Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Aprenda como evitar a poluição química e se livrar de possíveis substâncias tóxicas na sua casa

Aprender como evitar a poluição química pode ser mais difícil do que o esperado. A ideia de que nossas casas são zonas livres de poluição pode alimentar um otimismo falso. Na maioria das vezes, a poluição química é pessoalmente introduzida dentro de casa com produtos de limpeza e liberada de volta ao meio ambiente. 

A poluição química é categorizada pela contaminação do solo, água e ar pelo descarte incorreto de produtos químicos. Embora seja muitas vezes atribuída à indústria, essa poluição também pode ser resultado de atos pessoais, como o uso de desinfetantes, por exemplo.   

Um dos maiores problemas derivado do uso dessas substâncias são, além dos danos à saúde e ao meio ambiente, sua persistência. Muitos dos químicos responsáveis pela poluição são conhecidos como “eternos”, ou persistentes. Sua presença, tanto no organismo quanto na atmosfera, é contínua. Relatos de contaminação por substâncias banidas décadas atrás são comuns e podem acontecer pelo útero

Os seres humanos são cada vez mais expostos a químicos diariamente. Em frente a pandemia de coronavírus que foi iniciada em 2020, por exemplo, o uso de desinfetantes e outros químicos foi banalizado como parte da rotina. E, embora essas medidas de descontaminação sejam necessárias, também podem incluir outra ameaça à saúde. 

É estimado que cerca de 250 bilhões de toneladas desses químicos sejam produzidos anualmente. Além disso, é possível que existam cerca de 700 produtos químicos sintéticos presentes no nosso organismo a todo momento. 

Efeitos da poluição química na saúde

Muitas das substâncias químicas são disruptores endócrinos, ou seja, que afetam diretamente o funcionamento do sistema endócrino. Eles atuam no organismo humano por meio da imitação dos hormônios naturais (como o estrogênio). Dessa forma, ocorre um bloqueio da ação hormonal natural e uma alteração dos níveis de hormônios endógenos.

Além disso, eles também são supostos cancerígenos e podem causar possíveis problemas de fertilidade e resultar no desenvolvimento de defeitos congênitos e abortos. 

Pesticidas, que também são substâncias químicas, foram associados à infertilidade e a baixa contagem de espermatozoides. 

Como evitar

Afinal, como evitar a poluição química? Em frente a esses dados, é possível perceber que essas ações devem começar em casa. Muitos produtos químicos usados diariamente podem ser substituídos por combinações naturais e força de vontade. 

A mistura de limão com bicarbonato de sódio pode facilmente substituir o desinfetante, por exemplo. E embora a limpeza durante a pandemia seja necessária, nossas casas não precisam ser lugares estéreis 24 horas por dia. 

O descarte de produtos vencidos também pode ser um problema. Tente usá-los antes de sua data de validade ou doe para alguém que conseguirá. É de extrema importância que esses líquidos não sejam descartados pelo ralo.

Outras dicas de como evitar a poluição química são:

  • Dê preferência a produtos de higiene pessoal ou de limpeza com ingredientes orgânicos e naturais.
  • Substitua qualquer produto em forma de aerossol. Esses produtos produzem uma névoa muito fina que é facilmente inalada. 
  • Crie o hábito de tirar pó. Acredita-se que o pó acumula partículas de produtos químicos, seja de fragrâncias ou de PFAS. Diariamente, o ser humano ingere cerca de 20 mg de poeira, portanto, eliminar possíveis químicos do ambiente pode ser um ato de precaução. 
  • Tire seus sapatos na porta de casa. Seus sapatos podem carregar pesticidas e outros químicos para dentro da sua casa, deixá-los para fora é uma forma simples de evitar a poluição química
  • A ventilação também é importante. Abrir as janelas e deixar o ar circular é essencial. Afinal, até eletrodomésticos são capazes de poluir nossas casas. 
  • Invista em alimentos detox. A ingestão de alimentos antioxidantes podem ajudar a combater alguns dos efeitos dos químicos no nosso corpo.