Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Dia Mundial dos Animais reforça a importância da proteção de todos seres vivos

O Dia Mundial dos Animais é comemorado anualmente em 4 de outubro em 35 países, incluindo o Brasil. A data foi criada com o intuito de incentivar a reflexão sobre o cuidado com os animais, preservação e a importância que eles têm na vida das pessoas. Além disso, o Dia Mundial dos Animais ressalta o respeito e o compromisso que todos devem ter com o meio ambiente.

Origem do Dia Mundial dos Animais

O dia 4 de outubro foi escolhido para coincidir com o dia de São Francisco de Assis, considerado o padroeiro dos animais. Por sua relação de amor e respeito, sempre se referia a eles como “irmão fera” ou “irmã leoa”. Mas a data foi escolhida séculos depois, em 1931, durante uma convenção de ecologistas em Florença. Celebrado em vários países, principalmente no Brasil, o dia foi criado para sensibilizar a sociedade em relação à necessidade de proteger os animais e preservar todas as espécies.

A comemoração ganhou força a partir de 1978, quando a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) criou também a Declaração Universal dos Direitos dos Animais, que afirma que os animais têm direito à proteção e respeito por parte do ser humano.

Declaração Universal dos Direitos dos Animais

A Declaração Universal dos Direitos dos Animais compõe-se de um preâmbulo e catorze artigos, que estabelecem normas a serem cumpridas e respeitadas em relação aos animais. Dentre os direitos dos animais presentes na Declaração Universal dos Direitos dos Animais, podemos destacar:

Artigo 1º

  1. Todos os animais nascem iguais perante a vida e têm os mesmos direitos à existência.

Artigo 2º

  1. “Todo o animal tem o direito a ser respeitado”;
  2. “O homem, como espécie animal, não pode exterminar os outros animais ou explorá-los violando esse direito; tem o dever de pôr os seus conhecimentos ao serviço dos animais”;
  3. “Todo o animal tem o direito à atenção, aos cuidados e à proteção do homem”.

Artigo 3º

  1. “Nenhum animal será submetido nem a maus tratos nem a atos cruéis.
  2. 2.Se for necessário matar um animal, ele deve de ser morto instantaneamente, sem dor e de modo a não provocar-lhe angústia”.

Artigo 4º

  1. “Todo o animal pertencente a uma espécie selvagem tem o direito de viver livre no seu próprio ambiente natural, terrestre, aéreo ou aquático e tem o direito de se reproduzir”.
  2. “Toda a privação de liberdade, mesmo que tenha fins educativos, é contrária a este direito”.

Vale ressaltar que a conscientização deve ir muito além do cuidado com os animais domésticos, como cães e gatos, mas deve servir para que as pessoas analisem os impactos de suas ações no meio ambiente e consequentemente na vida de diversos animais que vivem na natureza. A ideia de comemorar o Dia Mundial dos Animais é refletir, mas também colocar em prática as medidas necessárias para minimizarmos os impactos da humanidade no planeta.