Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Um vazamento de petróleo pode ser provocado por diversos fatores, como acidentes com navios petroleiros e embarcações despreparadas

O uso de combustíveis fósseis para a produção de energia teve seu início com a Revolução Industrial. A partir disso, a demanda mundial por energia só cresceu, intensificando a exploração de áreas marinhas em busca de petróleo. Como consequência, episódios de vazamento de petróleo tornaram-se recorrentes, causando graves prejuízos à fauna e à flora aquática.

Qualquer tipo de vazamento de petróleo nos oceanos é considerado uma catástrofe ambiental. 

O que é petróleo?

O petróleo é uma mistura de moléculas de carbono e hidrogênio que tem origem na decomposição de matéria orgânica, formada por meio da ação de bactérias em ambientes com pouco oxigênio. Ao longo de milhões de anos, esse material se acumulou no fundo de oceanos, mares e lagos e, ao ser pressionado pelos movimentos da crosta terrestre, deu origem à substância que chamamos de petróleo.

Esse material é encontrado em bacias sedimentares específicas, formadas por camadas ou lençóis porosos de areia, arenitos ou calcários. O petróleo é o combustível fóssil mais utilizado porque o seu refinamento origina várias frações ou misturas de compostos orgânicos com quantidades próximas de carbono, compondo os derivados do petróleo.

O que causa um vazamento de petróleo?

Um vazamento de petróleo pode ser provocado por diversos fatores, como acidentes com navios petroleiros, embarcações despreparadas, acidentes nas plataformas e explosões de poços e tanques com capacidade inferior ao conteúdo existente.

Impactos do vazamento de petróleo

O petróleo é um óleo escuro que, ao ser derramado no ambiente aquático, forma uma grande barreira que impede a penetração da luz solar. Por bloquear a luminosidade, o petróleo é responsável por impedir que o fitoplâncton realize fotossíntese, o que afeta negativamente esses organismos. Como o fitoplâncton serve de alimento para o zooplâncton, este também é atingido. Dessa maneira, toda a cadeia alimentar marinha é prejudicada. 

O petróleo também pode intoxicar organismos marinhos, causando danos no sistema nervoso, asfixia e morte. Animais como peixes e tartarugas marinhas são amplamente prejudicados.

Ademais, aves marinhas também são afetadas. Ao entrar em contato com a água para apanhar seu alimento, esses animais têm suas penas cobertas por óleo. Ao recobrir o corpo das aves, o petróleo é capaz de prejudicar o equilíbrio térmico desses organismos, fazendo com que morram de frio ou de calor. 

A área contaminada por petróleo também provoca danos ao turismo local, afetando diretamente a economia da região afetada. 

Como solucionar um vazamento de petróleo?

Após um vazamento de petróleo, são iniciadas ações de limpeza para tentar solucionar os impactos gerados. Essa atividade não é simples e envolve uma grande força-tarefa para retirar a contaminação, evitar que o petróleo se espalhe para outras áreas e salvar os animais marinhos afetados por ele. 

Existem diversas técnicas para garantir a limpeza de áreas contaminadas por um vazamento de petróleo. Entre elas, estão as barreiras de contenção, que evitam o espalhamento para uma área ainda maior; os skimmers, equipamentos que captam e bombeiam o petróleo para um local de armazenamento; os micro-organismos, que são capazes de metabolizar os componentes do óleo a partir de uma técnica conhecida como biorremediação; e os dispersantes químicos, produtos responsáveis por acelerar o processo de dispersão do petróleo, removendo-o da superfície. Por fim, a remoção mecânica e manual é realizada quando o óleo atinge as praias.