Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Como skates são feitos com madeira utilizada comumente na fabricação de guitarras, resultado sonoro (para além do estético) é impressionante, segundo produtores

Se fazer uma prancha de surfe a partir de tábuas velhas de skate (também conhecidas como shapes) já é uma tarefa digna de deixar qualquer um boquiaberto, imagine produzir, a partir da mesma “matéria-prima”, guitarras profissionais? Pois é exatamente a essa atividade que se dedica o argentino Ezequiel Galasso, com a ajuda de seu sócio Gianfranco de Gennaro.

Galasso, que chegou a estudar engenharia e desenho industrial, entrou no ramo do luthierismo há cerca de dez anos, em 2004. Após criar modelos parecidos com as guitarras tradicionais, juntou-se a Gennaro, um skatista argentino profissional, no desafio de usar shapes de skate e promover um upcycle para montar uma guitarra a ao reaproveitar skates. Deu certo.

As primeiras fotos nas redes sociais tiveram grande impacto e o número de pedidos chegou a milhares. No entanto, os sócios são os únicos que põem a mão na massa (principalmente Galasso – que assina o braço das guitarras), com a exceção de algumas ajudas esparsas de amigos. A ideia não é “fazer uma fábrica de churros, mas manter a essência de algo que existe desde o começo”, disseram numa entrevista à revista Rolling Stone.

Guitarras

Não é só estética

A novidade não é voltada a agradar apenas fãs de skate que também tocam guitarra ou vice-versa, já que a qualidade sonora é um princípio das skate guitars, como foram batizadas. De acordo com os dois sócios, as tábuas de skate são feitas com acer canadense, que é também utilizada em muitas guitarras devido à rigidez e ótima estrutura. E, além de tudo, trata-se de um importante processo de reaproveitamento de madeira.

Como Gennaro é skatista profissional e gasta muitas tábuas com rapidez, Galasso já tem de onde extrair sua matéria-prima. Quando tem acesso às placas de madeira, o luthier as recorta de modo que sejam necessárias apenas duas shapes para formar uma guitarra – uma tábua para a base e outra para o braço. Em seguida, ocorre a perfuração para colocação de parafusos e o acabamento. E a guitarra finalizada não é uma miniatura – ela tem tamanho normal e um som bem peculiar, segundo os produtores.

Até o guitarrista da banda norte-americana de rock Pearl Jam já utilizou uma skate guitar durante um show na Argentina e aprovou o resultado. O guitarrista brasileiro Andreas Kisser foi outro a experimentá-la.

Para conhecer mais sobre as skate guitars e os demais trabalhos de Galasso, clique aqui e aqui. Confira um vídeo que conta mais sobre a história das guitarras feitas com skates.

Confira também o vídeo do Portal eCycle que mostra outras formas incríveis de reaproveitar madeira:


Veja também: