Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

A limpeza corporal com ervas é um tipo de detox via chás, porém, qual é sua eficácia no organismo?

A limpeza corporal com ervas é feita por dentro, em forma de chás com propriedades de desintoxicação. Porém, seu uso é alvo de controvérsias por possíveis efeitos adversos. 

Sendo um dos patamares da cultura da dieta, essa limpeza é impulsionada pela perda de peso, mas pode ser prejudicial à saúde. Afinal, o corpo já conta com diversos sistemas funcionais que lidam com a exclusão de toxinas, como os rins, pâncreas e até mesmo o suor. 

Beber muita água e se exercitar já são de grande ajuda para esses sistemas e impedem o desenvolvimento de várias condições resultantes do acúmulo de toxinas, como as pedras no rim

Porém, algumas ervas podem ter um efeito positivo no organismo, principalmente quando manuseadas apropriadamente. Por muitos anos as ervas são usadas por suas propriedades medicinais, sendo um dos patamares da medicina tradicional chinesa — o herbalismo.

É importante ressaltar que embora a limpeza corporal com ervas pode ajudar no processo de eliminação de toxinas, ela não substitui o conselho médico. Em casos sérios a ida a um especialista é encorajada e essencial. 

Usar as ervas como detox para a perda de peso também é desencorajado. Chás que se denominam detox, muitas vezes, são apenas diuréticos, não oferecem benefícios à saúde e podem resultar em efeitos adversos e perigosos. 

A limpeza corporal com ervas deve ser feita em moderação e, se possível, com acompanhamento médico. Embora muitas ervas apresentem propriedades benéficas, elas também podem agir contra certos medicamentos e podem desencadear reações prejudiciais. 

Contraindicações e riscos

Ao fazer a limpeza corporal com ervas procure ervas conhecidas e tente tomar uma de cada vez, sem fazer misturas que podem potencialmente ser perigosas. O uso de chás prontos e industriais também não é encorajado por conta de seus efeitos diuréticos. 

Quando feita constantemente e sem acompanhamento médico, a limpeza corporal com ervas pode resultar na perda de nutrientes, desidratação e, em casos mais sérios, insuficiência hepática e morte. 

Esses tipos de detox não são recomendados para: 

  • Mulheres grávidas ou amamentando
  • Crianças e adolescentes
  • Pessoas com doença no pâncreas ou nos rins 
  • Pessoas com câncer, diabetes, úlceras, doença de Crohn ou outras condições associadas ao sistema digestivo
  • Pacientes de transtornos alimentares

Como fazer limpeza corporal com ervas

Para fazer a limpeza corporal com ervas do jeito correto, primeiro, se possível, entre em contato com o seu médico ou profissional da saúde. Alguns dos efeitos das ervas são perigosos e não devem ser subestimados. 

Como já mencionado, tente uma erva de cada vez, não tente experimentar coquetéis complexos ou fórmulas industrializadas. Procure ervas seguras e recomendadas por nutricionistas. 

A frequência da limpeza também é importante. Como a maioria das ervas usadas para o detox podem influenciar o funcionamento renal, elas também podem sobrecarregar os órgãos. Tente fazê-lo uma vez por mês, ou a cada duas semanas. O corpo já tem um sistema de desintoxicação forte que não precisa de ajuda externa além dos hábitos saudáveis. 

Ervas e especiarias recomendadas 

Dente-de-leão

Acredita-se que o dente-de-leão tem propriedades que ajudam na defesa do fígado contra os efeitos do álcool. Além disso, essa planta é comumente usada por suas propriedades diuréticas e também promove a saúde intestinal. 

Açafrão-da-terra

O açafrão-da-terra, ou cúrcuma, estimula a produção de bile e é usada na medicina tradicional chinesa como um remédio para a digestão e condições do fígado. Além disso, a especiaria também é considerada um alimento que ajuda no fortalecimento da imunidade.

Coentro

O coentro também é uma erva que ajuda na digestão, além de ser um ótimo antioxidante que reduz a inflamação causada por radicais livres. Acredita-se que o coentro age como um detox natural do corpo, se livrando de substâncias nocivas do corpo. 

Alimentos antioxidantes

Urtiga

Acredite ou não, mas a urtiga é comestível e tem propriedades incríveis para a limpeza corporal! A erva deve ser cozida e preparada meticulosamente para evitar complicações, mas ao ser processada corretamente, ela contém propriedades anti-inflamatórias e que ajudam na proteção do fígado. 

Hortelã-pimenta

A hortelã-pimenta ajuda a reduzir o inchaço e também promove o funcionamento do sistema digestivo, aliviando sintomas de desconforto como dores abdominais e na liberação de gases — sintomas de indigestão. Alguns estudos associam a erva à melhora do humor e a reduzir sintomas de fadiga.