O que são enzimas digestivas

eCycle

Enzimas digestivas são substâncias que servem para quebrar carboidratos, proteínas e gorduras

enzimas digestivas
Imagem de Science in HD em Unsplash

As enzimas digestivas são substâncias produzidas pelo organismo que servem para quebrar carboidratos, proteínas e gorduras, permitindo a absorção dos nutrientes necessários para o organismo. A falta de enzimas digestivas pode levar a uma variedade de sintomas gastrointestinais e desnutrição, mesmo se você tiver uma dieta saudável.

Certas condições de saúde podem interferir na produção de enzimas digestivas. Nesse caso, é possível suplementar enzimas digestivas antes das refeições para ajudar o organismo a processar os alimentos com eficiência.

Para que servem as enzimas digestivas

O corpo produz enzimas no sistema digestivo, incluindo boca, estômago e intestino delgado. Mas a maior parte é trabalho do pâncreas. As enzimas digestivas ajudam o organismo a quebrar carboidratos, gorduras e proteínas. Isso é necessário para permitir a absorção de nutrientes e manter a saúde em dia. Sem essas enzimas, os nutrientes presentes na comida são desperdiçados.

Quando a falta de enzimas digestivas leva a má digestão e desnutrição, é chamada de insuficiência pancreática exócrina (IPE). Quando isso acontece, a reposição de enzimas digestivas pode ser uma opção. Algumas enzimas digestivas exigem receita médica e outras são vendidas sem receita.

Como funcionam as enzimas digestivas?

As enzimas digestivas artificiais substituem as enzimas naturais, ajudando a quebrar carboidratos, gorduras e proteínas. Quando os alimentos são decompostos, os nutrientes são absorvidos pelo corpo através da parede do intestino delgado e distribuídos pela corrente sanguínea. As enzimas do tipo artificial devem ser tomadas antes da refeição. Dessa forma, elas podem atuar quando a comida atinge o estômago e intestino delgado.

Tipos de enzimas digestivas

Os principais tipos de enzimas são:

  • Amilase: decompõe carboidratos ou amidos em moléculas de açúcar. Amilase insuficiente pode levar à diarreia.
  • Lipase: Trabalha com a bile do fígado para quebrar as gorduras. Se você não tiver lipase suficiente, estará faltando vitaminas lipossolúveis, como A, D, E e K.
  • Protease: quebra as proteínas em aminoácidos. Também ajuda a manter bactérias, leveduras e protozoários fora do intestino. A falta de protease pode levar a alergias ou toxicidade no intestino.

Os medicamentos e suplementos enzimáticos são apresentados de várias formas, com ingredientes e dosagens variadas.

A terapia de reposição enzimática pancreática (TREP) está disponível mediante receita médica. Estes medicamentos são geralmente feitos a partir do pâncreas de porcos.

Algumas enzimas contêm pancrelipase, que é composta de amilase, lipase e protease. Esses medicamentos geralmente são revestidos para impedir que os ácidos do estômago digiram o medicamento antes que ele atinja o intestino.

A dosagem varia de pessoa para pessoa com base no peso e nos hábitos alimentares. O seu médico ou médica provavelmente iniciará a dose mais baixa possível, fazendo os ajustes necessários.

Quem precisa de enzimas digestivas?

Você pode precisar de enzimas digestivas se tiver deficiência na sua produção. Algumas das condições que podem deixar você com poucas enzimas digestivas são:

  • Pancreatite crônica
  • Cistos pancreáticos ou tumores benignos
  • Bloqueio ou estreitamento do ducto pancreático ou biliar
  • Câncer de pâncreas
  • Cirurgia pancreática
  • Fibrose cística
  • Diabetes

Em caso de baixa produção de enzimas digestivas, a digestão pode ser lenta e desconfortável. Também pode deixá-lo desnutrido. Os sintomas podem incluir:

  • Inchaço
  • Gases excessivos
  • Cólicas após as refeições
  • Diarreia
  • Fezes amarelas e oleosas que flutuam
  • Fezes fétidas
  • Perda de peso, mesmo se você estiver comendo bem

Mesmo se você não tiver deficiência em produção de enzimas digestivas, poderá ter problemas com certos alimentos. A intolerância à lactose é um bom exemplo disso. Um suplemento de lactase pode ajudar a digerir alimentos que contêm lactose. Ou se você tiver problemas para digerir o feijão, poderá se beneficiar de um suplemento de alfa-galactosidase.

Efeitos colaterais

O efeito colateral mais comum das enzimas digestivas é a constipação. Outros podem incluir:

  • Náusea
  • Cólicas abdominais
  • Diarreia

Se você tiver sinais de uma reação alérgica, procure orientação médica imediatamente.

O sistema digestivo requer um equilíbrio delicado. As enzimas podem não funcionar bem se o intestino delgado estiver com um pH muito ácido devido à falta de bicarbonato. Outra questão pode ser que você não está tomando a dose ou proporção certa de enzimas.

Certos medicamentos podem interagir com as enzimas digestivas, por isso é importante informar o seu médico ou médica sobre quaisquer medicamentos e suplementos que você esteja tomando atualmente.

Se você estiver tomando enzimas e tiver problemas, procure orientação médica.

Fontes naturais de enzimas

Certos alimentos contêm enzimas digestivas, incluindo:

  • Abacate
  • Banana
  • Gengibre
  • Kefir
  • Kiwi
  • Manga
  • Mamão
  • Abacaxi
  • Chucrute

Complementar sua dieta com alguns desses alimentos pode ajudar na digestão.



Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×