.

Respire fundo e limpe sua mente toda vez que você quiser acender um cigarro. Em vez de lutar contra a vontade de fumar, analise-a, questione-a e, em seguida, esvazie a sua mente. O controle da mente pode até parecer um método “simples”, mas é também uma ferramenta muito poderosa.

Usar plantas

Fazer uso de plantas herbáceas em alimentos ou mascando-as, como a erva-de-são-joão (também conhecida como hipérico) ou a lobélia, pode te ajudar a relaxar nos momentos de tensão que você sentirá quando começar a parar de fumar.

A lobélia tem a vantagem de fazer com que o cigarro tenha um gosto ruim a algumas pessoas. Lembre-se de conversar com o seu médico antes de utilizar estas plantas, pois elas podem interferir nos efeitos de outros medicamentos que você estiver tomando.

Acupuntura

Fazer acupuntura tem eficácia semelhante aos substitutos da nicotina. Ela ajuda bastante nos estágios iniciais, mas, após um ano, assim como os adesivos de nicotina e pílulas, surte um efeito placebo.

Para algumas pessoas, acupuntura pode ser muito eficaz nas primeiras semanas sem cigarro e, às vezes, só isso já é suficiente para que você consiga parar de fumar.

Mudar hábitos

Sair de férias ou fazer qualquer outra alteração em seus horários e hábitos é mais uma das dicas para parar de fumar. Estar fora do seu ambiente natural e respirando novos ares pode facilitar a superação dos primeiros dias sem cigarro, que são os mais desafiadores.

Passar uns dias mais agitados em outro país ou até mesmo em outro estado pode te ajudar a se distrair, apesar de todo o desconforto que você sentirá inicialmente.

Pronto para encarar esse desafio? Acredite em si e mude seus hábitos: pare de fumar! Os benefícios serão gratificantes. Se precisar de mais um empurrãozinho, confira a Cartilha prática para parar de fumar, da Fundação do Câncer.