Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Siga o passo a passo de como fazer óleo com ervas e aproveite dos sabores e benefícios desses ingredientes

Aprender como fazer óleo com ervas pode ser proveitoso tanto para a pele, quanto para a saúde. Também chamados de oleatos, esses óleos com infusão de ervas são utilizados na culinária e, dependendo do tipo de óleo, na estética. 

Como hidratante ou tratamento para o cabelo, o óleo de alecrim, por exemplo, possui diversos benefícios. Além de ser um antioxidante, ele também promove o crescimento capilar, além de ser um agente anticaspa. 

Embora mais conhecido, o óleo de alecrim não é o único óleo com ervas que pode ser feito. Qualquer erva pode ser incorporada ao óleo de sua preferência. Entretanto, é necessário ter cuidado — o óleo de lavanda, por exemplo, não deve ser ingerido e deve ser guardado apenas para o uso externo. Para cozinhar, tente escolher ervas aromáticas e comuns, como o manjericão, e combine-as com óleos mais saudáveis para a ingestão, como o azeite de oliva. Já na estética, escolha óleos mais característicos do tratamento que procura, como o óleo de rícino e de abacate.

Confira algumas receitas de como fazer óleo com ervas e aproveite de seus benefícios! 

Como fazer óleo com ervas 

A receita geral para fazer o óleo com ervas de modo caseiro, mas um pouco demorado é simples. Para manter o óleo fresco por mais tempo, escolha ervas secas e um óleo com uma vida útil mais longa. A infusão é feita com ajuda do Sol. Portanto, jarros devem ser colocados perto de janelas para facilitar o processo. A exceção a essa regra é o azeite de oliva — para que ele consiga preservar o ácido linoleico e suas vitaminas, ele deve ser mantido longe do Sol. Portanto, sua infusão pode demorar mais. 

Em ⅓ de uma jarra, adicione a erva de sua preferência e cubra-a com o óleo que quiser. Tampe o pote e agite bem. Transfira-o para um local com incidência solar e deixe-o descansar por pelo menos uma semana antes de usar. Se quiser, adicione cerca de 1% de vitamina E, mas somente para estender a vida útil de óleos de uso tópico

Ervas que podem ser utilizadas 

As ervas mais utilizadas para fazer o óleo com ervas são:

Confira algumas receitas específicas e seus usos! 

Óleo com infusão de lavanda

O óleo de lavanda, ou alfazema, pode ser usado externamente por suas propriedades calmantes. Ele pode ser usado tanto na pele, como nos cabelos — como uma ferramenta desestressante na massagem. 

Como a colheita de lavanda é difícil no Brasil, você pode optar pela alfazema já seca. 

Modo de preparo 

Separe um recipiente com tampa para armazenar seu óleo. Encha-o com ⅓ de alfazema seca e cubra com o óleo de sua preferência (como o óleo de amêndoa doce). Deixe o jarro perto de uma janela, mas não sob luz solar direta, de sete a dez dias para infundir, agitando-o todos os dias. 

Depois desse tempo, com auxílio de uma peneira ou um filtro de pano, coe seu óleo e transfira-o para outro recipiente. Armazene-o em um lugar com sombra e seco por até um ano. 

Óleo de alecrim

Como já mencionado, o óleo de alecrim é ótimo tanto para o cabelo quanto para a dieta. Podendo ser usado nos cabelos, este óleo ajuda a manter os fios hidratados e macios. Já na dieta, o alecrim tem ação anti-inflamatória e antioxidante. 

Modo de preparo

Encha um jarro com ⅓ de alecrim seco e complete-o com azeite de oliva. Deixe a mistura descansar de duas até quatro semanas em um local sem luz. Passado o tempo, coe o óleo com a ajuda de uma peneira e guarde-o na geladeira por até um mês.