Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Por Nações Unidas Brasil O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) está doando para a Prefeitura Municipal de Belém, 10 mil kits contendo três pacotes de absorventes íntimos.

Este material, arrecadado em parceria com a empresa Needs, será distribuído em metade das escolas municipais de oito distritos e em territórios vulneráveis.

Ao longo do mês, 50 professores também serão capacitados para liderar rodas de conversa sobre saúde, dignidade e pobreza menstrual. 

Outra ação promovida pelo Fundo e prefeitura é o agendamento de consultas médicas para 10 mil adolescentes que menstruam e vivem em contexto de vulnerabilidade social na capital paraense.

Legenda: UNICEF e parceiros realizam capacitação em Belém (PA) para estimular o diálogo com adolescentes e distribuir informativos sobre saúde menstrualFoto: © Elias Costa/ UNICEF

Na sexta-feira (14), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) fez a entrega de 10 mil kits contendo três pacotes de absorventes íntimos para a prefeitura de Belém. Metade das escolas públicas da rede municipal, em oito distritos, deverão receber os kits doados pela empresa Needs. Além dos absorventes, também foram doados guias sobre menstruação e panfletos sobre os cuidados na prevenção à COVID-19.

O material é um presente em comemoração ao aniversário de 406 anos da cidade. A entrega simbólica da doação acontece na Casa da ONU, com as presenças do prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, do especialista em Saúde, HIV e Primeira Infância do UNICEF, Antônio Carlos Cabral e outras autoridades.

No sábado (15), também foi realizada a primeira roda de conversa sobre saúde menstrual, com a distribuição dos kits na Ilha de Caratateua, no distrito de Outeiro. O evento reuniu adolescentes na Escola Bosque. Ao longo deste mês, 50 professores da rede municipal de ensino de Belém receberão treinamento para falar sobre saúde menstrual e conduzir as rodas de diálogo nas escolas.

Além das escolas, outros quatro mil kits deverão ser distribuídos por lideranças de bairros e organizações sociais em territórios vulneráveis. Desde o dia 15, também estão sendo realizadas consultas médicas com 10 mil adolescentes que menstruam e vivem em contexto de vulnerabilidade social na capital paraense.

As atividades são realizadas com o apoio do UNICEF em parceria com o Tá Selado, programa de participação popular da Prefeitura de Belém e outros órgãos municipais. A proposta é dialogar sobre saúde, dignidade e pobreza menstrual. 

Desde 2021 o UNICEF vem realizando várias ações relacionadas à saúde menstrual, incluindo capacitação com 50 lideranças locais para estimular o diálogo com adolescentes e distribuir informativos sobre saúde menstrual. As próximas ações incluem a doação de absorventes em escolas e comunidades, instalações de estações de lavagem de mãos, distribuição de kits de higiene e promoção de rodas de conversas. Através da parceria com a empresa Needs, parte do percentual do valor da venda de absorventes será revertida para a estratégia de água, saneamento e higiene do UNICEF.