Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Climatério é o nome dado ao período de transição em que a mulher passa da fase reprodutiva para a fase de pós-menopausa. Esse período é marcado por sintomas físicos, como ondas de calor, tonturas e palpitações, e por sintomas psicológicos, afetando a vida pessoal, social e sexual. Muitas mulheres enfrentam uma nova perceptividade delas mesmas e de sua atratividade. Algumas dicas podem ajudar a enfrentar essa fase, saiba mais a seguir.

Sintomas do climatério

As funções ovarianas diminuem no climatério, por isso, os ciclos menstruais passam a ser mais irregulares até que se cessem por completo. Além de ondas de calor e transpiração, também surgem outros sinais:

  • Suores noturnos que prejudicam o sono;
  • Distúrbios menstruais;
  • Coceira nos órgãos sexuais;
  • Secura da mucosa vaginal;
  • Irritabilidade;
  • Depressão
  • Diminuição da libido;
  • Desconforto durante as relações sexuais;
  • Diminuição do tamanho das mamas e da elasticidade da pele.

A fase do climatério também pode ter consequências na vida pessoal e social das mulheres. Muitas delas relatam uma sensação de vazio decorrente da perda da juventude, da atratividade ou dos papéis sociais e profissionais, uma vez que a sociedade costuma privilegiar a juventude. Há, assim, fatores biológicos, psicológicos e sociais associados ao climatério que podem afetar gravemente a qualidade de vida da mulher.

Um estudo publicado no Environmental Research and Public Health investigou o climatério na vida de 148 mulheres com idades entre 44 e 62 anos. Os resultados mostram que quanto mais intensos os sintomas do climatério, menor a qualidade de vida das mulheres. Geralmente, essa baixa qualidade de vida está relacionada aos sentimentos de fracasso e de perda da juventude, beleza e oportunidades. Os sintomas mais fortes também mostraram afetar a vida diária, incluindo vida sexual, relacionamento e percepção de atratividade.

Nesse sentido, o estudo aconselha educar as mulheres sobre os métodos e opções para aliviar os sintomas do climatério, visando influenciar positivamente em suas vidas diárias e ajudá-las a enfrentar as situações difíceis que podem surgir.

Como passar bem pelo climatério

Manter cuidados com a saúde durante o climatério é fundamental para o equilíbrio do corpo e de seus processos biológicos. Assim, alguns hábitos saudáveis podem ajudar, incluindo hidratar-se diariamente, praticar exercícios físicos com regularidade, alimentar-se de forma saudável e evitar substâncias prejudiciais à saúde, como fumo e álcool. Para ajudar com as mudanças fisiológicas e seus sinais, há opções de tratamento disponíveis que serão recomendados devidamente por meio de orientação médica.

Para mais, a educação em saúde, como já mencionada, pode melhorar a qualidade de vida das mulheres nessa fase. É preciso ter um diálogo entre as mulheres e os profissionais de saúde que a acompanham que informe sobre as mudanças biológicas, emocionais e sociais que podem ocorrer durante o climatério. Assim, se forem bem preparadas com informações adequadas e expectativas realistas, as mulheres podem enfrentar melhor essa fase.